SportsManaus
FUTEBOL FUTEBOL NACIONAL SÉRIE A

Botafogo sai na frente, mas leva a virada do Goiás com direito a ‘Lei do Ex’ no Nilton Santos pelo Brasileiro

Da Redação do Sports Manaus, com informações do LANCE! – Felippe Rocha – 06/06/2022 – 22:14 – Rio de Janeiro (RJ

Glorioso abre o placar com Victor Cuesta, mas sofre dois gols de Pedro Raul, que defendeu o Alvinegro. Ao fim do jogo, vaias da torcida para o time, que deixou de entrar no G4

Foto: Fernando Lima | Goiás EC

Parecia ser uma noite de festa  para o Botafogo nesta segunda-feira, no Estádio Nilton Santos. A torcida compareceu, como vem sendo, o time abriu o placar, com Cuesta… mas a “Lei do Ex” foi implacável. Pedro Raul saiu do banco para marcar os dois gols da vitória de virada do Goiás sobre o Glorioso por 2 a 1, pela nona rodada do Brasileirão.

Com o resultado, o Botafogo desperdiçou a chance de entrar no G4 e está em 10º lugar, com 12 pontos. Já o Goiás saiu da zona de rebaixamento e pulou para a 12ª colocação, também com 12 pontos.

GOIÁS MELHOR
A primeira boa chance do jogo foi do Goiás, aos 11 minutos, quando Caio Vinícius recebeu de frente para Gatito Fernández, mas chutou para fora. O Glorioso tinha dificuldades para transpor a forte marcação esmeraldina. Chegou com nitidez mesmo só aos 26, quando Vinícius Lopes chutou fraco. Dois minutos depois, Dadá Belmonte executou um chute forte, mas para fora. Os visitantes estavam mais à vontade diante da proposta de defender para depois atacarem.

 

JOGO FRANCO E GOL ALVINEGRO
O Botafogo demorou, mas pareceu ter entendido que, para atacar com mais qualidade, precisaria se expor mais. Então o jogo ficou aberto: aos 36, Victor Sá recebeu sozinho e chutou por cima. O impedimento do atacante foi marcado, todavia. Aos 39, a boa chegada foi do Esmeraldino, pela direita. Mas Maguinho chutou para fora. Três minutos mais tarde, a bola rodou da direita para a esquerda e Hugo cruzou para Oyama livre. O cabeceio passou perto do gol de Tadeu, mas a pressão estava confirmada. No minuto seguinte, Lucas chutou forte, mas por cima do alvo. O placar foi aberto, realmente, aos 45: num escanteio, Daniel Borges calibrou o pé de GPS e encontrou Cuesta, que testou sem chance para o goleiro.

AMEAÇAS
Na segunda etapa, demorou dois minutos para Erison receber na cara de Tadeu, mas, pressionado, não conseguiu concluir corretamente. A resposta foi aos dez, quando Maguinho lançou e Dadá Belmonte acertou a trave. E aos 19, Pedro Raul tinha segundos em campo quando fez o pivô e também levou perigo. Três minutos mais tarde, Victor Sá fez boa jogada pela esquerda, cortou para dentro e chutou no ângulo inverso, obrigando Tadeu a fazer grande defesa.

A VIRADA
O Goiás seguia organizado. E aos 28 minutos, Fellipe Bastos deu um passe de trivela para Pedro Raul empatar a partida. O Botafogo cansou e se desorganizou. Num contra-ataque, dez minutos depois, o time da casa marcou bobeira, Vinícius cruzou e o mesmo Pedro Raul virou! No final, a pressão não adiantou. Vaias da torcida para os mandantes.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 2 GOIÁS

Data e hora: 6/6/2022, às 20h
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Paulo Henrique Schleich Vollkopf (MS)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA/SP) e Eduardo Goncalves da Cruz (MS)
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (FIFA/SP)
Público pagante: 29.133 pessoas
Público presente: 30.954 pessoas
Renda: R$ 678.070,00

Cartões Amarelos: Cuesta, Lucas Fernandes (BOT); Caio Vinícius e Elvis (GOI)
Cartões Vermelhos: Não houve

Gols: Cuesta (45’/1ºT 1-0) e Pedro Raul (28’/2ºT 1-1 e 38’/2ºT 1-2)

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Daniel Borges (Saravia, 35’/2ºT), Kanu, Custa e Hugo; Oyama, Tchê Tchê (Chay, 43’/2º) e Lucas Fernandes (Patrick de Paula, 35’/2ºT); Vinícius Lopes (Diego Gonçalves, 21’/2ºT), Erison e Victor Sá – Técnico: Luís Castro.

GOIÁS: Tadeu, Maguinho, Sidimar, Reynaldo, Caetano e Dadá Belmonte (Pedro Raul, 19’/2ºT); Matheusinho, Caio Vinícius (Fellipe Bastos, Intervalo) e Matheus Sales (Vinícius, 8’/2ºT); Elvis (Apodi, Intervalo, depois Pedro, 25’/2ºT) e Nicolas – Técnico: Jair Ventura.

 

Outras postagens...

Em jogo com líder e invicto, Penarol empata com Castanhal-PA em 1 a 1 pela Série D

Paulo Rogério

Na estreia de João Brigatti na Série C, após quatro jogos sem vencer em casa, Manaus goleia o Ferroviário-CE por 4 a 2

Paulo Rogério

L de líder isolado! Flamengo domina e vence Bangu com facilidade na volta do time titular

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol