full screen background image

Brasileirão chega ao fim com milagre da Chapecoense e melancólicos rebaixamentos

30

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações do ESPORTE INTERATIVO

Ninguém se importa se a disputa do título não aconteceu na última rodada do Brasileirão 2017. A emoção esteve presente nos 90 minutos das dez partidas da 38ª rodada, que aconteceram de forma simultânea, a partir das 17h (horário de Brasília) deste domingo (03). Na sequência, confira as cotações do Oddsshark.com e o que cada clube conseguiu ao término da competição.

FLAMENGO SE GARANTE NO G-6, ENQUANTO VASCO E CHAPECOENSE VÃO PARA A PRÉ-LIBERTADORES

Os grandes felizardos do dia foram Vasco da Gama e Chapecoense, que, até a metade do segundo turno, lutavam contra a queda para a Série B e conseguiram uma vaga na pré-Libertadores. Com um gol de pênalti, no último minuto dos acréscimos, o Flamengo bateu o Vitória, fora, e se consolidou no G-6, que possibilita a participação direta na fase de grupos da principal competição futebolística do continente.

Em São Januário, o Gigante da Colina dependia só de si para alcançar a fase preliminar da Copa Libertadores. Em casa, contra a rebaixada e desmotivada Ponte Preta, o Cruz-Maltino não teve dificuldades para vencer por 2 a 1, o que gerou uma cota de 1.33, de acordo com o Oddsshark.com.

Também, na condição de mandante, o Botafogo protagonizou um dos desfechos mais decepcionantes da competição. Presente entre os seis primeiros durante a maior parte da disputa, o Glorioso despencou nas últimas cinco rodadas. Mesmo assim, bastava um triunfo, como mandante, contra o Cruzeiro, para se juntar aos vascaínos. O empate em 2 a 2 (3.52) fez a equipe terminar o Campeonato Brasileiro na 10ª posição – vai para a Copa Sul-Americana do ano que vem.

Mas quem brilhou intensamente foi a Chape. Com o gol de Túlio de Melo, aos 49 minutos da etapa complementar, o Verdão do Oeste voltou à Libertadores graças ao tropeço botafoguense. Com o triunfo de 2 a 1 sobre o Coritiba (2.12), na Arena Condá, o torcedor – que há um ano chorava com a enorme dor causada pelo desastre que custou a vida de quase todo o elenco, comissão técnica e dirigentes – teve motivos para sorrir e sonhar com dias melhores. De um clube arrasado e fadado ao rebaixamento, os catarinenses cumpriram a temporada 2017 de forma heroica e brilhante.

Por pouco, o Atlético-MG não entrou no G-8. O Galo pegou o campeão da Libertadores, Grêmio, no Independência. Mesmo com os reservas, os gaúchos foram pra cima dos mandantes e estiveram à frente do marcador duas vezes. Mas com um golaço de falta de Otero, os mineiros fizeram 4 a 3 (1.24) e fecharam a campanha na Série A na nona colação. A chama de esperança de ir à Copa Libertadores da América em 2018 segue acesa. Afinal, se o Flamengo conquistar a Sul-Americana, em decisão contra o Independiente (ARG), o G-8 vira G-9 – o Vasco também passaria à fase de grupos da Libertadores. Portanto, o lado alvinegro de Belo Horizonte se vestirá de rubro-negro.

O DESESPERO DOS REBAIXADOS: AVAÍ E CORITIBA NA SÉRIE B EM 2018

Entre as equipes que ainda lutavam pela permanência na primeira divisão, a situação mais complicada era a do Avaí, que precisava vencer o Santos, na Via Belmiro, e torcer por tropeços de dois dos três times que estavam acima na classificação. No fim das contas, o empate em 1 a 1 com o Peixe (3.63) decretou a queda do Leão da Ressacada, que terminou o Brasileirão na 18ª colocação.

Já o Sport foi mais astuto. Além de bater o Corinthians, no Recife, por 1 a 0 (1.38), o Rubro-Negro pernambucano foi agraciado com a ajuda providencial de Flamengo e Chapecoense. Com 45 pontos, o Leão da Ilha do Retiro ainda conta com a chance de retornar à Copa Sul-Americana, caso o Campeonato Brasileiro ainda tenha um G-9.

No sufoco, o Vitória, que levou sua torcida ao desespero, no Barradão, conseguiu se segurar na Série A, apesar da derrota de virada para o Fla por 2 a 1 (3.26) – com direito a gol de pênalti de Diego, aos 50 minutos do segundo tempo. Com o empate do Avaí e a derrota do Coritiba, os baianos respiraram aliviados.

Por fim, o Coxa caiu para a Segundona. Tivesse vencido o São Paulo, na rodada passada, em casa, os paranaenses já estariam livres da degola. Com a derrota para o Tricolor paulista, restou a necessidade de bater a Chapecoense (fora). Na condição de visitante, os comandados de Marcelo Oliveira foram castigados com um gol aos 49 minutos da etapa complementar, quando o empate era suficiente para evitar o Z-4. A derrota para a Chape proporcionou a cotação de 2.12, segundo o Oddsshark.com.

CONFIRA OS DEMAIS RESULTADOS DA 38ª RODADA DO BRASILEIRÃO:

Atlético-GO 1 x 1 Fluminense – empate (3.41)

(2.82) Atlético-PR 3 x 0 Palmeiras

São Paulo 1 x 1 Bahia – empate (3.86)

CLASSIFICAÇÃO FINAL DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 2017

1º Corinthians, 72 – Campeão + Copa Libertadores (fase de grupos)

2º Palmeiras, 63 – Copa Libertadores (fase de grupos)

3º Santos, 63 – Copa Libertadores (fase de grupos)

4º Grêmio, 62, – Copa Libertadores (fase de grupos)

5º Cruzeiro, 57 – Copa Libertadores (fase de grupos)

6º Flamengo, 56 – Copa Libertadores (fase de grupos)

7º Vasco, 56 – Pré-Libertadores

8º Chapecoense, 54 – Pré-Libertadores

9º Atlético-MG, 54 – Copa Sul-Americana

10º Botafogo, 53 – Copa Sul-Americana

11º Atlético-PR, 51 – Copa Sul-Americana

12º Bahia, 50 – Copa Sul-Americana

13º São Paulo, 50 – Copa Sul-Americana

14º Fluminense, 47 – Copa Sul-Americana

15º Sport, 45

16º Vitória, 43

17º Coritiba, 43 – Rebaixado

18º Avaí, 43 – Rebaixado

19º Ponte Preta, 39 – Rebaixado

20º Atlético-GO, 36 – Rebaixado



EDITOR - Paulo Rogério Veiga, comunicador esportivo, repórter, radialista e agente business de jogadores e treinadores. Contato 55+ (92) 99171-9226 vivo/watsap / 55+ (92) 98193-1304 tim/watsap. Email: pauloreporter@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Leia mais em sobre o editor clicando aqui.