Site www.sportsmanaus.com.br full screen background image

Chelsea quer levar torcedores antissemitas a campo de concentração nazista

32

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações do Por iG São Paulo

Por conta de práticas antissemitas cometidas por parte de sua torcida, diretoria do Chelsea quer aumentar punição e levar alguns a Auschwitz

Foto: Reprodução/Bloomberg

Chelsea deve tomar uma nova medida para combater o antissemitismo cometido por parte de seus torcedores. O dono do clube inglês, o russo Roman Abramovich, que é judeu, pensa em identificar os preconceituosos e fazer com que escolham entre perder o título de sócio ou viajar para Auschwitz, o mais conhecido campo de concentração nazista utilizado pela Alemanha liderada pelo ditador Adolf Hitler.

A diretoria do clube inglês diz que já pune torcedores que entoam cânticos antissemitas, mas que levar essas pessoas para um local onde muitas pessoas foram torturadas e mortas, caso do campo de concentração nazista de Auschwitz, como o próprio presidente dos Blues, Bruce Buck, explicou, pode criar uma conscientização maior.

– Se somente proibir as pessoas de não entrar no estádio, nunca irá se mudar o comportamento. Essa nova política dá a oportunidade para os torcedores vejam o que foi feito e que se comportem melhor – disse em entrevista ao jornal inglês The Sun .

– Anteriormente, nós puniríamos os torcedores por cerca de três anos. Agora, nós dizemos ‘você fez algo errado, mas tem opções. Podemos te banir ou você pode refletir sobre o que fez de errado – acrescentou.

Um dos casos mais “clássicos” de antissemitismo nos estádios praticado pela torcida dos Blues é quando o clube enfrenta o Tottenham. Parcela da torcida chama os rivais de “Yids” (em inglês), que é uma forma pejorativa de se dizer judeu. Um canto proferido ao atacante Álvaro Morata, com teor antissemita também pode ser ouvido em jogos em Stanford Bridge.

Esta não será a primeira vez que o Chelsea levará alguns torcedores ao campo de concentração nazista de Auschwitz. Em 2017, um grupo de pessoas que cometeram o mesmo ato preconceituoso foram levados ao local juntamente com representantes do clube londrino.



Paulo Rogério/sportsmanaus@gmail.com

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) / +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.