Site www.sportsmanaus.com.br full screen background image

Com arbitragem duvidosa, Manaus perde para Paysandu pela semi da Copa Verde, na Arena da Amazônia

187

Com um panorama de pelo menos três pênaltis duvidosos e inúmeros lances marcados equivocadamente, o Manaus perdeu para o Paysandu por 2 a 1, na partida de volta pela semifinal, da Copa Verde, na noite desta quarta-feira, 11/4, na Arena da Amazônia. O grande personagem do jogo foi a arbitragem do trio tocantinense, contestado pelos jogadores do time amazonense e do torcedor nas arquibancadas do estádio. Com resultado, o Papão chega mais uma vez na decisão e aguarda a definição, entre Atlético-ES e Luverdense-MT, na decisão da última vaga, que ocorre nesta quinta-feira, 12/4.

Agora, o Manaus tem pela frente outro grande desafio e o sonho dos considerados grandes clubes do futebol amazonense, que não conseguiram em outras edições, que é o acesso ao Brasileiro da Série C. O Gavião do Norte inicia sua caminhada na Série D, diante do Baré-RR, no dia 21 de abril, em Boa Vista.

Mesmo com resultado negativo e a chance de chegar em uma final histórica, o treinador Igor Cearense, disse ao SPORTSMANAUS, que o elenco está de parabéns pela luta dentro de campo para reverter o placar.

Igor esbraveja em uma marcação da arbitragem em campo (crédito: Paulo Rogério)

– Faltou os gols em campo, nós criamos muito, perdemos muitas chances. O time foi muito bem taticamente, obediente e tentamos fazer o melhor. O placar de 1 a 1 não classificava, tivemos que abrir um pouco, nós tentamos, a equipe criou, mas o time está de parabéns. O Manaus fez uma campanha bonita, o torcedor lotou o estádio, está de parabéns, o adversário é forte, teve o respeito pelo Manaus, pois quem viu sabe que jogamos de igual para igual. Pecamos algumas vezes na finalizações, mas caímos de pé e agora é pensar no Brasileiro da Série D.

Visivelmente irritado e inconformado com a derrota, o lateral esquerdo Negueba, mostrou toda sua indignação sobre a atuação da arbitragem. Para ele, o árbitro e seus assistentes tiveram uma atuação desastrosa.

– Nós lutamos muito, mas cara é uma safadeza o que a arbitragem fez com a gente. Forma três pênaltis e o cara não deu um e ainda anulou os três. Nosso time foi guerreiro, humilde e lutou até o final. Fomos merecedor diante do time do Paysandu, mas infelizmente aconteceu isso. Todos viram os três pênaltis, foi uma sacanagem o que essa arbitragem fez aqui.

Para o comandante do Paysandu, depois de perder o Parazão para o grande rival, o Clube do Remo, só restava se classificar para chegar na decisão da Copa Verde e tentar apagar a imagem deixada no último final de semana.

Treinador do Paysandu disse que o clube é time grande (crédito: Paulo Rogério)

– Foi bacana ter vencido, não apenas classificado, mas o gol do Magno no final, trouxe essa vitória. Sempre é bom vencer, agora é pensar na nossa estreia no Brasileiro da Série B. Essa vitória é apenas um afago para o nosso torcedor, mas a perda é significativa e não volta atrás e não tem como voltar. A classificação para final também é importante, o Paysandu é time grande e não é fácil disputar duas finais em tão pouco tempo. Fizemos um jogo tático, difícil e duro, mas foi importante classificar

Jogo

O jogo começou eletrizante e em alta velocidade, principalmente pelo Manaus, que só interessava apenas a vitória para chegar na grande final da Copa Verde.

Para complicar mais ainda a situação do Gavião do Norte, aos 14 minutos, tiro de canto pela direita, a bola é desviada por Paulão e na sobra Cassiano aproveitou a oportunidade para abrir o marcador, 1  a 0.

Após sofrer o gol e ficar mais ainda em desvantagem, o Manaus saiu ao ataque e chegou ao empate, aos 32 minutos. Pela direita Deurick avança e cruza na grande área para Rossini chegar de surpresa para empatar, 1 a 1.

Zagueiro do Papão faz a jogada em cima do Rossini (crédito: Paulo Rogério)

Aos 39 minutos, falta pela esquerda por Cleitinho na grande área e Derlan sobe mais alto que a zaga do Papão e quase marcou. Na sequência, do lado oposto, em cobrança de falta ensaiada entre Panda e Negueba, o jogador chuta forte, mas em cima do goleiro.

O Manaus começou o segundo tempo em alta sociedade. Aos quatro minutos, Negueba cobra falta pela direita e mais uma vez Derlan de cabeça tocou e o goleiro do Paysandu evitou o gol.

Até aos 15 minutos, o Manaus tentava chegar na zaga do Paysandu, mas não conseguia se infiltrar. Já o time paraense, esperava o adversário para sair no contra-ataque.

Aos 33 minutos, falta pela direita por Negueba na grande área e quase o Manaus  marcou o segundo gol.

Aos 44 minutos, o zagueiro Deurick saiu errado e deu um passe para o ataque do Paysandu, que no rebote Magno sofreu falta. Aos 48 minutos, depois de uma saída de bola do Paysandu pela esquerda, o zagueiro Derlan dá um pontapé e o árbitro expulsou o jogador do Manaus.

Aos 60 minutos, depois de uma contra-ataque pela esquerda, Magno ganhou na velocidade e marcou o gol da vitória, 2 a 1.

Ficha técnica: 

Jogo: Manaus 1×2 Paysandu

Motivo: Copa Verde / Semifinal /Jogo de volta

Horário: 20h

Local: Arena da Amazônia

Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)

Árbitros Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Cipriano da Silva Sousa (TO)

Renda:

Público:

Manaus:  Jonathan, Derlan, Paulão, Deurick, Negueba, Panda (Wander), Juninho (Thiago Granja), Cleitinho, Hamilton, Nena e Rossini (Romarinho). Técnico: Igor Cearense.

Paysandu: Renan Rocha, Matehus Silva (Perema), Diego Ivo, Edmar, Matheus Müller, Willyan (Douglas Mendes), Nando Carandina, Danilo Pires, Pedro Carmona, Moises e Cassiano (Magno). Técnico: Dado Cavalcanti.



Paulo Rogério/sportsmanaus@gmail.com

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) / +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.