SportsManaus
FUTEBOL FUTEBOL INTERNACIONAL

Com dois de Maycon, Corinthians vence Boca e vira líder do grupo na Libertadores

Da Redação do Sports Manaus, com informações da GAZETA ESPORTIVA – Marina Bufon – São Paulo,SP – 26-04-2022 23:23:56

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Corinthians entrou em campo com sua nova camisa da temporada 2022 e venceu o Boca Juniors por 2 a 0, na noite desta terça-feira, pela terceira rodada da Copa Libertadores, em uma Neo Química Arena com quase 45,5 mil pessoas. Com o resultado, construído com dois de Maycon, o Alvinegro, comandado nesta noite pelo auxiliar Filipe Almeida, assumiu a liderança do grupo E da competição.

O Timão começou o primeiro tempo totalmente ligado e abriu o marcador logo aos quatro minutos, com Maycon, após belo lance entre Renato Augusto e Fagner. Os 45 minutos seguiram com os brasileiros atacando e raras chances para o Boca. Vale mencionar que, em apenas cinco minutos, quatro jogadores corintianos foram amarelados.

Vale destacar que um torcedor do Boca Juniors foi detido pela Polícia Militar no intervalo da partida. O homem fez imitações de macaco para dois torcedores corintianos, que acompanharam a PM na detenção.

No retorno do intervalo, a equipe perdeu um pouco a intensidade, chegou a sofrer com os argentinos no campo de ataque, mas nada que levasse muito perigo. Em momento crucial da partida, no entanto, Maycon fez o segundo e sacramentou a vitória alvinegra.

O próximo compromisso do Corinthians será pelo Campeonato Brasileiro, já no domingo, contra o Fortaleza, às 16h (de Brasília), na Neo Química Arena. Pela Libertadores, o desafio será fora de casa, na quarta-feira que vem, contra o Deportivo Cali, às 21h (de Brasília).

O jogo –  O Corinthians começou a partida extremamente atento, com posse de bola e agressivo no campo de ataque. O prêmio veio aos quatro minutos, quando Fagner, após receber de Renato Augusto, cruzou certeiro para Maycon, na pequena área, que mandou de cabeça para o gol. Foi o primeiro tento do camisa 5 neste retorno à Itaquera.

Apesar de um chute a longa distância (e longe do gol de Cássio) de Vázquez, o jogo continou pendendo para o ataque corintiano. Aos dez minutos, Willian partiu pela esquerda e mandou para Fábio Santos, que foi cortado pela zaga. Pouco depois, Renato Augusto chutou de fora da área, mas a bola foi por cima do gol.

O Alvinegro tentou, pela esquerda, direita e pelo centro. Aos 16, novamente o camisa 10 partiu pela esquerda e cruzou, mas a zaga afastou. A bola sobrou para Adson, que chutou para a defesa de García. A chance mais clara do Boca surgiu aos 21, em contra-ataque, quando Medina cruzou para a pequena área, mas Vázquez não chegou a tempo.

Perto dos 30 minutos, Adson recebeu e passou para Fagner, que deu para Renato. O meia novamente arriscou chute para o gol, passando bem perto da trave, na parte de cima.

Na sequência, em apenas cinco minutos, Fagner, Renato Augusto, Du Queiroz e Raul Gustavo levaram cartões amarelos. Aos 44, após tabela entre Willian e Renato, Jô ganhou no corpo e, a bola sobrou para Adson, que correu para o gol, mas, na hora de chutar, acabou travado.

No retorno do intervalo, Róger Guedes e Mantuan entraram nos lugares de Jô e Adson. Apesar de uma investida pela esquerda dos argentinos, foi o Corinthians quem foi para o ataque, com Fagner passando para Renato, depois para Róger, mas, quando foi retornar para o volante, o camisa 8 não conseguiu chegar.

Os xeneizes voltaram mais soltos na segunda etapa, com um pouco mais de liberdade para chegar ao gol de Cássio, ainda que sem perigo. Depois de um lance no qual Renato parece ter “cansado”, acabou substituído por Paulinho. O Timão recuou um pouco a marcação e parecia dar campo para tentar um contra-ataque certeiro.

Aos 24 minutos, em belo lance pela direita em tabela entre Fagner e Mantuan, Paulinho cabeceou com perigo, mas a bola foi para fora. Zeballos, na sequência, chutou por cima do gol de Cássio. Em momento crucial do jogo, o contra-ataque que a equipe tanto esperava chegou.

Maycon disputou a bola no meio-campo, deu um chapéu e passou para Willian na esquerda. O jogador levou e deixou para Róger Guedes, que foi até a linha de fundo e cruzou para o camisa 5 estufar (com raiva!)  redes de García.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2 X 0 BOCA JUNIORS

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Data: 26 de abril de 2022 (terça-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Andrés Matonte (URU)
Assistentes: Richard Trinidad e Martín Soppi (URU)
GOLS: CORINTHIANS: Maycon, aos 4 minutos do primeiro tempo e aos 32 do segundo tempo
Cartões amarelos: Fagner, Renato Augusto, Du Queiroz, Raul Gustavo e João Victor (Corinthians); Medina, Benedetto, Fabra e Aranda (Boca Juniors)
Público: 44.449 pessoas
Renda: R$ 4.611.626,25

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, João Victor, Raul Gustavo e Fábio Santos; Du Queiroz (Cantillo), Maycon e Renato Augusto (Paulinho); Willian (Gustavo Silva), Adson (Mantuan) e Jô (Róger Guedes). Técnico: Filipe Almeida (auxiliar).

BOCA JUNIORS: Javier García; Luis Advincula, Carlos Zambrano, Gabriel Aranda, Frank Fabra; Cristian Medina (Zeballos), Pol Fernandez, Juan Ramirez (Varela); Oscar Romero; Eduardo Salvio e Luis Vázquez (Benedetto). Técnico: Sebastián Battaglia

 

 

Outras postagens...

Fortaleza bate o Alianza Lima e conquista primeira vitória de sua história na Libertadores

Paulo Rogério

Gabriel Jesus e mais três testam positivo para COVID-19 no Manchester City

Paulo Rogério

Em jogo de sete gols, Liverpool vence Leeds com hat-trick de Salah

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol