SportsManaus
FUTEBOL FUTEBOL NACIONAL SÉRIE B

Com golaços de joias da base, Vasco vence o Náutico e sobe na tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Da Redação do Sports Manaus, com informações – LANCE! – Felippe Rocha – 07/06/2022 – 21:27 – Recife (PE)

Cruz-Maltino foi vazado após cinco jogos, mas fez três gols pela primeira vez nesta edição da competição. Resultado levou o time à segunda posição na tabela de classificação

Foto: Daniel Ramalho/Vasco

Foi tranquilo quase que o tempo todo para o Vasco. Mas com sustos. Apesar de o jogo contra o Náutico, nesta terça-feira, ter começado com um atraso por motivo bizarro, na sequência houve golaços de joias da base e um domínio quase que total. O Timbu conseguiu reduzir, mas não teve força para evitar o 3 a 2 para o Cruz-Maltino, pela 11ª rodada da Série B do Brasileiro.

Figueiredo, Andrey, com verdadeiras pinturas, e Nene marcaram para o time visitante. Thassio e Jean Carlos descontaram. Com o resultado, a equipe comandada interinamente por Emílio Faro ao menos dorme na segunda posição, com 21 pontos. Já o Timbu segue no meio da tabela, com 12.

 

QUE JOGO?
O primeiro quarto de partida foi absolutamente lamentável. Tanto que os momentos de maior agito nada tiveram a ver com bola. O atraso bizarro do time da casa por falta de uniforme para iniciar a partida e o atendimento médico a um torcedor na arquibancada receberam os devidos destaques.

GOLAÇOS
Mas aos 24 minutos o jogo começou, de fato. Thassio tentou afastar, a bola bateu em Danilo Boza e foi por cima do gol do Náutico. Era o primeiro lance de perigo do jogo. E três minutos depois, Figueiredo repetiu força e distância do gol contra o Bahia. Desta vez, sem Nene ajeitar e com bola no ângulo. Placar aberto com golaço. E o domínio vascaíno seguiu. Aos 32, Nene cruzou fechado da direita e Lucas Perri afastou. Dez minutos depois, Andrey fez boa jogada, ainda no campo de defesa, avançou no campo, entrou na área, tabelou com Nene e finalizou sem chance para o goleiro. Outro belo gol do Vasco.

LÁ E CÁ
O segundo tempo começou com o Náutico animado. Após jogada pela direita, Jean Carlos recebeu na entrada da área, chutou forte e a bola foi por cima, aos três minutos. A resposta foi ao sete, quando o Timbu errou na saída de bola, Yuri deu o bote e passou para Gabriel Pec, que tocou para Getúlio, da marca do pênalti e com a bola quicando, chutar em cima do goleiro. E com 20 minutos, Jean Carlos teve outra chance. Nessa, Thiago Rodrigues defendeu.

EMOÇÃO ATÉ O FIM
O jogo parecia bastante controlado pelo Cruz-Maltino, que chegou a ter um gol anulado após revisão do VAR pouco antes. Mas o Náutico diminuiu o prejuízo. Pedro Vítor recebeu lançamento, chutou cruzado e o goleiro vascaíno pegou. No rebote, Thassio chutou, a bola desviou em Anderson Conceição e, desta vez, Thiago nada pôde fazer. Demorou cinco jogos mais o primeiro tempo e outros 23 minutos para Thiago Rodrigues voltar a ser vazado.

Tranquilidade, mas susto nos últimos minutos

Contudo, a relativa tranquilidade retornaria aos 31, quando Andrey lançou Figueiredo, que driblou o goleiro e passou para Nene. Com tranquilidade, o meia finalizou sem chance para os defensores posicionados em cima da linha. E ainda houve tempo para Jean Carlos, de pênalti, diminuir, no final dos acréscimos.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 2 X 3 VASCO

Data e hora: 7/6/2022, às 19h
Local: Estádio do Arruda, em Recife (PE)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA-SP)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)
Público presente: 6.104 presentes
Renda: R$ 108.582,00

Cartões Amarelos: Victor Ferraz, Franco, Jean Carlos e Robinho (NAU); Edimar, Andrey e Figueiredo (VAS)
Cartões Vermelhos: Não houve

Gols: Figueiredo (27’/1ºT 0-1), Andrey (42’/1ºT 0-2), Thassio (23’/2ºT 1 -2), Nene (31’/2ºT 1-3) e Jean Carlos (54’/2ºT 2-3)

NÁUTICO: Lucas Perri, Victor Ferraz, Wellington, Bruno Bispo e Thassio; Franco (Eduardo Teixeira, 28’/2ºT), Nascimento (Djavan, 18’/2ºT) e Jean Carlos; Ewandro (Amarildo, Intervalo), Léo Passos (Robinho, Intervalo) e Pedro Vitor – Técnico: Roberto Fernandes.

VASCO: Thiago Rodrigues, Gabriel Dias (Weverton, 27’/2ºT), Danilo Boza, Anderson Conceição e Edimar; Yuri Lara, Andrey Santos (Matheus Barbosa, 33’/2ºT) e Nene (Isaque, 43’/2ºT); Figueiredo, Getúlio (Zé Santos, 33’/2ºT) e Gabriel Pec (Bruno Nazário, 43’/2ºT) – Técnico: Emílio Faro.

 

Outras postagens...

Com gols de reforços, Atlético-MG derrota o Coimbra em reestreia de Cuca

Paulo Rogério

Na ‘estreia’ do VAR, Palmeiras perde pênalti, joga mal e empata com Bahia

Paulo Rogério

Eliminado, Fast Clube empata com São Raimundo-RR pela penúltima rodada da Série D

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol