full screen background image

Com homenagem a Juan, Flamengo bate a Chape e volta a vencer

13

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações da Gazeta Press – Rio de Janeiro, RJ

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Depois de um três jogos, o Flamengo voltou a vencer pelo Campeonato Brasileiro. Em partida disputada na noite deste sábado, no Maracanã, a equipe rubro-negra derrotou a Chapecoense por 2 a 0. O resultado fez o time da Gávea recuperar a terceira posição com 44 pontos ganhos. A Chapecoense segue na zona do rebaixamento com 22 pontos, na 19ª colocação. Os gols foram marcados por Renê e Diego, de pênalti, um em cada tempo.

O resultado refletiu o que as duas equipes produziram em campo. Mesmo sem ser brilhante, o Flamengo assumiu o controle da partida desde o primeiro minuto e teve seu desempenho premiado com os gols que definiram o resultado. A Chapecoense entrou em campo com o objetivo de apenas se defender e acabou não conseguindo cumprir bem a sua missão, mostrando uma defesa insegura e um ataque ineficiente.

Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o Vasco no Mané Garrincha, em Brasília; a Chapecoense vai receber o Inter na Arena Condá.

JOGO

O Flamengo partiu para o ataque assim que a partida foi iniciada, mas tomou um susto logo aos quatro minutos quando Leandro Pereira recebeu na área e chutou na rede, pelo lado de fora. O time carioca ficava mais tempo com a bola, mas encontrava dificuldades para furar o bloqueio da equipe catarinense. A melhor chance aconteceu aos dez minutos, quando Vitinho invadiu a área, mas caiu ao ser bloqueado pelo lateral Eduardo. O jogador rubro-negro pediu a marcação de pênalti, mas o árbitro nada viu de irregular no lance.

Aos 22 minutos, a equipe carioca criou a sua melhor oportunidade. Rodinei cruzou da direita e Diego completou, de bicicleta, mas a bola encobriu o travessão de Jandrei. O time dirigido por Mauricio Barbieri controlava as ações e, aos 29 minutos, Willian Arão aproveitou uma sobra na entrada da área e chutou forte para defesa segura de Jandrei. Aos 33 minutos, o técnico Guto Ferreira foi obrigado a queimar a primeira substituição. João Capixaba se lesionou e Marquinhos entrou em seu lugar.

A Chapecoense não conseguia sair da defesa e só apareceu na área carioca aos 37 minutos, quando Canteros bateu falta e Diego Alves defendeu com facilidade. O Flamengo marcou o primeiro gol aos 43 minutos. Diego dominou na entrada da área e tocou para Renê. O lateral esquerdo bateu colocado, de perna direita, e Jandrei não conseguiu chegar na bola. Nos acréscimos, Jandrei evitou o segundo gol ao defender conclusão de Diego que apanhou rebote do próprio goleiro após chute de Willian Arão.

A Chapecoense voltou para o segundo tempo com uma formação mais ofensiva e tentou pressionar o Flamengo, mas encontrava dificuldades para se aproximar do gol defendido por Diego Alves. Aos dez minutos, após cobrança de falta, a bola tocou na mão do atacante Leandro Pereira que havia recuado para ajudar na marcação e o árbitro assinalou pênalti a favor do Flamengo. Um minuto depois, Diego bateu com categoria e ampliou a vantagem da equipe carioca.Na comemoração, o meia rubro-negro mostrou para a torcida a camisa do zagueiro Juan que sofreu uma lesão grave e vai ficar afastado dos gramados por longo tempo.

Sem ter outra saída, a Chapecoense tentou partir para o ataque, mas encontrava grande dificuldade para furar o bloqueio armado pela equipe carioca que não permitia que Diego Alves fosse ameaçado. Só aos 31 minutos é que o goleiro do Flamengo apareceu bem no jogo ao defender um chute forte de Rafael Thyere que tinha endereço certo. Aos 34 minutos, Barbieri promoveu a entrada do atacante Berrio que não entrava em campo há dez meses por causa de uma grave lesão. Berrio entrou no lugar do apagado Uribe. Com a vitória garantida, o Flamengo apenas segurou a bola para passar o tempo diante de um adversário inteiramente batido e que se mostrava conformado com o resultado.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-RJ 2 X 0 CHAPECOENSE-SC

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 8 de setembro de 2018 (Sábado)
Horário: 21h(de Brasília)
Público: 28.983 pagantes
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Daniel Luis Marques (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

Cartões amarelos: Renê, Piris da Motta(Fla); Roberto, Marquinhos(Chape)

Gols:
FLAMENGO: Renê, aos 43 minutos do primeiro tempo; Diego, aos 11 minutos do segundo tempo

FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei(Pará), Léo Duarte, Réver e Renê; Piris da Motta, William Arão , Everton Ribeiro(Marlos Moreno) Diego e Vitinho; Uribe (Berrio)
Técnico: Maurício Barbieri

CHAPECOENSE: Jandrei, Eduardo, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Roberto; Amaral(Barreto), Márcio Araújo(Diego Torres), Canteros e João Capixaba(Marquinhos); Bruno Silva e Leandro Pereira
Técnico: Guto Ferreira



Paulo Rogério/sportsmanaus@gmail.com

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) / +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.