Com nome em homenagem ao goleiro da antiga URSS, Dassayeev é uma das atrações do Sul América para o AM

908

Foto: Reprodução 

O nome em si já é uma atração: Dassayeev da Silva, 25 anos. O jogador versátil, que atua de volante, meia e lateral, é natural do município de Iranduba (a 27 km da capital), mas pode ser também uma das grandes atrações do Sul América, no Campeonato Amazonense da Série A. Seu último clube foi ano passado, o Atlantis, na terceira divisão da Finlândia.  

Mesmo não sendo igual, o cognome é uma homenagem ao goleiro da antiga União Soviética, Rinat Dasayev, que jogou nas Copas do Mundo de 1982, 1986 e 1990. O ex-jogador, hoje aos 61 anos, é considerado um dos maiores futebolísticas de todos os tempos do país, ao lado do também lendário goleiro, Lev Yashin e o atacante ucraniano, Oleh Blokhin.

Dassayeev, iniciou sua carreira no Iranduba da Amazônia, sendo campeão da divisão de acesso. Ele aproveitou, para revelar ao SPORTSMANAUS, como surgiu seu nome, sendo muito diferente.

– Na realidade, meu pai tinha escolhido para meu irmão mais velho, mas ele já tinha um nome dado pelos meus avós, enfim, acabou sobrando para mim. Meu pai, ao me dar esse nome, ele não apenas conhecia a história, mas também admirava o goleiro da seleção da Rússia – explicou.

Segundo o jogador, ele só percebeu que tinha um nome diferente, quando começou a entender que se tratava de algo não muito comum, porém, nunca se importou muito com isso.

– Eu vim saber a origem do meu nome, já novo mesmo, porque meu pai demora para falar, mas eu achava legal, pois todo mundo comentava sobre esse assunto da história do nome. O fato de ter esse nome, não mudou muita coisa na minha vida – disse.

Segundo Dassayeev, a chance de jogar pelo Sulão não é muito pelo lado competitivo, mas uma maneira de ficar em atividade. Para ele, o futebol amazonense é muito complicado de ter uma sequência no profissional.

– Jogar no Sul América está sendo bom para mim, mas não olhando a competição em si, mas sim para manter minha forma, digamos assim. No Amazonas, é muito difícil o profissionalismo no ramo do futebol, por isso, pretendo voltar para Finlândia em forma e tentar um clube melhor – finalizou.



Paulo Rogério

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.