SportsManaus
LUTASOUTROS ESPORTES

Com Rafaela Silva, Brasil domina 1º dia do judô no Pan de Santiago

Da redação do Sports Manaus, com informações – Publicado em 28/10/2023 – 18:04 Por Lincoln Chaves – Repórter da EBC – Rio de Janeiro

País vai ao pódio com seis judocas, sendo quatro vezes no topo

Foto: © Lula Marques/ Agência Brasil

O Brasil abriu as disputas do judô nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, no Chile, com os seis atletas que foram ao tatame conquistando medalhas, sendo quatro douradas. Caras novas, como Aléxia Nascimento e Michel Augusto, e experientes, como Larissa Pimenta e a multicampeã Rafaela Silva, foram ao topo do pódio neste sábado (28), em que se celebra o Dia Internacional da modalidade.

A vitória de Rafaela teve gosto especial. Ela até tinha vencido a categoria até 57 quilos (kg) no Pan de Lima, no Peru, em 2019, mas teve a medalha cassada após ser pega no doping. Dona de dois títulos mundiais (2013 e 2022) e um olímpico (2016), essa carioca de 31 anos não demorou a aplicar dois wazaris (quando o atleta derruba o adversário de lado) e a derrotar a argentina Brisa Gómez, tornando-se a primeira judoca do país a ser campeã de tudo no esporte.

“Na primeira luta, veio um pouco da lembrança de 2019, então tive que segurar a emoção. Durante os últimos quatro anos eu pensei nesses Jogos de Santiago. Consegui me manter forte e focar no objetivo. Foram quatro jogos batendo na trave. Prata [2011], bronze [2015], o ouro retirado. Dezesseis anos depois, consigo esse ouro”, celebrou Rafaela, emocionada, ao falar para a assessoria do Time Brasil.

Aléxia

O primeiro ouro de sábado veio com Aléxia Nascimento, que venceu a mexicana Edna Carrillo na final da categoria até 48 kg. A sul-mato-grossense de 21 anos se credenciou à competição com o título do Pan Júnior de 2021, realizado em Cali, na Colômbia. O pódio ainda teve a pernambucana Amanda Lima, 24 anos, que garantiu o bronze ao derrotar a chilena Mary Dee Vargas.

Na sequência, Michel encarou o colombiano Johan Rojas na decisão do peso até 60 kg. O paulista de 18 anos chegou a ter com duas punições (shidos) por falta de combatividade, e uma de ser desclassificado, mas reagiu e pressionou o adversário. A vitória coube ao brasileiro.

Campeã no Pan de Lima, Larissa revalidou o título da categoria até 52 kg, ao vencer a mexicana Paulina Martinez na final. Assim como Michel, a paulista de 24 anos se beneficiou do acúmulo de punições da adversária para assegurar a vitória e o bicampeonato.

O paulista Willian Lima, de 23 anos, ainda garantiu o bronze na categoria até 66 kg. Na disputa pelo terceiro lugar, o brasileiro encaixou dois wazaris para vencer o peruano Juan Postigos. A medalha dele garantiu 100% de aproveitamento do judô brasileiro no primeiro dia da modalidade em Santiago.

O Brasil volta ao tatame de Santiago neste domingo (29), com mais seis judocas: Ketleyn Quadros (categoria até 63kg), Aléxia Castilhos, Luana Carvalho (ambas até 70kg), Daniel Cargnin, Gabriel Falcão (ambos até 73kg) e Guilherme Schimidt (até 81kg). As eliminatórias começam às 10h (horário de Brasília).

Edição: Kleber Sam

 

 

 

 

 

 

Outras postagens...

COB pune Wallace com 3 meses de suspensão por incitar crime nas redes

Paulo Rogério

Brasil bate Canadá, em Desafio Internacional feminino de Vôlei Sentado

Paulo Rogério

Rebeca Andrade conquista prata no Mundial de Ginástica Artística

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...