SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Com recurso do Fast, auditor do TJD concede efeito suspensivo e anula decisão da terceira comissão

Depois de ser punido com a perda de dois mandos de campo, três pontos e uma multa de R$ 1 mil, pela Terceira Comissão Disciplinar, do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD/AM), o Fast Clube conseguiu por meio de um efeito suspensivo, anular a decisão do julgamento, realizado na última segunda-feira (5/2).

De acordo com comunicado publicado nesta sexta-feira, 9/2, o auditor do Pleno do TJD, Dr. Jayme Pereira, decidiu aceitar o efeito suspensivo pelo Fast, de acordo com o CBJD 147-A. Em virtude disso, o recurso do Fast foi atendido em relação aos punições sofridas.

O auditor do pleno, Jayme Pereira, 41, responsável por julgar os recursos em face das decisões das comissões, entre outras atribuições, explicou sobre sua decisão ao aceitar o pedido do Tricolor de Aço.

– A perda de pontos e de mando de campo, sobretudo por duas partidas, tem a capacidade de interferir no resultado do campeonato, por isso, pode vir a causar prejuízo não apenas para a equipe punida quanto para as outras que estão disputando o certame. Daí a necessidade de suspender a pena em caso de recurso – explicou, mas ainda ressaltou ao SPORTSMANAUS.

– Os recursos voluntários ao Pleno do TJD, em regra só têm efeito devolutivo, mas sempre que houver perigo de prejuízo irreparável ou de difícil reparação em caso de cumprimento imediato da pena e verossimilhança nas alegações recursais. É possível ao relator do recurso conceder efeito suspensivo, para postergar a execução da decisão recorrida para momento posterior, que normalmente é, após o julgamento do recurso pelo Pleno.

Depois de analisar o pedido impetrado pelo Fast para tentar reverter a punição imposta pela terceira comissão do tribunal, o auditor, afirmou que ainda pode haver outra situação, mas andar do processo a partir de agora.

– Após a mudança regimental feita pela atual composição do tribunal, quando o relator conceder efeito suspensivo terá que levar o processo a julgamento na primeira sessão que ocorrer. Neste caso, a sessão de julgamento está marcada para o dia 26 deste mês. O relator pode excepcionalmente voltar atrás na concessão do efeito suspensivo, caso isso não ocorrer, a suspensão prevalecerá até o julgamento do recurso.

Confira o recurso do Fast no link abaixo:

DECISÃO DO EFEITO SUSPENSIVO TJD

Outras postagens...

Copa das Cachoeiras: equipes de RR, PA, Guiana Inglesa e Venezuela engrandecem evento no AM

Paulo Rogério

”Tudo é possível no futebol”, define técnico do JC sobre o jogo com Manaus, pelas quartas do estadual

Paulo Rogério

No primeiro jogo-treino, Fast vence Venalum e técnico analisa jogadores e esquema tático, na Venezuela

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol