SportsManaus
FUTEBOL FUTEBOL INTERNACIONAL

Comandado por Everton Ribeiro, Flamengo vence o Talleres (ARG) e segue invicto na Libertadores

Da Redação do Sports Manaus, com informações – LANCE! – Matheus Dantas – 12/04/2022 – 23:22 – Rio de Janeiro (RJ)

Com atuações destacadas do quarteto ofensivo, Flamengo venceu com tranquilidade o Talleres, no Maracanã, pela segunda rodada do Grupo H da Copa Libertadores

Foto: Marcelo Cortes / CRF

Atuando pela primeira vez no Maracanã nesta edição da Copa Libertadores, o Flamengo venceu o Talleres (ARG) por 3 a 1 nesta terça-feira, mantendo-se como líder isolado do Grupo H após duas rodadas. A apresentação teve como destaque o bom desempenho do quarteto ofensivo. Assim, coube a Gabigol, cobrando pênalti, e Everton Ribeiro, duas vezes, marcar os gols do confronto. Fértoli descontou para os argentinos, em chance rara no fim da primeira etapa.

Com a vitória no Maracanã, o Flamengo lidera o Grupo H de forma isolada, com seis pontos. A Universidad Católica – que venceu o Sporting Cristal nesta terça, em Santiago – e o Talleres somam três pontos e ocupam a segunda e a terceira posição da chave, respectivamente. A terceira rodada será disputada nos dias 26 e 28 de abril. Veja os confrontos e a classificação completa da Libertadores!

QUARTETO COMANDA O RITMO RUBRO-NEGRO

O domínio da partida, desde o apito inicial, foi do Flamengo, que contou com o quarteto ofensivo, formado por Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol, ditando o ritmo. Com boas trocas de posição, a equipe de Paulo Sousa não encontrou dificuldades para envolver a defesa do Talleres. Foi assim que, logo aos 10 minutos, em um lance envolvendo BH e Gabi, o uruguaio invadiu a área, “escondeu a bola” e foi derrubado. De pênalti, o camisa 9 abriu o placar.

Se não foi um Flamengo avassalador, foi uma equipe que apresentou uma segurança que até então não vinha tendo nesta temporada. Assim, com a posse de bola, logo surgiram mais oportunidades. Em avanço pela direita, Matheuzinho cruzou para Bruno Henrique, que cabeceou por cima, Minutos depois, o camisa 27 arrancou pela esquerda e tocou para o meio, buscando Arrascaeta, que não alcançou. Na entrada da área, Everton Ribeiro chutou de primeira, rasteiro e sem chances para o goleiro Herrera: 2 a 0 aos 26 minutos.

TALLERES APROVEITA ÚNICA CHANCE

Na primeira partida do Flamengo, pela Libertadores, no Maracanã, as atenções também estavam voltadas para Santos, que fez sua estreia como titular. A verdade é que o goleiro iria para o intervalo sem sujar o uniforme, mas a passividade da marcação de David Luiz, Willian Arão e Rodinei ofereceu ao Talleres chegar com facilidade, trocando passes, até a área. Então, quando Girotti tocou de calcanhar e Fértoli encheu o pé, o camisa 20 nada pôde fazer.

MAIS UM GOLAÇO E FESTA RUBRO-NEGRA!

De volta ao jogo após o golaço de Fértoli, o Talleres voltou querendo incomodar o Flamengo na etapa final. Santos, em finalização de Girotti, fez boa defesa logo aos dois minutos. O técnico Pedro Caixinha fez três substituições, mas viu, em seguida, mais uma boa jogada do ataque rubro-negro. Bruno Henrique deu ótima assistência para Everton Ribeiro, que invadiu a área e finalizou na saída do goleiro Herrera. Um golaço que deu tranquilidade à equipe de Paulo Sousa.

O segundo gol do camisa 7 – que encontrou muita liberdade no meio de campo – freou o ímpeto do Talleres, que, por conta das oportunidades perdidas pelo Flamengo, escapou de sofrer uma goleada nos minutos finais. Pedro teve duas chances assim que entrou. Na primeira, Herrera defendeu, O segundo chute saiu rente à trave – o que não impediu a festa da torcida até e após o apito final.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 3X1 TALLERES (ARG) – 1ª rodada do Grupo H da Libertadores

Data e horário: 12/04/2022, às 21h30 (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN)
Assistentes: Lubin Torrealba (VEN) e Alberto Ponte (VEN)
Renda/Público: R$ 2.427.420,00/  39.627 pagantes / 42.915 presentes

Gols: Gabigol (1-0, 10’/1ºT), Everton Ribeiro (2-0, 26’/1ºT), Feróli (2-1, 45’/1ºT) e Everton Ribeiro (3-1, 15’/2ºT)

Cartão amarelo: João Gomes, Filipe Luís, Gabigol e Thiago Maia (FLA); Rafael Pérez, Martino e Valoyes (TAL)
Cartão vermelho: Não houve.

FLAMENGO (Técnico: Paulo Sousa)

Santos; Willian Arão, David Luiz e Filipe Luís (Andreas Pereira, 18’/2ºT); Matheuzinho (Rodinei, 32’/1ºT), João Gomes, Thiago Maia (Léo Pereira, 18’/2ºT) e Everton Ribeiro; Arrascaeta, Bruno Henrique (Marinho, 32’/2ºT) e Gabigol (Pedro, 32’/2ºT)

TALLERES (Técnico: Pedro Caixinha)

Herrera; Catalán, Benavídez, Rafael Pérez e Enzo Díaz (Romero, 37’/2ºT); Villagra, I. Méndez e Esquivel (Valoyes, 8’/2ºT); Fértoli (Martino, 8’/2ºT), Oliva (Santos, 8’/2ºT) e Girotti.

 

Outras postagens...

Mesmo classificado, técnico do Castanhal-PA afirma sobre o Penarol: “Vamos jogar com o time titular”

Paulo Rogério

Para fazer história diante do Nacional, técnico do Iranduba alerta: “Somos uma equipe leve e rápida”

Paulo Rogério

Goleiro do Barcelona diz que atletas discutem independência da Catalunha: ‘É inevitável’

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol