Coordenador médico da CBF afirma que futebol não tem data para retorno e detalha como será a testagem

86

Da redação do Sports Manaus, com informações da GAZETA ESPORTIVA – São Paulo, SP

Foto: Divulgação/Lucas Figueiredo

Enquanto na Alemanha a bola está prestes a rolar após a paralisação por conta da pandemia do coronavírus, o futebol brasileiro ainda parece estar longe de seguir o mesmo caminho. Segundo o coordenador do protocolo nacional da CBF, Jorge Pagura, ainda não há uma previsão de quando pode ocorrer o retorno das competições nacionais e, quando isso acontecer, mudanças terão que ser feitas tanto nas arquibancadas quanto nos gramados.

“Não tem (previsão). A CBF, na figura do presidente Rogério Caboclo, respeita totalmente as decisões que vêm dos órgãos federal, estadual e municipal. Não vai mexer uma palha para forçar nada. Há um mês e meio que estou trabalhando nesse projeto, junto com médicos, epidemiologistas. Estamos totalmente prontos para voltar com a maior segurança dentro da sua atividade aqui no país. Quando o futebol fala todo mundo escuta. Nossa responsabilidade na execução do plano é muito grande”, disse em uma live no Instagram.

“O barulho do silêncio é a nova tônica que a gente vai ver no futebol. O abraço, a comemoração, ‘hoje tem gol do Gabigol’, dancinha… isso não vai existir. Quando liberarem as atividades não vai haver lugar mais seguro do que treino de futebol, jogo de futebol. As medidas que preparamos são altamente restritivas do ponto benéfico para a saúde de todos”, acrescentou.

Pagura ainda revelou como que deverá ser a testagem dos jogadores, para que não haja o risco de algum atleta entrar em campo infectado pela Covid-19. Conforme ele disse, o protocolo brasileiro terá que ser diferente do que será feito na Alemanha, por exemplo.

“Alemanha resolveu os problemas deles, mas não podemos nos comparar com eles, tem a diferença econômica. Mas vamos ter testagem sim, não podemos fazer teste de RT-PCR em cada um porque pode demorar, tem que esperar entre o 3º e o 7º dia, então teria que testar e isolar. Então vamos ter grande questionário clínico, testes rápidos e série de coisas. Dentro desse plano, qualquer sintoma vamos tratar como doente e daí vai para o RT-PCR. Mas uma coisa é analisar para 80 jogos. Outro, fazer em 380 jogos, que é só da Série A. E mais de mil em outras séries. É inviável RT-PCR para todos”, completou.

No Brasil, apenas Internacional, Grêmio e Cruzeiro voltaram as suas atividades em seus respectivos Centro de Treinamentos. O restante das equipes segue fazendo treinamentos virtuais.



Paulo Rogério

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.