SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

De olho na Copinha, Holanda vence Tarumã e conquista o Amazonense Sub-21

Visando à preparação para disputa da Copa São Paulo de 2019, o Holanda venceu o Tarumã por 3 a 1, e conquistou o Campeonato Amazonense Sub-21. A final foi realizada na noite desta quarta-feira, 12/12, no Estádio Ismael Benigno, a Colina, Zona Oeste da cidade. A competição ocorreu em um curto período, mas serviu para o time Laranja movimentar seus jogadores e definir o esquema tático.

De acordo com treinador do Holanda, Sérgio Duarte, o time foi diferente em relação ao jogo, mas destacou a importância de ter um banco de suplentes de qualidade para mudar o esquema. Para ele, o mais importante foi a chance do grupo jogar uma competição oficial, antes da Copinha.

– Foi importante essa competição, porque quem treina na base e tenho acompanhado isso, se participa de uma competição a nível nacional só treina, ou se joga amistosos e treina. Nós não temos competição, e se essa garotada tivesse uma vivencia maior de calendários de competições, o nível seria totalmente diferente. Agora, até nossa viagem vamos ficar correndo para realizar jogos de manter esse ritmo de competições. As equipes lá fora todas estão disputando, inclusive da nossa chave, antes de iniciar a Copa São Paulo.

Com passagem por Cliper e Fast Clube, o zagueiro Luan, foi um dos jogadores que marcou na final. Ele disse que participar da competição torna o elenco mais confiante e seguro da intenções.

– Essa competição valeu muito para nossa equipe se entrosar mais. Fizemos todos os trabalhos possíveis e fomos abençoados com esse título. Muitos falavam que nós iriamos jogar bem no estadual, mas quando chegasse na Copinha, só pegaria muita peia. Nosso trabalho está sendo bem desenvolvido e vamos fazer bons resultados. A nossa expectativa é grande, pois caímos em um grupo forte.

Há 19 anos trabalhando na base, mas com passagem por América-AM, Cliper Clube, Sul América e Libermorro, o comandante do Tarumã, Sirone Nascimento confessou que enfrentar o adversário é difícil, mas ainda sabendo que do outro lado foi formado uma verdadeira seleção local.

– Quando se diz que o Holanda é uma seleção, só engrandece minha equipe. Eles fizeram uma grande participação no campeonato, chegando na final, vencendo e empatando jogos difíceis. Sempre digo que esses garotos são patrimônio do clube, porque dá muito valor para base. O time não se desfaz da base, mas tem dirigentes de outros clubes que estão interessado em nossos jogadores – contou.

Outras postagens...

Mesmo em casa pelo Brasileiro Feminino, técnico do Tiradentes-PI alerta: “O JC é favorito”

Paulo Rogério

Pela Copa Verde, Fast Clube não resiste e é eliminado pelo Independente-PA

Paulo Rogério

“Temos um bom retrospecto em casa”, diz técnico do Moto Club sobre jogo com o Fast, pelo mata-mata da Série D

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol