Site www.sportsmanaus.com.br full screen background image

Em jogo de ‘compadres’, França e Dinamarca ficam no 0 a 0

99

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações do Jornal do Brasil – MARTHA ESTEVES

Foto: Getty Images

A França garantiu a primeira colocação do grupo C, nesta terça-feira em Moscou, depois de empate em 0 a 0 com a Dinamarca, que assegurou o segundo lugar e também vai disputar o mata-mata.

Foi o primeiro jogo sem gols na Copa do Mundo da Rússia. Os franceses já tinham carimbado a vaga nas oitavas e pouparam titulares, enquanto os dinamarqueses precisavam apenas de um empate para avançar.

No primeiro lance de perigo, Hernández invadiu a área pela esquerda e tabelou com Giroud. O lateral caiu na área e pediu pênalti, mas foi ignorado pelo árbitro brasileiro. Giroud ainda ficou com a sobra e obrigou a importante defesa de Schmeichel, que mandou para escanteio.

Enquanto o escanteio era batido, o VAR consultava as imagens do lance e dava o OK para seguir o jogo, depois de certo suspense. O jogo seguiu com domínio francês.

Na metade da primeira etapa, o jogo ficou sendo disputado no meio de campo, com muitos erros de passes e lançamentos diretos da defesa para o ataque de ambos os lados. 

Quase outra polêmica aos 29: num cruzamento da Dinamarca após contra-ataque pela esquerda, Eriksen chegou em velocidade para fazer o gol, mas Hernández  evitou. Teve dinamarquês pedindo pênalti, mas foi jogada legal.

Finalmente, aos 32, a França consegui uma boa jogada de ataque. Dembélé cortou a jogada e  Delaney e arriscou de fora da área. A bola passou bem perto da trave do goleiro Schmeichel, na primeira vez que um francês arriscou de longe com perigo.

No fim do primeiro tempo, o jogou melhorou um pouco, com os franceses se arriscando mais: finalizaram cinco vezes enquanto os dinamarqueses apenas uma tentativa de gol. A Dinamarca parecia satisfeita com o empate que lhe garantia vaga e se fechou para jogar apenas no contra-ataque.

As duas seleções foram pouco agressivas e não sem qualquer destaque entre seus principais jogadores, o dimarquês Eriksen e o francês Griezmann. Dembélé acabou sendo uma boa alternativa para os franceses nas jogadas de ataque pela direita, mas o time, estava muito desentrosado com os seis reservas em campo.

E no inicio do segundo tempo, Giroud caiu na área pedindo pênalti. Mas não colou, Sandro Meira Ricci apontou um puxão de Jorgensen na camisa do francês.

E aos 9, numa cobrança de falta da Dinamarca, Eriksen chutou direto pra o gol e Mandanda bateu roupa. Por pouco Cornelius não chegou a tempo de mandar para o gol, mas o goleiro francês se recuperou e ficou com a bola.

Quase na metade do segundo tempo e França só trocava passes no meio-campo, recebendo sonoras e merecidas vaias da torcida. Até que aos 25, Lemar trocou passes com Fekir, que arriscou de fora da área, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora, levantando a torcida francesa.

O jogo estava tão desanimado que aos 32, a torcida dinamarquesa puxou grito de olé enquanto sua seleção trocava passes desinteressados no meio-campo. E a partir dos 40 minutos, os torcedores, irritados com a passividade e o antijogo dos times, passaram a vaiar.

Dinamarca: Schmeichel, Kjaer, Christensen, M. Jorgensen, Dalsgaard e Delaney (Leranger); Eriksen, Stryger e Braithwaite; Cornelius (Dolberg), Sisto (Fischer) e Age Hareide.

França: Mandanda, Sidibé, Varane, Kimpembe, Lucas Hernández (Mendy) e Kanté, N’Zonzi, Dembélé (Mbappé), Griezmann (Fekir),  Lemar; Giroud.

Juiz: Sandro Meira Ricci (Brasil) 

Cartão amarelo:  M. Jorgensen 



Paulo Rogério/sportsmanaus@gmail.com

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) / +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.