full screen background image

Fast aproveita falhas do Rio Negro, vence e joga com Penarol a final do 1º turno do Amazonense

234

Aproveitando as falhas do adversário e sem apresentar um futebol convincente, mesmo assim o Fast Clube goleou o Rio Negro por 4 a 1, e garantiu vaga na final do primeiro turno, do Campeonato Amazonense da Série A. O jogo pela semifinal ocorreu na tarde deste domingo, 25/2, na Arena da Amazônia, em Manaus. Os gols do Tricolor de Aço foram de Pimenta, Ed Kleber e Jhorman (2).

Com resultado, Tricolor de Aço enfrenta o Penarol, que venceu o Manaus por 3 a 2, na quarta-feira, 28/2, às 16h (17h de Brasília), no Estádio Floro de Mendonça, na cidade de Itacoatiara (a 176 km da cidade). Pela melhor campanha na competição, o Leão da Velha Serpa joga com a vantagem do empate para consolidar o título do turno.

Feliz pelo resultado, segundo o treinador do Fast, Paulo Morgado, com time dando uma resposta aos que não acreditavam no elenco na competição, ele disse que foi justo a classificação. Para ele, o resultado serve como um “cala boca” aos críticos.

Morgado deu uma resposta aos críticos da equipe no final do jogo (crédito: Paulo Rogério)

– Foi uma partida muito nervosa, mas fomos superiores ao Rio Negro. É um resultado, parece que foi fácil, mas não é bem assim. O campeonato está muito nivelado por baixo em termos de qualidade, mas fomos superiores no segundo tempo. O Morgado não foi superior ao Lana, e nunca será superior, apenas mais inteligente. Aproveitamos as oportunidades, teve muita gente que criticou o Fast, porque fez uma pré-temporada na Venezuela, por ter jogadores venezuelanos, por ter um treinador português, um auxiliar chinês, enfim, o certo é que estamos na final com Penarol.

Um dos jogadores venezuelanos na equipe do Tricolor de Aço, o atacante Jhorman marcou dois gols na partida. Para ele, o resultado foi justo pelo esforço do grupo em campo.

– Estou muito feliz pelos gols. Nós que começamos nossa pré-temporada na Venezuela, seguimos trabalhando para jogar agora a final do campeonato. Tem partidas que estamos bem e outras nem tanto Jogamos com uma equipe contraria boa, muito bem posicionada, mas tratamos de jogar de maneira mais correta. Com isso, conseguimos o objetivo no segundo tempo.

Pimenta marcou um dos gols do Fast, mas protege a bola no ataque da equipe (crédito: Paulo Rogério)

O treinador do Rio Negro, Aderbal Lana, fez uma análise ao SPORTSMANAUS sobrea atuação da equipe, mas ficou irritado com erros cometidos em campo, sendo crucial para o placar final.

– O time rendeu, jogou um bom primeiro tempo, jogou 20 minutos bem, fez 1 a 0. Na desatenção na saída do gol, acabamos levando o empate, o time se perdeu, o sistema nervoso falou mais alto. Uma equipe que vem de um jogo cansativo, logicamente de mais idade, pesou bastante o gol que levamos, depois veio o desempate e a situação ficou incontrolável.

Jogo

O Fast começou tomando as ações em campo, mas isso mudou, e depois dos 15 minutos, o Rio Negro partiu para cima e chegou mais no ataque. O primeiro lance de perigo foi do Galo da Praça da Saudade. Aos 18 minutos, pela esquerda Leandro Silva cruza e Gleisson de cabeça quase marcou.

Visivelmente melhor em campo, o Galo chegava com frequência no ataque com perigo. Aos 26 minutos, falta pela esquerda com Du, que bateu no canto direito, mas o goleiro Labila defendeu.  Aos 33 minutos, mais uma chance de gol do Galo. Bola na área para Giovanni, que recebe, o goleiro abafa a jogada e evita o tento.

Jogadores do Fast (branco) aproveitaram as falhas do adversário para fazer o placar (crédito: Paulo Rogério)

O segundo tempo começou eletrizante e foi totalmente diferente. Com minuto, Jean Carlos pela direita chuta cruzado e o goleiro Labila falhou no lance, 1 a 0 para o Galo. Nem deu tempo para o time comemorar. Um minuto depois, falha da zaga, o atacante Pimenta chuta, o goleiro defende e no rebote o mesmo jogador empata, 1 a 1.

Na sequência, o Fast pressiona e consegue ao segundo gol. Aos nove minutos, pela esquerda bola lançada e Ed Kleber aproveita para tocar 2 a 1. Aos 20 minutos, o Tricolor de Aço chega ao terceiro gol. Jogada pela esquerda na grande área, o goleiro Pablo tira mal e a bola sobrou para Rodrigo Marajó, tocar para Jhorman finalizar, 3 a 1.

Aos 24 minutos, o Galo ataca pela direita com Caique. O jogador cruza na área e André Luís chega atrasado e perde o gol. Aos 27 minutos, o Rio Negro novamente buscando o gol. Pela direita Marquinhos cruza e Jean Carlos de cabeça marca, mas o assistente Abson Pantoja assinala impedimento.

Aos 33 minutos, Vitinho pela direita passa pelo zagueiro e cruza rasteiro para trás e encontra Jhorman marcar sozinho, 4 a 1. Aos 45 minutos, pela direita Caique cruza e Dalmo de cabeça quase marcou diminui para o Rio Negro, mas o goleiro do Fast defendeu.

Ficha técnica:

Jogo: Fast Clube 4×1 Rio Negro

Motivo: Campeonato Amazonense / 1º turno / Semifinal 

Local: Arena da Amazônia 

Horário: 16h

Renda: R$ 7.470,00

Público pagante: 635

Árbitro: Carlos Augusto de Souza

Árbitros assistentes: Ivo Fernando da Costa de Souza e Abson Pantoja de Barros

Fast Clube: Labila, Jamesson, Carlinhos Rocha, Navarro (Rene), Joel Clara, Dinamite (Vitinho), Ed Kleber, Júnior Canhoto, Pimenta (Jhorman), Willian Saro e Marajó.  Técnico: Paulo Morgado.

Rio Negro: Pablo, Jean Carlos (Dalmo), Leandro Mendes, Brendo, Leandro Silva, Ives, Giovanni, Caique, Du, Uander (Marquinhos) e Gleisson.  Técnico: Aderbal Lana.



Paulo Rogério/sportsmanaus@gmail.com

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) / +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.