Flu segura o Cruzeiro, mas esbarra na limitação do elenco para vencer

29

Da redação do SportsManaus, com informações do LANCE – Joel Silva – Rio de Janeiro (RJ

Desfalques fizeram muita falta ao Tricolor, que não conseguiu se impor na partida. Posse de bola e troca de passes não foram vistas durante os 90 minutos

FOTO: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C. 

No “jogo de seis pontos” Cruzeiro e Fluminense levaram um para a casa. A partida, nervosa desde o início, terminou em 0 a 0. Bom para o Tricolor, que com inúmeros desfalques, conseguiu segurar a pressão do time mineiro, que pressionou bastante, explorando justamente as ausências de Caio Henrique e Allan. A partida serviu de lição para Marcão, que terá que se reinventar para montar a equipe diante do Bahia, sábado, no Maracanã. Do jeito que o Tricolor jogou, vai ter problemas para vencer

SAUDADE

Como era esperado, Caio Henrique e Allan fizeram muita falta ao Fluminense. Líder em passes e em posse de bola do time, os jogadores desfalcaram o Tricolor por estarem com a Seleção Olímpica. Praticamente todas as jogadas passam por seus pés, principalmente nos do volante, de fato, o maestro da equipe. Seus substitutos, Orinho e Yuri, não desempenharam um bom papel, principalmente no aspecto ofensivo. Orinho sentiu ainda a falta de ritmo de jogo, já que não atuava por pelo menos um tempo, desde maio.

SEM PASSE, SEM POSSE

Mergulhado na zona de rebaixamento, o Cruzeiro, fazendo valer o seu mando de campo e o apoio do seu torcedor, fez muita marcação no seu campo ofensivo. O Fluminense, que costuma jogar com a bola no chão, teve muitas dificuldades para sair jogando, errando muitos passes e perdendo a posse de bola em muitos momentos. Ganso e Nenê bem que tentaram armar o jogo, mas para isso tiveram que recuar bastante, despovoando o campo ofensivo.  Esse cenário continuou até a metade do primeiro tempo.

PENSOU E MUDOU 

Com extrema dificuldade na saída de bola, já que Yuri não possui a qualidade no passe que Allan possui, Daniel, que costuma atuar mais adiantado, recuou para ajudar na transição ofensiva. A mudança de posicionamento fez o Fluminense melhorar na parte final da primeira etapa. Mesmo assim, foi pouco efetivo ao gol de Fábio, que pouco trabalhou durante o jogo. No entanto, vale ressaltar o entendimento da partida por parte do meia. 

REPETECO  

No segundo tempo o Cruzeiro continuou o ímpeto e a agressividade, principalmente na marcação. Muriel fez algumas boas defesas, porém o Fluminense não deu tantas oportunidades, se mostrando bem postado na defesa. No entanto, o clube mineiro chegou a abrir o placar com Fred, que comemorou o gol, porém a alegria durou pouco, já que o árbitro anulou, ao checar o VAR. Com Daniel cansado, não conseguindo dar o ritmo para a equipe sair do campo de defesa, o Fluminense praticamente não atacou.

SEM EFEITO

Com o Fluminense acuado, Marcão decidiu promover algumas mudanças. Primeiro sacou Daniel e colocou Dodi, que não jogava desde a vitória contra o Corinthians, em Brasília. A falta de ritmo, em um jogo quente, fez com que o volante não aparecesse na partida. Depois, o treinador colocou Igor Julião na vaga de Orinho, que já sentia o cansaço. O lateral, mesmo improvisado, melhorou a marcação pelo setor e se tornou uma boa válvula de escape. Por fim, já nos minutos finais, tirou Ganso e mandou a campo Ewandro. O atacante, quase três meses sem jogar, sequer tocou na bola. 



Paulo Rogério

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.