SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL NACIONALSÉRIE A

Gabigol encerra jejum, Flamengo vence o Coritiba pelo Brasileirão sob os olhares de Sampaoli e ameniza crise

Da redação Sports Manaus, com informações – LANCE! – Guilherme Xavier – 16/04/2023 – 17:59 – Rio de Janeiro (RJ

Rubro-Negro faz jogo seguro e derrota o Coxa por 3 a 0, neste domingo, no Maracanã

Foto: Marcelo Cortes / CRF

Flamengo venceu o Coritiba por 3 a 0, no Maracanã, e estreou com o pé direito no Campeonato Brasileiro. Ayrton Lucas, em bomba de fora da área, Gabigol, cobrando pênalti, e Pedro, de cavadinha, marcaram os gols do Rubro-Negro na partida. O camisa 10, inclusive, encerrou um jejum de 10 partidas sem marcar e celebrou bastante ao lado dos companheiros. A atuação do Fla foi vista de perto por Jorge Sampaoli, novo técnico do clube, que estava em um camarote no Maracanã.

Com a vitória, o Rubro-Negro terminará a primeira rodada na parte de cima da tabela, enquanto o Coritiba, na de baixo. O próximo compromisso do Flamengo no Brasileirão será no próximo domingo, diante do Internacional, no Beira-Rio, enquanto o Coxa receberá o Fortaleza no sábado, em Curitiba. 

CLIMA DE COBRANÇA

Antes do início da partida, a torcida do Flamengo fez diversas cobranças ao elenco. A Nação Rubro-Negra pediu respeito, comprometimento e disposição da equipe comandada por Mario Jorge. Os resultados não contribuíam, e o Clube da Gávea precisaria de uma grande exibição para começar a afastar a crise. Mesmo assim, quando o jogo começou, o clima foi de apoio, embora algumas situações tenham causado reclamações. 

QUE BOMBA, BEIJINHO

O Flamengo já começava a gostar do jogo, mas parecia inseguro, errando passes fáceis no campo de ataque. Quem não sentia a pressão da cobrança era Ayrton Lucas, que havia arriscado chute de fora da área para defesa de Gabriel. Na segunda tentativa, no entanto, o lateral esquerdo não perdoou: uma bomba no ângulo esquerdo da meta do Coritiba. Aos 11 minutos, o Rubro-Negro inaugurava o placar no Maracanã.

No restante do primeiro tempo, o Flamengo fez um jogo extremamente regular. O Coxa, por sua vez, chegou poucas vezes, sem causar perigo para Santos. Matheus França carimbou a trave, Gabigol teve excelente chance, enquanto Everton Ribeiro e Cebolinha obrigaram Gabriel a fazer boas intervenções. Os times foram para os vestiários com o jogo aberto, e o Rubro-Negro vencendo por 1 a 0.

FIM DO JEJUM

No segundo tempo, o Flamengo voltou pressionando e, logo aos dez minutos, conseguiu um pênalti. Wesley fez boa jogada pela direira e serviu Gerson, que driblou e foi derrubado dentro da área. Depois de dez jogos sem marcar, Gabigol foi para a bola e não desperdiçou. Fim do jejum do atacante, que foi muito celebrado pelos companheiros no gramado do Maracanã. Clima de festa, também, com a torcida presente no estádio.

RETORNO AGUARDADO

Depois de fazer 2 a 0 e ganhar tranquilidade no jogo, Mario Jorge pensou em mexer no time e promoveu um retorno muito aguardado pela torcida rubro-negra. Bruno Henrique, após mais de 10 meses em recuperação por grave lesão no joelho, reestreou pela equipe principal. O camisa 27 disputou cerca de 20 minutos e foi muito celebrado pelos torcedores presentes no Maracanã.

PARA FECHAR COM CHAVE DE OURO

Preterido e irritado com a decisão de ficar no banco, Pedro respondeu na bola. O atacante entrou aos 30 minutos do segundo tempo e, depois de ter excelente chance de cabeça, que parou no goleiro Gabriel, ele não perdoou. Belo passe na frente e, de cavadinha, o camisa 9 deixou sua marca no Maracanã. A festa estava completa. 

CÉU PARA UNS, INFERNOS PARA OUTROS

O triunfo do Flamengo significou o fim de uma série de três derrotas consecutivas. Não poderia ter vindo em momento mais oportuno, com a presença de Jorge Sampaoli nas arquibancadas. O Coxa, por sua vez, acumula o sexto jogo sem conseguir vencer e terá a semana livre para trabalhar antes de voltar a campo. 

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 3 X 0 CORITIBA

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data e Hora: 16 de abril, às 16h
​Árbitro: Rodrigo Jose Pereira de Lima (PE)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP/FIFA) e Karla Cavalcanti de Santana (PE)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS/FIFA)
Público e renda: 42.848 presentes e R$ 2.457.155,00

Gols: Ayrton Lucas (FLA – 11’/1T), Gabi (FLA – 10’/2T) e Pedro (FLA – 49’/2T)

Cartão amarelo: Gabi (FLA), Marinho (FLA) e Fabrício Bruno (FLA); Júnior Urso (COR) e William Pottker (COR)
Cartão vermelho: Não houve.

FLAMENGO (Técnico: Mario Jorge)
Santos, Wesley, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Thiago Maia (Igor Jesus – 23’/2T), Gerson e Everton Ribeiro (Victor Hugo – 40’/2T); Cebolinha (Bruno Henrique – 23’/2T), Matheus França (Marinho – 30’/2T) e Gabi (Pedro – 30’/2T).

CORITIBA (Técnico: António Oliveira)
Gabriel Vasconcelos; Bruno Gomes (Andrey – 8’/2T), Natanael, Kuscevic, Jhon e Victor Luis (Jamerson – 25’/2T); Liziero (Zé Roberto – 25’/2T) e Júnior Urso; William Pottker (Kaio Cesar – 6’/2T), Rodrigo Pinho (Robson – 6’/2T) e Alef Manga.

 

Outras postagens...

No Princesa, Aderbal Lana já começou os trabalhos e diz: “Chance para jogadores do interior e alguns da cidade”

Paulo Rogério

“A importância do jogo em casa é enorme”, ressalta técnico do Operário-PR sobre o Manaus, pela Série C

Paulo Rogério

Com grande atuação de Raphael Veiga, Palmeiras vence Corinthians no Allianz Parque

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...