Grêmio domina o Botafogo, vence, se aproxima do G6 e eleva drama rival

75

Da redação do SportsManaus, com informações do LANCE – David Nascimento – Rio de Janeiro (RJ)

Gaúchos não tomam conhecimento dos cariocas e saem com a vitória por 3 a 0. Placar faz equipe seguir na luta por vaga na Libertadores, enquanto Alvinegro busca fugir da degola

Foto: Itamar Aguiar | Grêmio FBPA 

No primeiro jogo após a eliminação na Conmebol Libertadores, o Grêmio recebeu o Botafogo e mostrou não estar abatido ao não ter dificuldades para sair de campo com a vitória pelo Campeonato Brasileiro. O placar da tarde deste domingo, em Porto Alegre, foi de 3 a 0 – gols de Maicon, Thaciano e Everton Cebolinha -, mas o futebol jogado pelos comandados de Renato Gaúcho poderia ter rendido uma vitória mais elástica. Meus amigos, foi tanta, mas tanta pressão e domínio que os gaúchos colocaram no Alvinegro…

Com o resultado, o Grêmio chegou a 44 pontos, na sétima colocação no Campeonato Brasileiro. Por sua vez, o Botafogo permaneceu com 33, em 13º lugar, ainda na luta contra o rebaixamento, aumentando o seu drama nesta reta final de temporada. Ambas as equipes voltam a campo pela competição no meio de semana – enquanto na quarta-feira os gaúchos visitam o Vasco, os cariocas, na quinta, recebem o Cruzeiro.

PRESSÃO ATÉ O GOL
O Grêmio se lançou ao ataque, pressionando o Botafogo desde o primeiro apito do árbitro. Logo aos oito minutos, Léo Moura aproveitou boa jogada pela direita, cruzou, Diego Tardelli pegou a bola e cruzou novamente e Léo Moura mandou por cima, arrancando suspiros dos torcedores alvinegros. Três minutos mais tarde, o gol gremista foi marcado por Maicon. Joel Carli vacilou de maneira horrível no lance, que começou com lindo passe de Luciano para Maicon, livre, colocar o 1 a 0 no placar.

ANIMOU!
Depois do zero sair do placar, o Botafogo, com pouca criação, passou a aparecer mais em lances isolados, animando a partida. Aos 33 minutos, Victor Rangel quase empatou com um golaço de bicicleta. Diego Souza, aos 42, fez o goleiro Paulo Victor crescer com boa defesa. Antes do intervalo, deu tempo para o Grêmio acertar o travessão com Luciano, cobrando de maneira ímpar uma falta de maneira direta. Alberto Valentim teria muito para corrigir no vestiário.

NO 220
A conversa de Alberto Valentim no vestiário não adiantou de quase nada, com o Botafogo seguindo no 110, enquanto o Grêmio estava elétrico no 220. Logo aos três minutos, Everton mandou forte e obrigou o goleiro Gatito Fernández a fazer grande defesa. O arqueiro alvinegro salvou novamente aos 15, em tentativa de Matheus Henrique. Aos 25, porém, o goleiro não conseguiu evitar o 2 a 0 do Grêmio – em novo erro de Carli, Everton deixou Diego Tardelli livre, Gatito deu rebote e Thaciano estufou o gol.

PARA CONSAGRAR!
O Grêmio manteve o ritmo, não tirando o pé do acelerador e mantendo a pressão sobre o Botafogo até o fim. O Alvinegro, já atordoado, não encontrava forças para diminuir os espaços e buscar uma reação na reta final da partida. Os gaúchos conseguiram o 3 a 0 para consagrar a belíssima atuação aos 34 minutos, quando Everton Cebolinha aproveitou rebote após tentativa de Thaciano para confirmar a vitória. Justíssima, incontestável, mostrando o poder do Grêmio. Ao Botafogo, tem que trabalhar…

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 3 X 0 BOTAFOGO

Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data/hora: 27/10/2019, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR) – Nota LANCE!: 6,5 (foi bem em todos os quesitos do jogo)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Gramado: Bom
Público/renda: 7.608 pagantes/9.786 presentes/R$ 240.139,00
Cartões amarelos: Matheus Henrique, Pedro Geromel, Kannemann (GRE) e Cicero, Yuri (BOT)
Cartão vermelho: –

GOLS: Maicon 11’/1ºT (1-0), Thaciano 25’/2ºT (2-0) e Everton 34’/2ºT (3-0)

GRÊMIO: Paulo Victor, Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon (Romulo 29’/2ºT), Matheus Henrique e Luciano (Thaciano 20’/2ºT); Alisson (Pepê 16’/2ºT), Diego Tardelli, Everton. Técnico: Renato Gaúcho.

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Marcinho, Joel Carli, Gabriel e Yuri; Cícero, João Paulo e Diego Souza; Luiz Fernando (Rhuan 37’/2ºT), Victor Rangel (Alex Santana 16’/2ºT) e Leonardo Valencia (Igor Cássio 9’/2ºT). Técnico: Alberto Valentim.



Paulo Rogério

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.