‘Luz de alerta’ é ligada no Manaus FC

42

Da redação do Sports Manaus, com informações da Assessoria de Comunicação

Foto: Divulgação

A “luz de alerta” foi ligada no Manaus FC. Com a paralisação das atividades do futebol, por conta da pandemia causada pela Covid-19, o clube entra o mês de junho precisando encontrar alternativas para não fechar no “vermelho”. O Gavião do Norte já havia realizado corte de 50% nos salários dos colaboradores, medida que só conseguiu suportar as contas de abril e maio. A luta agora é para não entrar numa situação financeira crítica, uma vez que não há uma data prevista para o retorno do futebol.

O presidente do Manaus, Luís Mitoso explica as dificuldades para conseguir fechar o caixa. “Já imaginamos que a paralisação vai avançar mais dois meses: junho e julho, e o provisionamento para assegurar este período nós não temos, porque não estava previsto, ninguém poderia contar que uma pandemia fosse acontecer”, revela.

No planejamento para 2020, o clube contava principalmente com as receitas de bilheteria, agora, em uma nova divisão do futebol brasileiro, com muito mais visibilidade.

“O plano orçamentário que o Manaus tinha realizado lá no início do ano para as competições de 2020, contava com o recebimento de rendas dos estádios. Rendas de pelo menos nove jogos na Arena da Amazônia pelo Campeonato Brasileiro. Em nosso planejamento imaginávamos receber entre R$ 1 milhão, R$ 1,2 milhão em rendas e isso caiu por terra no orçamento do clube. E onde vamos buscar esse R$ 1,2 milhão?”, questiona o mandatário, lembrando que quando os jogos retornarem ainda serão realizados com portões fechados.

“Tivemos a redução e até a suspensão de vários patrocinadores, então vamos ter que rever todas as situações a partir deste mês. Vamos ter que fazer uma nova conversa com todos os nossos colaboradores, com todos os nossos patrocinadores para que a gente ache uma saída para que possamos continuar com o sonho de subir para a Série B”, diz Mitoso.

De acordo com o presidente, os clubes integrantes da Série C participaram de uma reunião na última terça-feira (2), para tratar sobre as possibilidades de retorno das atividades. “Estamos esperando que a CBF sinalize o possível retorno, uma data, o que é complicado por conta de cada estado brasileiro ter uma situação diferente. Manaus está na curva descendente e outros Estados estão na curva ascendente relação a COVID-19, enfim, não é tão fácil decidir quando começar os campeonatos brasileiros. Mas nós, dos clubes da Série C, estamos fazendo reuniões também, estamos em contato pelas redes sociais, estamos juntos e coesos para buscar o início do Campeonato Brasileiro da forma mais segura possível”, finalizou.



Paulo Rogério

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.