SportsManaus
NOTÍCIAS

Max Verstappen supera Charles Leclerc no fim e vence o GP da Arábia Saudita

Da Redação do Sports Manaus, com informações – https://www.band.uol.com.br/ – Fórmula 1

Holandês da Red Bull se valeu de estratégia nas últimas voltas para pressionar a Ferrari

Foto: Twitter / Fórmula 1

Max Verstappen venceu neste domingo (27) o Grande Prêmio da Arábia Saudita, a segunda etapa da temporada 2022 da Fórmula 1. Quarto colocado no grid, o holandês da Red Bull se aproveitou de uma corrida segura e de uma estratégia certeira para levar a melhor em Jidá.

Charles Leclerc e Carlos Sainz, ambos da Ferrari, completaram o pódio, respectivamente na segunda e na terceira posições. Pole, Sergio Pérez foi o quarto colocado.

Completando a zona de pontuação, George Russell foi o quinto colocado, com Esteban Ocon em sexto e Lando Norris em sétimo – o francês ganhou a posição já na reta de chegada e chegou 0s107 à frente do rival da McLaren. Pierre Gasly foi oitavo, Kevin Magnussen foi o nono e Lewis Hamilton foi o décimo.

Líder durante boa parte da prova, Charles Leclerc lidera o Mundial, com 45 pontos – Carlos Sainz tem 33, enquanto Max Verstappen Verstappen tem 25. George Russell é o quarto com 22, Lewis Hamilton é o quinto com 16, Esteban Ocon é sexto com 14 e Sergio Pérez é o sétimo com 12 pontos – mesma pontuação de Kevin Magnussen, o oitavo.

A segunda etapa da temporada 2022 foi novamente atração na tela da Band, com narração de Sérgio Maurício, comentários de Reginaldo Leme, Mariana Becker e Felipe Giaffone, e reportagem de Felipe Kieling direto de Jidá. Uma transmissão que fez o fã da F1 não perder nenhum detalhe, desde antes da largada até o fim da festa do pódio.

Confira os principais destaques da prova:

1. Verstappen ganha posição em largada conservadora

A largada da prova foi tranquila. Pérez defendeu a primeira posição e manteve Leclerc em segundo. Verstappen, quarto no grid, se saiu bem e tomou o terceiro lugar de Sainz.

Na parte de trás, Guanyu Zhou teve problemas com a embreagem de sua Alfa Romeo e caiu do 12º para o 17º lugar. Hamilton, que seria originalmente o 16º no grid, largou do 15º lugar após a ausência de Mick Schumacher e terminou a primeira volta em 14º.

2. Briga da Alpine embola pelotá intermediário

As primeiras voltas foram de disputa interna da Alpine. Alonso demorou, mas tomou a sexta posição de Ocon na sétima volta. O francês tentou devolver a ultrapassagem na volta seguinte, mas saiu da pista para ultrapassar e teve que ceder o posto.

Com a confusão, a concorrência se aproximou. Valtteri Bottas, oitavo, e Kevin Magnussen, nono, encostaram na dupla. De volta ao sétimo lugar, Ocon precisou se virar para segurar a Alfa Romeo de Bottas.

3. Acidente de Latifi acelera trocas

Pérez parou na volta 16, quando liderava, para trocar pneus. Fez a troca em 2s9 e voltou em quinto lugar, com Leclerc na liderança. No entanto, um acidente com a Williams de Nicholas Latifi pouco depois provocou a entrada do safety car e bagunçou as estratégias.

Leclerc, Sainz e Verstappen pararam já na volta 17 – o monegasco da Ferrari voltou em primeiro, com Verstappen em segundo e Pérez em terceiro, à frente de Sainz. O espanhol reclamou de ter sido espremido pelo mexicano na saída dos boxes.

Na volta 21, com a relargada, Leclerc segurou Verstappen, e Pérez devolveu a terceira posição a Sainz. Russell e Magnussen vinham logo atrás, completando as seis primeiras posições.

4. Combo de abandonos

Entre as voltas 36 e 38, a etapa viu uma série de abandonos em pouco tempo. Primeiro, a Alpine de Fernando Alonso perdeu potência quando ele disputava a sétima posição com Kevin Magnussen. Depois, foi a vez da McLaren de Daniel Ricciardo, que parou na entrada dos boxes. Por fim, Valtteri Bottas entrou nos boxes e recolheu a Alfa Romeo.

Como os carros de Ricciardo e Alonso pararam na entrada dos boxes, a organização fechou o acesso ao pitlane e anunciou um safety car virtual. A bandeira verde só foi dada na volta 41, liberando a entrada dos pilotos para eventuais trocas. Hamilton, que era sexto, trocou pneus e voltou em 11º.

5. Verstappen leva a melhor no fim

Max Verstappen e a Red Bull haviam decidido atacar no fim da corrida – e cumpriram a promessa.

Na volta 42, Verstappen passou Leclerc e assumiu a liderança, mas tomou o troco pouco depois. O monegasco levou a melhor e abriu vantagem. Na segunda tentativa, no fim da volta 43, os dois seguraram as freadas, e de novo o piloto da Ferrari saiu à frente.

De tanto pressionar, Verstappen finalmente acertou o timing da manobra e tomou a liderança na abertura da volta 47. Leclerc então passou a ter uma missão: manter-se perto e tentar abrir a asa para devolver o bote. O monegasco tentou, mas não conseguiu se aproximar o rival.

Confira a classificação final do GP da Arábia Saudita de 2022

  1. Max Verstappen (HOL/Red Bull RBTP: 50 voltas
  2. Charles Leclerc (MON/Ferrari): +0s549
  3. Carlos Sainz (ESP/Ferrari): +8s097
  4. Sergio Pérez (MEX/Red Bull RBPT): +10s800
  5. George Russell (GBR/Mercedes): +32s732
  6. Esteban Ocon (FRA/Alpine Renault): +56s017
  7. Lando Norris (GBR/McLaren Mercedes): +56s124
  8. Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri RBPT): +1min02s946
  9. Kevin Magnussen (DIN/Haas Ferrair): +1min04s308
  10. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes): +1min13s948
  11. Guanyu Zhou (CHN/Alfa Romeo Ferrari): 1min22s215
  12. Nico Hulkenberg (ALE/Aston Martin Mercedes): 1min31s742
  13. Lance Stroll (CAN/Aston Martin Mercedes): +1 volta
  14. Alexander Albon (TAI/Williams Mercedes): Não completou
  15. Valtteri Bottas (FIN/Alfa Romeo Ferrari): Não completou
  16. Fernando Alonso (ESP/Alpine Renault): Não completou
  17. Daniel Ricciardo (AUS/McLaren Mercedes): Não completou
  18. Nicholas Latifi (CAN/Williams Mercedes): Não completou
  19. Yuki Tsunoda (JAP/AlphaTauri RBPT): Não largou

Piloto do dia: Charles Leclerc

O monegasco da Ferrari ganhou a votação popular. Líder durante boa parte da corrida e primeiro colocado no Mundial de pilotos, Leclerc foi também escolhido pelo público o piloto do dia.

E quando é a próxima etapa?

A Fórmula 1 retorna entre os dias 8 e 10 de abril, com o Grande Prêmio da Austrália, em Melbourne. Tudo, mais uma vez, com cobertura completa do Grupo Bandeirantes de Comunicação.

 

Outras postagens...

Liga e Comitê de Clubes fecham acordo de suporte logístico para NBB

Paulo Rogério

Corinthians Mogi renova parcerias e cresce em visibilidade nacional

Paulo Rogério

Verstappen ultrapassa Leclerc no fim para encerrar domínio da Mercedes e vencer na Áustria

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol