full screen background image

Mesmo com domínio em campo, Nacional-AM perde para São Raimundo-PA e se complica na Série D

96

Mesmo com domínio da partida em alguns momentos, mas com falta de finalização, o Nacional perdeu para o São Raimundo-PA por 1 a 0, pela terceira rodada, do Campeonato Brasileiro da Série D. Com resultado, o Naça caiu para última posição do grupo A3, com três pontos, sofreu sua primeira derrota em casa e a segunda consecutiva na competição. A partida foi realizada na tarde deste domingo, 6/5, na Arena da Amazônia, em Manaus.

Pelo returno dentro do grupo, o Nacional encara novamente o São Raimundo, mas jogando fora de casa e precisando apenas e somente da vitória para pensar na classificação. Já o time do Pantera Negra venceu a primeira na Série D, pulou para segunda posição, com quatro pontos. O jogo será no próximo domingo, 13/5, às 16h (17h de Brasília), no Colosso do Tapajós, na cidade de Santarém, no interior do Pará.

De acordo com treinador do Nacional, Lecheva, a equipe conseguiu dominar a partida, mas pecou na hora das finalizações, porém, em apenas uma jogada do adversário conseguiu marcar. Para ele, o resultado foi péssimo, mas acredita que esse retrospecto não vem agora, mas algum tempo.

Lecheva disse que Nacional dominou, mas vacilou na unica jogada que sofreu o gol (crédito: Paulo Rogério)

– O nosso trabalho é criar, nós trabalhamos a finalização, mas na hora é o momento do atleta no lance. O goleiro teve muito bem em algumas bolas, mas em outras faltou um pouco de calma, de tranquilidade, talvez até pela sobrecarga do estadual que fez mal há alguns atletas, ficam ansiosos na hora de finalizar. Essa hostilidade da torcida não ajuda, isso é fato, mas nós sabemos que essa cobrança não é de hoje. A torcida está impaciente e descontente com o time não desses jogos da Série D, mas vem do campeonato – disse ao SPORTSMANAUS.

No final do primeiro tempo, depois de aproveitar um cruzamento pela direita, atacante Marcelo, apesar da estatura baixa, conseguiu superar o setor defensivo para cabecear na pequena área e marcar o gol do São Raimundo. Para ele, o resultado foi importante para deixar a equipe em condições de buscar a classificação.

– viemos para esse jogo e sabíamos que seria difícil de joga fora de casa. Conseguimos um gol, colocar nossa marcação, por pouco não conseguimos fazer outro gol. Agora é levantar a cabeça, porque entramos na briga pela vaga no grupo. Temos dois jogos em casa, com apoio do nosso torcedor esperamos fazer o nosso melhor. Essa primeira fase da Série D, de tiro curto, não podemos vacilar, porque podemos ficar fora.

Jogo

O pequeno atacante Marcelo conseguiu cabecear para marcar o gol do São Raimundo (crédito: Paulo Rogério)

A partida começou muito estudada de ambos os lados, principalmente pelo São Raimundo que procurava tocar a bola para encontrar o momento certo para chegar no ataque.

Aos sete minutos, o Naça leva perigo, depois de uma falta cobrada por Sousa pela esquerda, a bola passou na grande área e ninguém tocou para marcar. Aos 11 minutos, nova cobrança de falta pela esquerda com Sousa, que bateu e Danilo Galvão de cabeça quase marcou, mas o goleiro do Pantera Negra defendeu.

Com passar do tempo, o Nacional começou a dominar a partida. Aos 23 minutos, Jailton recebe pela direita e chuta cruzado no canto direito do goleiro com perigo.  Depois de algum tempo, aos 30 minutos, o São Raimundo, chegou com Leonardo pela esquerda, que chutou fraco no canto esquerdo da meta.

Aos 37 minutos, o Pantera chegou com muito perigo pela direita, depois do passe de Alan para Marcelo, que bateu cruzado e quase marcou no canto direto do goleiro Marcelo Valverde. Aos 46 minutos, o Pantera subiu pela direita com Vinícius, que cruzou na pequena área, Marcelo tocou de cabeça e a bola bateu no travessão e entrou, 1 a 0.

Goleiro do Pantera tirando o perigo da grande área no ataque do Naça (crédito: Paulo Rogério)

Com placar desfavorável, o treinador do Lecheva promoveu duas mudanças, colocando Zé Antônio, na zaga e Raylson, no meio-campo. Com as mudanças, o time teve uma melhora em campo.

Com um minuto, Zé Antônio cobra falta e o goleiro do São Raimundo evita o tento no ângulo direito. Aos sete minutos, nova chance no ataque com Raylson, que entrou na área e chutou, mas o goleiro fechou a meta e evitou o gol.

Aos 12 minutos, Charles recebe pela esquerda, corta para direita e chuta no canto esquerdo e quase marcou o gol do empate pelo Naça. No contra-ataque, o São Raimundo, aos 15 minutos, quase saiu o segundo gol. Pela esquerda, Marcelo recebe a bola em velocidade e chuta me cima do goleiro, perdendo a chance de gol.

Aos 28 minutos, pela direita tabela de Danilo Galvão e Charles, que bate no canto esquerdo e o goleiro toca para salvar o gol do Naça. Aos 48 minutos, pela direita Jeová cruza para Herbert, mas perdeu sozinho a chance do segundo gol do Pantera.

Ficha técnica: 

Jogo: Nacional 0x1 São Raimundo-PA

Motivo: Brasileiro da Série D/ 3ª rodada

Horário: 16h

Local: Arena da Amazônia 

Árbitro: Léo Simão Holanda (CE)

Árbitros Assistentes: Anderson Moreira de Farias e Jailson Albano da Silva (CE)

Renda: R$ 9.135,00

Público: 957

Nacional: Marcelo Valverde, Pedro Balu, Guigui (Zé Antônio), Jeferson Siqueira, Sousa, Denis Pedra (Raylson), Michel, Ives, Jailton (Wallace), Danilo Galvão e Charles. Técnico: Lecheva.

São Raimundo: Jader, Alan, Guilherme, Sandro Guimarães, Leonardo (Mauryan), Romário, Jeová, Keomá, Kleyton (Ciro), Marcelo e Vinicius (Herbert). Técnico: Vladimir.



EDITOR - Paulo Rogério Veiga, comunicador esportivo, repórter, radialista e agente business de jogadores e treinadores. Contato 55+ (92) 99171-9226 vivo/watsap / 55+ (92) 98193-1304 tim/watsap. Email: pauloreporter@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Leia mais em sobre o editor clicando aqui.