SportsManaus
NOTÍCIAS

“Não está garantida nossa vaga”, disse técnico do Altos-PI sobre jogo com Nacional pela Série D, em Manaus

Foto: Luis Júnior/Altos

Depois de um resultado altamente favorável por 3 a 0 diante do Nacional-AM, pela primeira partida da segunda fase do Brasileiro da Série D, a Associação Atlética de Altos-PI pode até perder de dois gols, que ainda consegue a vaga ou até de três, mas nesse caso vai decidir sua passagem na próxima fase na cobrança de penalidades. A equipe entra na reta final de preparação para jogo decisivo com Nacional, no domingo, 10/6, às 16h (17h de Brasília), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, Zona Oeste da capital.

Com passagem por várias equipes do futebol brasileiro como Santa Cruz, Remo, Sampaio Correia, América-RN, River-PI, Icasa-CE, entre outros clubes, o treinador Oliveira dos Santos Lopes, 52 anos, conhecido como Oliveira Canindé, afirmou ao SPORTSMANAUS, que o resultado na primeira partida não foi tão fácil assim.

– O Nacional é uma boa equipe, o resultado de 3 a 0 não fala o que foi o jogo. Tivemos algumas oportunidades, mas o Nacional mostrou que é competente, colocava a bola no chão mesmo com dificuldades chegando em algumas vezes e criando dificuldades para nós. A decisão será aí em Manaus, respeitando claro o adversário, temos uma vantagem, mas não está garantido ainda nossa vaga. Espero que possamos confirmar nesse jogo de volta – salientou.

Canindé Oliveira prepara o time para jogo decisivo em Manaus (crédito: Luis Júnior/Altos)

Sobre os problemas enfrentados pelo elenco do Naça com salários atrasados, o comandante do Jacaré disse que não é uma situação nova, pois isso é muito comum no futebol nacional, inclusive o clube passa por uma situação similar.

– Se os problemas internos contribuíram para o resultado, acredito que não, porque temos problemas internos. Não sei se vocês de Manaus acompanharam, mas o nosso presidente deu uma entrevista falando sobre o atraso de salários aqui no clube. Procuramos de todas as maneiras olhar para frente e fazer o melhor possível, porque o mais importante é o que vamos construir daqui para frente – concluiu.

Apesar da boa vantagem de jogar na capital amazonense, Canindé Oliveira, pela sua experiência no futebol, já passou por vários momentos que parecia algo impossível, mas no final se tornou realidade.

– Sobre a condição do Nacional reverter o resultado, tudo é possível. Quando estava no América-RN enfrentei o Fluminense e perdemos em casa de 3 a 0. Já no Rio de Janeiro, dentro do Maracanã conseguimos fazer cinco gols, vencendo por 5 a 2. Teve outras situações bem complicadas na minha vida. Vamos tomar todo cuidado possível para que esse tipo de situação não venha contra nós. Vamos ficar ligados, atentos no que pudermos para que isso não aconteça – alertou.

Pela primeira vez em Manaus, o treinador do Altos por pouco deixou de vir para comandar uma equipe do futebol amazonense. Segundo ele, seria bom se fosse concretizado essa chance de realizar um trabalho no futebol local.

– Cheguei a conversar recentemente com os dirigentes do Manaus, pois tem alguns atletas que trabalharam comigo e estão no time. Falei com presidente do clube sobre a possibilidade de trabalhar, mas não se concretizou. Depois disso, preferi ficar no futebol cearense. Acho que foi a única oportunidade, as outras vezes foi de passagem quando eu jogava pelo Ceara, na época quando fomos jogar contra o Rio Branco-AC, mas faz muito tempo isso. Essa foi a única vez que passei por Manaus.

Outras postagens...

Flamengo vence a Portuguesa e está na final da Copinha

Paulo Rogério

Ministério Público prepara carta à CBF para suspender o futebol no Brasil

Paulo Rogério

Com três argentinos e Tite, FIFA anuncia candidatos a melhor técnico do mundo

Paulo Rogério

1 comment

Daniel Sales junho 7, 2018 at 3:37 am

Boa matéria, Paulo

Reply

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol