“Nosso objetivo é a Série D”, afirma Wellington Fajardo no URT-MG, ex-técnico do Manaus

202

Foto: Portal Patos Hoje

Conhecido pelo trabalho realizado de tirar equipes em situações de dificuldades nas competições, o técnico Wellington Fajardo, ex-Manaus FC, iniciou seu novo projeto na União Recreativa dos Trabalhadores (URT), visando o Campeonato Mineiro da Série A. Vice-campeão brasileiro da Série D, em 2019, o treinador quer fazer a mesma história que realizou no Gavião do Norte, agora no time mineiro. Logo de cara, o primeiro adversário do URT será com o Atlético-MG, no dia 28 de fevereiro, no Mineirão.

Com passagem por Uberlândia, Tupi, Vila Nova, Patrocinense, Democrata, entre outras equipes, Wellington Fajardo, da cidade de Patos de Minas, disse que o estadual é um dos mais difíceis do futebol brasileiro, mas afirmou que a meta é retornar com o Trovão Azul no cenário nacional.

– O time hoje só tem o mineiro, mas o nosso primeiro objetivo é classificar para a Série D e quem sabe ficar entre os quatro semifinalistas do Campeonato Mineiro. A gente sabe que o estadual é muito difícil, sempre os três gigantes da capital são favoritos, como o Atlético, Cruzeiro e América, mas eu acho, com um trabalho que foi iniciado agora, a gente está com um grupo muito bom – explicou ao SPORTS MANAUS, mas ainda frisou.

– Começamos um trabalho bastante antecipado, desde outubro. A gente está atuando junto com a diretoria na montagem da equipe contratando os jogadores, de acordo com o modelo de jogo, apresentei como é a plataforma de jogo, que tipo de jogadores a gente entende que pode fazer tais funções, enfim, estamos seguindo a risco essa programação. A gente espera que possa dar o resultado esperado – finalizou Farjado.  

Experiência

De acordo com o comandante do URT, a trajetória quando estava no Manaus na Série D, ficando em segundo lugar, garantindo o acesso à Série C do ano passado, com 34 jogos, entre equipes locais e nacionais, foi uma experiencia muito importante na sua carreira.

– A campanha na Série D foi inédita para o Amazonas. Outro resultado bom, foi o time que vinha batendo na porta e não nunca tinha passado da primeira fase da Copa do Brasil, com a minha chegada conseguimos, além de outras conquistas. Acho que dificilmente um treinador consiga em tão pouco tempo tantos resultados positivos. Tenho muita experiencia em Minas Gerias com vários times e sempre estou voltando para fazer novo trabalho. A URT é a primeira vez, onde acredito que a campanha da Série D, foi muito importante para minha carreira, principalmente no sentido de conhecer novos atletas, onde tivemos a oportunidade de aumentar nosso repertorio, banco de dados e conhecer outro tipo de futebol – contou, mas afirmou que não guarda qualquer ressentimento do Manaus.

– Foi um ano e meio de muito trabalho com muitos resultados positivos. O Manaus FC e o Wellington Fajardo foi um casamento perfeito, até onde durou e ninguém vai apagar o que aconteceu. Acho que quebrei muitos paradigmas em Manaus, quanto pude conseguir implantar uma filosofia muito profissional de trabalho, e não tenho nenhum ressentimento, só agradecimento pela oportunidade.  Agora vida que segue, torço para o Manaus estar melhorando no cenário nacional, onde dei minha contribuição, consegui colocar o time na Série C, que tem muita visibilidade. Tenho que alçar outros voos, o que aconteceu faz parte do futebol – reiterou.

Tristeza

Sobre a atual situação da capital amazonense com o agravamento a Covid-19 de mortes e infectados, Wellington Fajardo, afirmou que se apaixonou pelas pessoas e disse que sofre de longe com tudo isso, em razão da boa receptividade quando esteve na cidade.  

– Eu estou muito triste com essa situação, porque é como se fosse comigo tudo isso. Fiz muitos amigos em Manaus, e ainda tenho muitos contatos com pessoas que eu tive a oportunidade de conhecer. Fico preocupado com a situação que está acontecendo. A gente não tem muitas notícias de como estão as coisas do dia a dia, só através de jornais e o que passa aqui para o Sudeste são as piores noticiais possíveis. Agora o que faço é rezar, torcer para que as coisas aí em Manaus voltem ao normal, porque vocês não merecem estar passando por isso – lamentou.

 



I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.