SportsManaus
FUTEBOL FUTEBOL NACIONAL

Palmeiras atropela o São Paulo no Allianz, reverte desvantagem e conquista o Paulista

Da Redação do Sports Manaus, com informações – GAZETA ESPORTIVA – Marina Bufon e Pedro Nascimento – São Paulo, SP – 03-04-2022 17:55:08

Foto: Cesar Greco / Palmeiras 

Apoiado pela massa alviverde, o Palmeiras não tomou conhecimento do São Paulo e conquistou o Campeonato Paulista neste domingo. Depois de perder por 3 a 1 no Morumbi, o Verdão mostrou sua força e derrotou o rival por 4 a 0. Os gols da vitória foram marcados por Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga, duas vezes.

Foi a primeira vez na história do Estadual que um time revertou de forma direta uma derrota por dois gols de diferença na primeira partida da final.

Com a conquista deste domingo, o Palmeiras chegou ao seu 24º título do Paulista. É a quinta taça faturada por Abel Ferreira à frente do Verdão, entrando para a galeria ao lado das Libertadores de 2020 e 2021, da Copa do Brasil de 2020 e da Recopa de 2022.

O primeiro tempo foi amplamente dominado pelo Palmeiras. Sem sofrer na defesa, o time mandante impôs um ritmo forte desde o início, ganhando divididos e tendo volume ofensivo. O Verdão abriu o placar com Danilo, de cabeça, ampliando com Zé Rafael logo em seguida, em finalização na entrada da área. Claus foi à cabine duas vezes: para analisar um possível pênalti para o Palestra e uma possível falta na origem da jogada do segundo gol. Nas duas, manteve a decisão de campo.

O Allianz foi abaixo com menos de dois minutos da etapa final, quando Veiga marcou o terceiro após grande jogada de Dudu pela direita. A partir de então, o Palmeiras baixou seu bloco de marcação e o São Paulo teve mais posse de bola, mas os mandantes seguiram seguros na retaguarda. Ainda deu tempo de Veiga fazer o quarto, aproveitando bobeira da zaga do São Paulo.

Como o Allianz receberá o show da banda Maroon 5 na próxima terça, o setor Gol Norte teve restrições para a decisão, já que um grande palco foi erguido atrás da meta. 1.500 sócios Avanti puderam assistir à partida gratuitamente no local através de telões.

Primeiro tempo

O jogo começou tenso, com poucos espaços para os times jogarem. Logo aos sete minutos, Raphael Claus foi ao VAR conferir lance em que Eder teria bloqueado a bola com o braço. No entanto, o árbitro manteve a sua marcação de campo e não assinalou o pênalti.

Aos 17, veio a primeira grande chance da partida. Depois de bola cruzada pela esquerda, Scarpa finalizou cruzado e obrigou Jandrei a defender com o pé. Na sobra, Pablo Maia bloqueou chute de Danilo com um carrinho. Em novo rebote, Piquerez chutou de fora da área para intervenção do goleiro do São Paulo no canto esquerdo.

Na sequência, Scarpa bateu falta pela direita, a bola desviou na barreira e raspou na rede de cima. Aos 21 minutos, o Palmeiras conseguiu abrir o placar. Scarpa cruzou, a bola desviou na zaga do São Paulo, e Danilo apareceu dentro da área para mandar para a rede.

Seis minutos depois, veio o segundo gol para a explosão das arquibancadas. Após rebatida de Diego Costa, Zé Rafael ficou com a sobra e finalizou no canto direito. A bola bateu na trave e entrou. Claus chegou a ir conferir o vídeo no VAR, devido a uma possível falta de Danilo em Calleri. No entanto, nada marcou.

Sentindo dores, Rony teve que ser substituído aos 33 minutos, dando lugar a Gabriel Veron. Em escanteio batido pela direita, Scarpa quase fez olímpico. Jandrei teve que socar para evitar o gol. No último chute da etapa inicial, Veiga arriscou de fora e o goleiro do Tricolor ficou com a bola.

Segundo tempo

Com menos de dois minutos após o retorno do intervalo, o Palmeiras chegou ao terceiro. Dudu fez grande jogada pela direita, levou vantagem sobre a marcação e cruzou rasteiro para Veiga, que tocou de carrinho para vencer Jandrei.

O São Paulo passou a ter mais posse de bola, mas isso não significou que o time levou mais perigo no ataque. O Palmeiras se defendeu bem, controlando os avanços do rival. Na primeira chegada mais concreta, Calleri pegou sobra na esquerda e finalizou cruzado, para fora.

Aos 35 minutos, o São Paulo saiu jogando errado, e o Palmeiras aproveitou. A bola rapidamente chegou em Veiga, que tocou na saída de Jandrei e deu números finais ao jogo. Aos 44 minutos, Rafinha foi expulso após agredir Wesley, deixando o Tricolor com um a menos.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 4 X 0 SÃO PAULO

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 03 de abril de 2022 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Público: 31.836
Renda: R$ 2.772.491,62
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Danilo Ricardo Simon e Neuza Inês Back
VAR: Thiago Duarte Peixoto
Cartões amarelos: Rogério Ceni, Luciano (São Paulo); Gustavo Gómez, Zé Rafael, Wesley (Palmeiras)
Cartão vermelho: Rafinha (São Paulo)

GOLS:
Palmeiras: Danilo (21 minutos do 1º tempo), Zé Rafael (27 minutos do 1º tempo), Raphael Veiga (1 e 35 minutos do 2º tempo)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez (Jorge); Danilo, Zé Rafael, Raphael Veiga e Gustavo Scarpa (Wesley); Dudu (Mayke) e Rony (Gabriel Veron).
Técnico: Abel Ferreira

SÃO PAULO: Jandrei; Rafinha, Diego Costa, Léo e Welington (Arboleda); Pablo Maia, Rodrigo Nestor (Nikão), Igor Gomes e Alisson (Patrick); Eder (Luciano) e Calleri.
Técnico: Rogério Ceni

 

 

Outras postagens...

Rony faz gol de bicicleta antológico, Palmeiras enfia 5 a 0 no Cerro Porteño e encara Atlético-MG em jogaço nas quartas da Libertadores

Paulo Rogério

Vasco sai atrás, mas arranca empate com o Athletico em São Januário

Paulo Rogério

A primeira! Fluminense melhora no segundo tempo e vence o Madureira no Carioca

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol