SportsManaus
FUTEBOL INTERNACIONAL

Para aumentar competitividade, clubes se unem em acordo no Campeonato Holandês

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações do iG São Paulo

Foto: KNVB Media

Proposta liderada por PSV, Ajax e Feyenoord prevê distribuição de 10% dos ganhos de clubes holandeses na Liga dos Campeões ou na Liga Europa para as demais equipes da Eredivisie, além de abolir os gramados artificiais 

O jornal ADSportwereld anunciou nesta segunda-feira um acordo no Campeonato Holandês. Três clubes teriam feito uma proposta para a liga de reverter cerca de 10% dos ganhos de qualquer time holandês na Liga dos Campeões e Liga Europa para as demais equipes da Eredivisie.

Na estimativa da publicação, uma boa campanha dos participantes na atual edição da Liga dos Campeões (dois clubes na fase de grupos com pelo menos duas vitórias e um empate), já renderia cerca de 10 milhões de euros (R$ 42,8 milhões na cotação atual) de receita adicional para as outras equipes para o acordo no Campeonato Holandês.

O Ajax e o PSV, que disputam a Liga dos Campeões 2018/19, apresentaram a proposta ao lado do Feyenoord, que não disputa competições internacionais nesta temporada. Se a Champions terminasse agora, o PSV estaria eliminado (com duas vitórias em dois jogos), mas o Ajax seguiria na briga (uma vitória e um empate).

Segundo informações do jornalista Sjoerd Mossou, as três equipes propuseram a doação do valor com o objetivo de estabelecer uma capacidade mínima financeira para todas as equipes e, consequentemente, aumentar o nível de competitividade do Campeonato Holandês.

Porém, existem condições. Para que a doação seja feito, os outros clubes teriam que abolir os gramados sintéticos de seus estádios e aconteceria uma mudança no regulamento da competição. O novo formato reduziria a quantidade de times: de 18 para 16 e mudaria o sistema para mata-mata.

A ‘guerra’ contra os gramados sintéticos não é nova na Holanda . Em 2013, a Federação Holandesa de Futebol chegou a cancelar alguns jogos pelo estudo sobre danos a saúde dos jogadores em atuar com campos artificiais. Segundo uma pesquisa, havia substancias cancerígenas nos gramados.

Desde então, as grandes equipes têm tentado entrar em acordo para a reformulação dos campos, mas não obtiveram sucesso. A proposta atual seria uma resposta à redistribuição de cotas de televisão, apresentada pela Fox Sports há alguns meses, e que não agradou as equipes participantes.

O jornal ADS revela também que o acordo no Campeonato Holandês vem sendo trabalhado desde maio e nos últimos meses ganhou muitos adeptos. O acordo será votado e discutido em Assembleia Geral em novembro. O Gerente Geral do Feyenoord, Jan de Jong, se diz otimista com a nova proposta. A ‘nova Eridivisie’ seria implantada até 2021. A decisão da Assembleia deve sair até o fim do ano.

 

Outras postagens...

Com dois gols contra, Athletico vence o Colo-Colo e se aproxima de classificação para as oitavas

Paulo Rogério

Firmino marca nos acréscimos, Liverpool vence Monterrey e está na final contra o Flamengo

Paulo Rogério

Flamengo busca empate, passa pelo Inter e avança às semis da Libertadores

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol