Site www.sportsmanaus.com.br full screen background image

Próxima adversária do Brasil, Sérvia crê em complô contra seu país na Copa

123

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações da GAZETA ESPORTIVA

Foto: Getty Images 

Próxima adversária do Brasil na Copa do Mundo, a Sérvia parece não ter digerido a sua derrota para a Suíça na última sexta-feira. Neste domingo, o presidente da federação do país, Slavisa Kokeza, deu declarações fortíssimas acusando a Fifa de realizar um complô contra os sérvios. A forte reclamação ocorre devido a um possível pênalti cometido em Mitrovic, já no segundo tempo.

– Vamos enviar um protesto à Fifa. Eu não acho que o problema está apenas no VAR (árbitro de vídeo), foi tudo direcionado pelas pessoas que escolhem os árbitros. Está claro para a Europa e para o resto do mundo que a Sérvia foi brutalmente roubada. Não espero que a Fifa tome alguma atitude em relação a esse roubo brutal, porque, repito, foi tudo direcionado – declarou o dirigente a BBC.

Esta não foi a única declaração que demonstrou a irritação dos sérvios com a arbitragem. Logo após a partida, o treinador da equipe, Mladen Krstajic, declarou que gostaria de ver o juíz Felix Brych sendo julgado num tribunal de guerra. O presidente da federação não foi tão incisivo nas críticas, porém afirmou que o fato do árbitro ser alemão influenciou nas decisões tomadas na partida.

– Todos sabemos que mais da metade da população da Suíça é alemã. Membros da comissão técnica, jogadores, a população da Sérvia, todos estão muito desapontados pela injustiça causada por algumas pessoas da Fifa – finalizou o mandatário.

Outro fato da partida que gerou bastante polêmica foi a comemoração dos gols suíços, quando Xhaka e Shaquiri reproduziram com a mão uma águia negra de duas cabeças, como uma referência a bandeira da Albânia, já que grande parte do povo kosovar é de origem albanesa. Kosovo é um país recém-separado da Sérvia, que não reconheceu a independência do local. Vale lembrar que os país de Xhaka e o próprio Shaquiri são de Kosovo.

– Merecem ser condenadas (as comemorações) por todo o mundo do futebol. Esperamos que a Fifa tome alguma atitude em relação aos jogadores que agiram contra as regras da Fifa e do fair play, assim como contra a federação nacional por qual eles jogam – finalizou.



Paulo Rogério/sportsmanaus@gmail.com

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) / +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.