SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

“Quero buscar a vaga na Série D”, disse o novo técnico do Penarol-AM, conhecido como promotor de acesso

Conhecido no futebol pernambucano como promotor de acessos, o paraibano, Humberto Campos, terá a missão de comandar o Penarol no Campeonato Amazonense da Série A, mas principalmente de brigar pelo título da temporada e colocar o Leão da Velha Serpa na disputa das competições nacionais em 2018.

Humberto Campos é um profissional que gosta de desafios com equipes consideradas pequenas, tendo conquistados bons resultados ao longo de sua carreira. O treinador, consagrado no futebol nordestino, conseguiu o acesso do Pesqueira para primeira divisão de Pernambuco, em 2013, sendo no mesmo ano, o acesso do América-PE, e no ano seguinte no comando do Central-PE a vaga para disputa do Brasileiro da Série D.

Com exclusividade ao SPORTS MANAUS, de Recife, antes da viagem a capital amazonense, quando deve chegar no início da tarde desta terça-feira, 20, na cidade de Itacoatiara (a 176 quilômetros de Manaus), o treinador disse que vem para lutar por títulos e não pode ser diferente das equipes que atuou.

– Uma das coisas que me motivou também a vir trabalhar no clube foi o fator de ter uma torcida que gosta de futebol e gosta do clube. Quero buscar a vaga para Série D, claro dependendo do investimento que o clube vai fazer – disse e ainda acrescentou:

– Trabalhei em outras equipes, por exemplo, o Treze-PB, que no Nordeste está entre a cinco maiores torcidas, onde tive uma passagem de dois anos no Central-PE, com uma torcida muito exigente e apaixonada. Nesse time, foi até jogador por duas temporadas. O bom disso, é essa adrenalina do torcedor fanático que vai nos ajudar nessa campanha – comemorou.

De acordo com Humberto Campos, tão logo chegue a Itacoatiara, não vai perder tempo e terá sua primeira reunião com a diretoria do clube para saber tudo sobre o elenco e as necessidades de reforços para o Amazonense.

– Vou me reunir quando chegar com presidente e o gerente de futebol. Vamos tratar dessa questão das contratações para o Campeonato Estadual. Acho que no final dessa semana vou ficar a par da situação do clube, quais são as posições que está carente, enfim, para fazer algumas indicações de atletas e fazemos um campeonato bom, mas principalmente buscamos o objetivo do clube na temporada – contou e afirmou que tem boas informações da equipe.

– As informações que tenho do Penarol são de referência. A atual diretoria tem como referência de sempre cumprir o prometido, são pessoas que estão voltando ao clube, com seriedade, principalmente o presidente, além disso, o time foi bicampeão Estadual em 2010 e 2011 e tem uma cidade que gosta de futebol. São algumas situações que me deixou muito entusiasmado para fazer esse trabalho.

Para quem não tem costume de um trabalho sério e de comprometimento, o novo técnico foi bem enfático ao afirmar que é muito rígido, porém, como foi jogador tem um lado compreensivo para administrar eventuais situações que possam surgir na equipe.

– Sou um treinador muito disciplinador, cobro muito a disciplina e horário e que um atleta seja obediente taticamente em campo. Aos poucos vou implantar minha filosofia, mas também sou um parceiro do atleta, porque fui jogador por 20 anos.

Segundo Humberto Campos, o convite surgiu do diretor de futebol, Sérgio Rodrigues, há cerca de 10 dias em negociação.

Outras postagens...

“Estou apalavrado com São Raimundo”, afirma Lana, mas disse que retorno depende de um bom planejamento

Paulo Rogério

“Não tenho motivo algum para contrariar uma decisão que não cabe a mim”, revela Lana rebatendo acusação de ir contra o Naça

Paulo Rogério

Manaus passa sufoco, empata com Remo e garante vaga na próxima fase da Copa Verde

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol