Reservas do São Paulo vencem Guarani, ajudam Timão e garantem liderança do Grupo C

147

Da redação do Sports Manaus, com informações da GAZETA ESPORTIVA – São Paulo, SP

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

O São Paulo se despediu da primeira fase do Campeonato Paulista neste domingo com vitória. Enfrentando o Guarani, na Vila Belmiro, com um time completamente reserva – dos titulares, apenas Tiago Volpi atuou -, o Tricolor não tomou conhecimento do rival e saiu de campo com o triunfo por 3 a 1, resultado que garantiu a equipe na liderança do Grupo C do torneio.

Os gols do São Paulo foram marcados por Everton, Helinho e Paulinho Boia. Rafael Costa descontou para o Guarani, que acabou sendo eliminado do Campeonato Paulista e vendo o Corinthians, que dependia de um tropeço do Bugre, avançar às quartas de final da competição.

Agora, o São Paulo volta o foco para o confronto com o Mirassol, pelas quartas de final. Para essa partida, o técnico Fernando Diniz terá de volta a equipe titular, e todos os atletas com cartões zerados.

O jogo – O São Paulo começou a partida ligado e logo aos 11 minutos abriu o placar com Everton. Em jogada de contra-ataque, Brenner acionou Helinho, que saiu em disparada e tocou para Hernanes. O Profeta bateu forte para o gol, mas Jefferson Paulino fez a defesa. Só que no rebote Everton estava bem colocado para completar de cabeça, encobrindo o goleiro do Guarani.

Depois do gol tricolor, a partida deu uma esfriada. Apenas na reta final do primeiro tempo que o jogo voltou a empolgar os torcedores. Aos 30 minutos, Rafael Costa cabeceou no cantinho, aproveitando cobrança de escanteio, mas Tiago Volpi se esticou todo para fazer excelente defesa. Depois, aos 41, o goleiro do São Paulo voltou a se destacar debaixo das traves, desta vez defendendo um chute à queima-roupa de Lucas Crispim.

O Tricolor respondeu aos 42 minutos com Helinho, que arriscou chute de fora da área, exigindo boa defesa de Jefferson Paulino. Mas, o Guarani foi o mais eficiente e aos 44 minutos acabou chegando ao empate com Rafael Costa, aproveitando rebote de Tiago Volpi dentro da área para empurrar para o fundo das redes e deixar tudo igual no marcador antes de as equipes irem para o intervalo.

Segundo tempo

Na etapa complementar, o São Paulo precisou de apenas dois minutos para retomar a frente no placar. Helinho recebeu na entrada da área e bateu firme, no cantinho, sem chances para o goleiro Jefferson Paulino. O Guarani, por sua vez, respondeu aos nove, quando Eduardo Person saiu cara a cara com Tiago Volpi, dentro da área, e viu o goleiro tricolor fechar o ângulo e fazer grande defesa.

Precisando do empate, o Guarani passou a pressionar o São Paulo. Aos 19 minutos, Rafael Costa aproveitou o bate-rebate dentro da área e chutou para o gol, mas Volpi fez mais uma defesa à queima-roupa. Já no minuto seguinte, o centroavante do Bugre fez um belo gol de voleio, para o árbitro marcou impedimento de maneira equivocada.

Como se não bastasse o juiz prejudicar a equipe de Campinas, aos 22 minutos o São Paulo acabou chegando ao terceiro gol com Paulinho Boia, que recebeu na entrada da área e bateu no ângulo, sem chances para o goleiro. Um golaço.

E a vitória parcial só não se transformou em goleada porque aos 26 minutos o chute de Gabriel Sara acabou saindo à direita do gol, assustando o time do Guarani, que na reta final bem que tentou, mas não conseguiu reverter a vantagem construída pelos garotos do São Paulo.

FICHA TÉCNICA
GUARANI 1 X 3 SÃO PAULO

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 26 de julho de 2020, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Salim Fende Chavez
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Alberto Poletto Masseira

GOLS: Everton, aos 11 do 1ºT, Helinho, aos 2, Paulo Boia aos 22 do 2ºT (São Paulo); Rafael Costa, aos 44 do 1ºT (Guarani)
Cartões amarelos: 

GUARANI: Jefferson Paulino; Pablo, Romércio, Bruno Silva e Bidu; Deivid (Marcelo), Eduardo Person (Igor Henrique), Lucas Crispim (Bruno Sávio) e Arthur Rezende (Waguininho); Júnior Todinho e Rafael Costa (Elias Carioca)
Técnico: Thiago Carpini

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Diego, Anderson Martins e Léo; Luan, Liziero (Rodrigo Nestor) e Hernanes (Gabriel Sara); Helinho (Danilo Gomes), Everton (Shaylon) e Brenner (Paulinho Boia)
Técnico: Fernando Diniz.



Paulo Rogério

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.