SportsManaus
OUTROS ESPORTES

RespirAR ultrapassa marca de 50 mil atendimentos em cinco meses de projeto

Da Redação do Sports Manaus, com informações da Assessoria de Comunicação 

Projeto do Governo do Amazonas funciona em mais de 10 unidades espalhadas pela capital

Foto: Divulgação/Faar

O projeto que vem recuperando pacientes acometidos pela Covid-19, inserindo-os em uma rotina de exercícios físicos, ultrapassou a marca de 50 mil atendimentos, em janeiro deste ano. Lançado pelo governador Wilson Lima, em agosto de 2021, o Projeto RespirAR é coordenado pela Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar) e pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), e funciona em mais 10 unidades espalhadas por toda a capital amazonense.

“Por determinação do governador Wilson Lima, o Projeto RespirAR foi criado para dar suporte aos que passaram pela Covid-19 e tiveram sequelas. O resultado deste acolhimento se traduz nos mais de 50 mil atendimentos realizados, em fisioterapia e atividade física que é ofertada de forma personalizada. Os resultados têm sido satisfatórios e tem provado que as ações do projeto proporcionam mais qualidade de vida aos amazonenses”, afirmou Neibe Araujo, coordenador do projeto RespirAR.

Um dado que evidencia a importância do projeto para a vida do amazonense é o crescimento de mais de 37% de atendimentos no mês de novembro, em comparação a outubro. Neste pico, 14.095 de consultas foram realizadas, o que beneficiou a qualidade de vida da população que passou pela contaminação e tratamento da Covid-19.

Pacientes que receberam alta após três meses de tratamento na Vila Olímpica, o casal Divanete Tavares e Remes Freitas falou sobre a importância do projeto; os dois agradeceram ao governo pelo suporte em suas vidas.

“Chegamos aqui muito debilitados, todas as atividades que fazíamos em casa era difícil, até um simples ato de varrer a casa era complicado, mas com a vinda do RespirAR nós conseguimos reverter toda a nossa situação. Agradeço ao governador Wilson Lima por esse projeto”, afirmou Divanete.

“Foi muito difícil, tive 95% do meu pulmão comprometido. Quando eu estive pela primeira vez no projeto RespirAR foi algo maravilhoso, porque até então as fisioterapias particulares eram caras. O projeto me acolheu de braços abertos e agradecemos o Governo do Amazonas, que nos proporcionou esse projeto para melhorar nossa saúde”, concluiu Remes Freitas.

Locais de atendimento – Os atendimentos são realizados nas Policlínicas, nos Centros de Atenção ao Idoso (Caimis), na Vila Olímpica de Manaus e os Centros de Convivência: Padre Pedro Vignola, no bairro Cidade Nova; do Idoso, no bairro Aparecida, zona sul; e Magdalena Arce Daou, no bairro de Santo Antônio, zona oeste.

Como participar – O paciente pós-Covid-19 atendido em qualquer unidade de saúde, após ser inserido na Central Unificada de Regulação e Agendamento de Consultas e Exames (Cura), recebe a autorização da consulta em fisioterapia ou atividade física para uma das 10 unidades do projeto RespirAR. Em seguida, o paciente é avaliado pelo profissional do projeto, que prescreve o melhor tratamento, enquanto a unidade executante define e agenda a quantidade de sessões a serem feitas com o paciente.

 

Outras postagens...

Renan Dal Zotto convocação mais cinco para treinamentos visando a Liga das Nações 2022

Paulo Rogério

Amazonas encerra participação nos Jogos Universitários Brasileiros com resultado inédito

Paulo Rogério

Tênis de mesa: Calderano retoma 3º lugar e Bruna vira top 30 mundial

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol