SportsManaus
FUTEBOL FUTEBOL NACIONAL SÉRIE A

São Paulo empata com o Ceará e perde chance de ser líder do Campeonato Brasileiro

Da Redação do Sports Manaus, com informações – LANCE! – 28/05/2022 – 21:01 – São Paulo (SP)

Calleri e Nestor marcam para o Tricolor, enquanto Cléber e Mendoza fizeram para o Vozão. Clube do Morumbi é o segundo, com 13 pontos

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

São Paulo empatou com o Ceará por 2 a 2, na noite deste sábado (28), no Morumbi, pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. Calleri e Nestor marcaram para o Tricolor, enquanto Cléber e Mendoza fizeram para o Vozão. 

Com o resultado, o Tricolor ficou na vice-liderança da competição, com 13 pontos conquistados. Já o Ceará está na 18ª posição, com seis pontos.

SÃO PAULO MARCA COM CALLERI E TEM GOL ANULADO
A partida começou com o São Paulo tendo a posse de bola e buscando o ataque. Com isso, já abriu o placar. Aos oito, Rafinha dominou na lateral e cruzou na cabeça de Calleri, que testou para o fundo das redes do goleiro João Ricardo. 

O atacante argentino marcou mais uma vez aos 14 após aproveitar sobra na área. No entanto, a arbitragem anulou por toque de mão de André Anderson no começo da jogada. 

TRICOLOR CONTINUA MELHOR, QUASE AMPLIA E TEM OUTRO GOL ANULADO
Mesmo com o gol marcado, o São Paulo não diminuiu o ritmo e continuou tendo chances. Aos 24, Luciano recebeu boa enfiada de bola, dominou, invadiu a área e finalizou, mas João Ricardo fez bela defesa com o pé.

Um minuto depois, Calleri teve mais um gol anulado. O camisa nove desviou chute de Luciano para o fundo das redes, mas o atacante estava impedido.

CEARÁ CONTA COM FALHA DE ARBOLEDA PARA EMPATAR, MAS SÃO PAULO VOLTA A FRENTE DO MARCADOR
Conforme a primeira etapa ia sendo jogada, o Ceará melhorou. Com 31 minutos, Michel Macedo recebeu na direita, invadiu a área, mas mandou longe do gol. Aos 36, saiu o gol do Vozão. Arboleda errou o passe na saída de jogo, e o Ceará recuperou. Cleber recebeu de Iury Castilho na entrada da área e bateu na saída de Jandrei.

No entanto, a alegria do Ceará durou pouco. Com 41 minutos, Calleri recebeu de costas para o gol, fez o pivô e tocou para Rodrigo Nestor. O volante soltou uma pancada rasteira para marcar. 

2º TEMPO COMEÇA COM JANDREI SALVANDO O SÃO PAULO
O segundo tempo iniciou com o Ceará tentando mais ofensividade, com as entradas de Vina e Mendoza. E foi justamente a dupla que quase empatou, aos quatro. Mendoza deu linda bola para o meia, que recebeu e chutou na saída de Jandrei, que fez bela defesa.

O São Paulo respondeu um minuto depois. Reinaldo carregou a bola do meio de campo até a entrada da área e soltou uma bomba. João Ricardo rebateu, Eder tentou cabecear, mas a finalização foi fraca.
 
CEARÁ CONTINUA MELHOR E EMPATA A PARTIDA
Conforme a segunda etapa ia acontecendo, o São Paulo ficou esperando o Ceará para sair no contra-ataque. Com isso, a bola ficou mais com o Vozão, que conseguia chegar com muito perigo novamente, assustando mais nas bolas paradas. 

Foi em uma bola parada que o Ceará empatou. Aos 26, Vina bateu escanteio e Mendoza colocou a bola para o gol após desvio de Matheus Peixoto, deixando tudo igual no Morumbi, após validação do VAR.

PABLO MAIA QUASE MARCA UM GOLAÇO PARA O SÃO PAULO
Buscando a vitória, o São Paulo tentava chegar novamente ao ataque e assustou aos 38. Pablo Maia pegou rebote após cobrança de escanteio e soltou uma pancada de longe. A bola passou muito perto do gol de João Ricardo.

O Ceará respondeu com 41. Vina aproveitou rebote em cobrança de falta, bateu cruzado e Jandrei fez a defesa em bola rasteira. Igor Gomes ainda foi expulso no final após falta no meio-campo, recebendo o segundo cartão amarelo. 

SÃO PAULO 2 X 2 CEARÁ
Local:
 Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data/Horário: 28/05/2022, às 19h
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique (RJ) e Luanderson Lima (BA)
VAR: Pablo Ramon Goncalves (RN)
Cartões Amarelos: Rafinha, Igor Gomes (SAO), Lucas Ribeiro, Richardson, Mendoza, Geovane, Bruno Pacheco (CEA)
Cartões Vermelhos: Igor Gomes (SAO)
Gols: Calleri (08’/1ºT) (1-0), Cléber (36’1ºT) (1-1), Rodrigo Nestor (41’/1ºT) (2-1), Mendoza (27’/2ºT) (2-2)
Público/Renda: 32.977 torcedores / R$ 1.413.274,00

SÃO PAULO
Jandrei; Diego Costa, Arboleda e Léo; Rafinha (Igor Vinícius, aos 22’/2ºT), Nestor (Pablo Maia, aos 28’/2ºT), Igor Gomes, André Anderson (Eder/Intervalo) e Reinaldo (Welington, aos 22’/2ºT); Luciano (Rigoni, aos 36’/2ºT) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

CEARÁ
João Ricardo; Michel Macedo (Nino Paraíba, aos 18’/2ºT), Gabriel Lacerda, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Richardson, Lucas Ribeiro (Mendoza/Intervalo) e Wescley (Vina/Intervalo); Lima, Yuri Castilho (Victor Luís, aos 36’/2ºT) e Cléber (Matheus Peixoto, aos 18’/2ºT). Técnico: Dorival Júnior.

 

Outras postagens...

Atlético-MG derrota o Athletico-PR, é bicampeão da Copa do Brasil e completa uma temporada histórica

Paulo Rogério

Recorde de público e festa: Flamengo derrota o CSA no Maracanã

Paulo Rogério

Vasco supera reservas do Cruzeiro e respira na luta contra o rebaixamento

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol