SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Sem jogar bem, Manaus vence Rio Negro, pela segunda rodada do returno do Amazonense

Sem ainda jogar um grande futebol, mas sabendo aproveitar as chances na partida, o Manaus venceu o Rio Negro por 2 a 0, pela segunda rodada, do segundo turno, do Campeonato Amazonense da Série A. Foi a primeira vitória do Gavião do Norte, com dois gols de Hamilton, assumindo a liderança do grupo B, com quatro pontos. A partida foi realizada na tarde deste sábado, 10/3, no Estádio Carlos Zamith, Zona Leste da cidade. Com a derrota, o Galo Carijó ficou em segundo lugar, com três pontos, conquistado na primeira vitória do returno.

O Manaus pode consolidar sua classificação para fase final do returno, mas tem pela frente o Fast Clube, pela terceira rodada. O jogo será nesta quarta-feira, 14/3, às 20h (21h de Brasília), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, Zona Oeste da cidade. Já o Rio Negro vai tentar sua recuperação diante do São Raimundo, no sábado, 17/3, às 15h (16h de Brasília), na Arena da Amazônia.

Mostrando humildade, o comandante do Manaus, Igor Cearense, admite o começo de sua carreira no profissional, mas enalteceu ao SPORTSMANAUS, a compreensão tática do elenco para arrancar uma vitória importante diante do Rio Nego.

Treinador do Gavião do Norte admite está começando na profissão, mas disse que o resultado foi importante (crédito: Paulo Rogério)

– É uma vitória que tem de ser valorizada, é uma grande equipe bem treinada, mas aquilo que aprendi tentei impor para meus atletas e foram obedientes taticamente. Isso facilita o trabalho do treinador, porque o futebol é obediência tática. Hoje (sábado) merecemos a vitória, tivemos um volume maior de jogo, mas não tem nada ganho, estamos iniciando uma carreira de treinador.

De acordo com treinador Aderbal Lana, o Rio Negro teve chances de ter feito o placar ainda no primeiro tempo. Para ele, a chuva no segundo tempo foi prejudicial, pelo fato de não ter opções no banco para aproveitar as circunstancia da partida.

– O primeiro tempo foi muito bom, tivemos a chance de sair com a vitória e criamos situações para fazer o gol. Já no segundo tempo, como não tenho jogadores altos na frente, não tinha como trabalhar a bola. Muita chuva, muita água, não tinha como fazer a ligação direta para tentar abafar mais o Manaus. Depois que a chuva passou, tivemos condições de jogar um pouco melhor, mas aí tomamos o gol de cabeça, o que não poderia acontecer. Infelizmente foi mais uma derrota – lamentou.

Jogo

Lana lamentou o resultado e a chuva que prejudicou o time (crédito: Paulo Rogério)

Sob forte calor, as duas equipes entraram em campo precisando da vitória para avançar na tabela de classificação e garantir de vez a vaga direta na semifinal do segundo turno. O Rio Negro se mostrou melhor e procurava o ataque, mas Manaus não conseguia encaixar uma jogada no setor ofensivo.

Aos poucos, o Gavião do Norte começou a se soltar mais em campo. Aos 21 minutos, bola na área pela esquerda, Rossini deixa de peito para Wander chutar de frente para o gol, mas a bola passou por cima da meta.  

Aos 33 minutos, lançamento da direita para Hamilton, que domina e numa arrancada em velocidade avança, mas chuta por cima da meta.  Aos 42 minutos, Thiago Granja cruza pela direita para Wesley Napão cabecear e a bola toca na mão de Leandro Mendes, o árbitro marca pênalti contra o Rio Negro. Um minuto depois, Negueba cobra com perfeição e marca, 1 a 0.

O Manaus teve mais uma chance de ampliar o placais. Aos 48 minutos, pela direita Negueba recebe de Hamilton e chuta cruzado, mas o goleiro André Regly faz boa defesa.

Goleiro do Galo atento ao ataque do Manaus e evita um lance de perigo (crédito: Paulo Rogério)

O segundo tempo iniciou sob uma chuva torrencial. Com o campo pesado, um erro poderia ser fatal. Aos nove minutos, Wander pela direita cruza e Hamilton sozinho na pequena área perde o gol feito.

Aos 18 minutos, tiro de canto pela direita por Negueba para Hamilton de cabeça ampliar, 2 a 0. Aos 34 minutos, Hamilton comete falta em cima do atacante do Rio Negro. Na cobrança, Uander bate no canto direito, mas Jonathan evita o gol.

Aos 42 minutos, falta frontal a meta do Manaus e novamente Uander cobra no canto direito e Jonathan repete a mesma defesa anterior e evita o tento.

No final do jogo, o Rio Negro ficou no ataque o tempo todo, mas sem ter sucesso de fazer uma jogada com mais perigo na grande área.

Ficha técnica:  

Jogo: Manaus 2×0 Rio Negro

Motivo: Campeonato Amazonense Série A /2º turno / 2ª rodada

Local: Estádio Ismael Benigno, a Colina

Horário: 15h

Árbitro: Halbert Luís Moraes Bahia

Árbitros assistentes: Jeová Rodrigues dos Santos e Elivane Trindade da Costa

Renda: R$ 1.500,00

Público pagante: 113

Manaus: Jonathan, Thiago Granja, Paulão, Deurick, Negueba, Panda, Derlan, Wander (Tiago Amazonense), Hamilton, Rossini (Cleitinho) e Wesley Napão (Romarinho).  Técnico: Igor Cearense

Rio Negro: André Regly, Wagner Diniz, Leandro Mendes, Brendo (Uander), André Luiz, Ives, Caique (Giovanni), Carlos Eduardo (Rafael), Jean Carlos, Marquinhos e Leandro Silva.  Técnico: Aderbal Lana.

Outras postagens...

Presidente do Fast lamenta desligamento de Alberone e deve anunciar em algumas horas o novo treinador

Paulo Rogério

The Healthiest Smoothie Orders at Jamba Juice, Robeks

Paulo Rogério

Penarol, Nacional e Princesa poderão receber R$ 300 mil, cada, em abril

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol