full screen background image

‘Visitante’, Fla se dá melhor e abre vantagem contra o Flu no 1º jogo das quartas

40

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações da ESPN.com.br

O primeiro Fla-Flu pela Copa Sul-Americana terminou com vitória rubor-negra, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, na noite desta quarta-feira. Mesmo sem Paolo Guerrero (com dores na coxa), o time da Gávea venceu por 1 a 0 e garantiu uma magra, mas importante vantagem para se classificar para a semifinal.

Na próxima quarta-feira, qualquer empate classificará o Flamengo. Até mesmo derrota por um gol de diferença, desde que o time rubro-negro marque (2 a 1, 3 a 2, 4 a 3 e assim por diante) também servirá por causa do critério de gols fora de casa. 

O Fluminense terá de vencer por dois gols de diferença para se classificar no tempo normal. Novo 1 a 0 fará a decisão ser nos pênaltis.

O gol do Flamengo foi marcado pelo meia Éverton, aos 27 minutos do primeiro tempo, em uma jogada que teve participação do volante Willian Arão e do meia Éverton Ribeiro. O lance foi bonito, todo construído com a bola rasteira. E empolgou os rubro-negros no Maracanã.

Quem passar de fase jogará contra o vencedor do confronto entre Sport e Junior Barranquilla, da Colômbia.

O Flamengo foi quem construiu a primeira jogada perigosa. Aos 6 minutos, Réver desviou a bola de cabeça por cima do gol de Diego Cavalieri, mas ela tirou tinta do travessão. Tudo começou com uma falta cobrada por Diego. A zaga afastou e Cuellar levantou na área para o zagueiro cabecear.

O time rubro-negro teve uma baixa logo em seguida, aos 15 minutos. Réver levou um pisão de Marcos Júnior no joelho. Foi atendido no gramado, saiu de campo e tentou voltar. Mas mancou tanto que acabou substituído por Rhodolfo.

O jogo continuou bem disputado, com bom volume, mas sem chances de gols.

Somente aos 26 é que a partida teve novamente um lance perigoso. Foi em cobrança de falta de Scarpa. Ele bateu bem no canto, mas do lado de fora.

No lance seguinte aconteceu o gol.  E foi do Flamengo. Na jogada, Willian Arão recebeu a bola de Éverton Ribeiro e chutou cruzado no gol. Diego Cavalieri espalmou e Éverton aproveitou para fazer o gol rubro-negro.

Para ele foi especial: foi o primeiro gol desde 16 de julho, quando fez no 1 a 1 com o Cruzeiro, pelo Brasileiro.

O Fluminense só conseguiu responder a altura aos 40 minutos. Foi quando Sornoza finalizou de primeira após cruzamento de Marcos Júnior. A bola explodiu em Trauco e não entrou. Mas foi uma bela chance.

Aos 10 minutos, o Fluminense assustou o Flamengo. Marcos Júnior aproveitou o rebote na área e chutou com muita força, mas acertou a trave.

Aos 13 foram dois lances de perigo em sequência. Primeiro o lateral Lucas arriscou a finalização, mas para em Trauco. Pouco depois Scarpa chutou de fora da área e Diego Alves conseguiu evitar o gol, defendendo de mão trocada.

O time tricolor prosseguiu atacante, o que obrigou Reinaldo Rueda repensar o Flamengo. Ele decidiu tirar o meia Éverton e colocar o volante Marcio Araújo, aos 32 minutos do segundo tempo. Recebeu vaias dos torcedores flamenguistas.

O Flamengo já tem novo compromisso no sábado. Enfrentará o Vasco da Gama, no Maracanã, a partir das 19h (de Brasília). Também no estádio carioca, o Fluminense enfrentará o Bahia, mas no domingo, a partir das 17h (de Brasília). Ambos jogos pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

FLUMINENSE 0 X 1 FLAMENGO

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 25 de outubro de 2017 (Quarta-feira) 
Horário: 21h45 (de Brasília) 
Árbitro: Mario Díaz de Vivar (Paraguai) 
Assistentes: Milcíades Saldívar (Paraguai) e Darío Gaona (Paraguai) 
Cartão Amarelo: Marcos Júnior, Wellington Silva (Flu); Lucas Paquetá, Trauco, Pará (Fla)

Gol: FLAMENGO: Everton, aos 26 minutos do primeiro tempo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Lucas, Renato Chaves, Reginaldo e Marlon (Robinho); Richard, Orejuela (Wendel), Sornoza e Gustavo Scarpa; Marcos Júnior (Wellington Silva) e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga

FLAMENGO: Diego Alves ,Pará, Réver (Rhodolfo), Juan e Trauco; Cuéllar, Willian Arão, Diego e Everton(Márcio Araújo); Everton Ribeiro e Lucas Paquetá (Felipe Vizeu). Técnico: Reinaldo Rueda



EDITOR - Paulo Rogério Veiga, comunicador esportivo, repórter, radialista e agente business de jogadores e treinadores. Contato 55+ (92) 99171-9226 vivo/watsap / 55+ (92) 98193-1304 tim/watsap. Email: pauloreporter@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Leia mais em sobre o editor clicando aqui.