SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Adversário do Fast na Copa SP 2023, dirigente do Zumbi-AL afirma: “Tentar surpreender de forma positiva”

De acordo com o dirigente, a equipe realizou a terceira melhor campanha no estadual Sub-20.

Foto: @izidoriofotografia13

Em sua primeira participação na Copa São Paulo de 2023, o Zumbi EC-AL, não quer apenas ser mero participante, mas ir o mais longe possível na maior competição de base do país. Ainda definindo o novo comandante para a temporada do ano que vem, o Pantera Verde vive a expectativa de estar no grupo 12, com sede na cidade de Araraquara, ao lado de Ferroviária-SP, Corinthians e Fast Clube-AM.

Com a base mantida do estadual Sub-20 deste ano, o vice-presidente Djair Lucena, que assumiu o cargo no início do ano, se mostra feliz por participar da competição. Para ele, é uma oportunidade única de revelar grandes craques para o futebol brasileiro.

– Com relação a Copa São Paulo é a primeira vez que vamos participar da competição. É muito importante para o futebol brasileiro que vem revelando craques em todas as equipes de todo o Brasil. Para uma projeção futura é a primeira vez que vamos participar, mas se Deus der a oportunidade de participar outras vezes, vamos comemorar – disse ao SPORTS MANAUS, mas ainda confessou.

– Existe uma grande possibilidade da utilização de atletas no decorrer do ano. Nosso projeto é utilizar a base da equipe Sub-20, em uma competição que vai acontecer aqui no início de janeiro, que é a Copa Alagoas, no dia 21 de janeiro. Vamos utilizar a base desses jogadores, que vão formar essa equipe para disputar a Copa Alagoas – completou o dirigente.

Em um grupo com dois times paulistas e um amazonense, mas tendo o Corinthians, como o grande vencedor do torneio, Djair, reconhece que é uma caminhada muito difícil, mas espera que a equipe consiga superar as dificuldades.

– O Corinthians é o maior campeão da competição. A equipe da Ferroviária sempre monta fortes equipes. O time do Fast Clube também tem uma excelente equipe e o Zumbi também. Acho que vão ser jogos muito disputados, nós sabemos que algumas equipes brigam e despontam no grupo como favoritas, como é o caso do Corinthians, mas os jogos vão ser decididos dentro de campo. É trabalhar forte, concentrado e tentar surpreender de forma positiva para fazer bons jogos – salientou Djair.

Com um trabalho intenso na base do Pantera Verde, o dirigente diz que é fundamental valorizar a garotada do clube em todos os sentidos, pois se trata do futuro da própria equipe, seja em âmbito local e até nacional.

LEIA MAIS:

– Todo clube deveria trabalhar bastante a base, porque é o futuro para o clube, para o futebol do estado e a nível nacional. A gente tem como exemplo, a Seleção Brasileira com vários craques, que estão compondo a equipe e participaram da Copa São Paulo, onde jogaram na base, em algum clube, e hoje estão podendo representar nosso país em uma Copa do Mundo – comentou Lucena, mas ainda destacou.

– O trabalho de base está se fortalecendo agora. Nós estamos focando, desde o início do ano, nesse trabalho colocando equipes do Sub-15, Sub-17, Sub-20, em que o intuito é fortalecer a base, porque você terá um futebol profissional forte. A consequência desse trabalho de base vai ser boas negociações para o clube no futuro – justificou o vice-presidente.

 

 

 

Outras postagens...

Endrick decide novamente, Palmeiras vence o Athletico-PR e iguala pontuação do líder Botafogo

Paulo Rogério

Pelo Brasileiro Feminino, técnica do Grêmio diz sobre jogo com Iranduba: “Conseguir o resultado positivo”

Paulo Rogério

Em jogo histórico, Amazonas vira em cima do Paysandu, cala o Mangueirão e decide acesso com Botafogo-PB na Arena da Amazônia

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...