SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL NACIONALSÉRIE A

Bahia e Cruzeiro empatam em jogo de quatro gols pelo Campeonato Brasileiro

Da redação do Sports Manaus, com informações da GAZETA ESPORTIVA – São Paulo, SP – 10/06/23 | 20:37 – 10/06/23 | 22:10

Foto: Divulgação / Bahia 

Neste sábado, o Cruzeiro visitou o Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, e empatou por 2 a 2. Kayky abriu o placar para os donos da casa, Bruno Rodrigues e Wesley viraram para os mineiros, mas, já na etapa final, Arthur Elias deixou tudo igual.

Assim, a Raposa amarga o quarto jogo seguido sem vitória no nacional, mas assume a nona colocação, com 14 pontos somados. No entanto, pode perder posições ao final da rodada. A equipe desperdiçou chance de, inclusive, saltar ainda mais na tabela e se aproximar dos líderes.

Do mesmo modo, o Tricolor de Aço segue sem vencer na competição há seis partidas. Com isso, aparece na 15ª colocação, com nove unidades. A equipe treinada por Renato Paiva está dois tentos à frente do Goiás, primeiro clube dentro do Z4, mas que ainda joga na rodada.

Pela próxima jornada, portanto, o Cruzeiro recebe o Fortaleza, às 19 horas (de Brasília) de quarta-feira (21), no Mineirão, em Belo Horizonte (MG). Pouco mais tarde, a partir das 21h30, o Bahia enfrenta o Palmeiras, novamente na Arena Fonte Nova. Vale lembrar que os times ficarão esses 11 dias sem jogar devido à pausa para a Data Fifa.

O jogo entre Bahia e Cruzeiro

Após chegada de perigo do Cruzeiro aos sete minutos, com Gilberto, foi o Bahia quem abriu o placar na Fonte Nova. Aos 17, Thaciano recebeu no meio, deu uma caneta em Neto Moura e acionou Ryan na esquerda. O ala dominou e encontrou Kayke na área. O atacante ameaçou bater, driblou Wesley e finalizou de bico para marcar. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

O Tricolor de Aço quase ampliou aos 28 após chute forte de Cicinho, que explodiu no travessão. No entanto, no minuto seguinte, o Cruzeiro igualou o marcador com Bruno Rodrigues. O camisa 9 recebeu escorada de calcanhar de Gilberto, deixou Kanu no chão e tirou de Marcos Felipe para deixar tudo igual.

Ainda antes do fim do primeiro tempo, a Raposa virou a partida. Após lançamento de Luciano Castán, Wesley ganhou no corpo de David Duarte, que fez recuo ruim para Marcos Felipe, driblou o goleiro e tocou para o gol vazio, fazendo o 2 a 1.

Etapa final com gols anulados para os dois lados

Na volta do intervalo, o Cruzeiro quase anotou o terceiro logo no primeiro minuto. Após dividida de William no meio-campo, o chutão acabou virando lançamento para Gilberto, que matou no peito, entrou livre na área e tocou por cima de Marcos Felipe. Entretanto, o centroavante mandou sobre o gol. A resposta baiana aconteceu aos dez, com Cauly, mas Rafael Cabral fez boa defesa para impedir o empate.

O empate do Bahia enfim aconteceu aos 20 minutos da etapa complementar. Após cobrança de escanteio de Cauly, na segunda trave, Kanu subiu sozinho e cabeceou para o gol. Rafael Cabral até conseguiu espalmar no primeiro momento, mas Arthur Elias aproveitou o rebote do goleiro e tocou para o empurrou para o fundo do gol.

Por fim, ambos os clubes chegaram a balançar a rede pela terceira vez. Aos 29, Cauly marcou para o Tricolor de Aço, mas a arbitragem assinalou impedimento na jogada e anulou o gol. Já aos 43, foi a vez de Henrique Dourado ter o tento anulado por uma posição irregular no lance. Aos 46, o centroavante do Cruzeiro caiu dentro da área em disputa com Rezende. O árbitro marcou pênalti e expulsou o zagueiro do Bahia pelo segundo amarelo, mas também voltou atrás após análise no monitor do VAR.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 2 X 2 CRUZEIRO

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 10 de junho de 2023, sábado
Horário: às 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo José Pereira de Lima (PE)
Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Francisco Chaves Bezerra Junior (PE)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ-Fifa)
Cartões amarelos: Kayky, Rezende, Ryan, Kanu, Danilo Fernandes (Bahia); Wallisson (Cruzeiro)
Público total: 34.019
Renda: R$1.003.337

Gols
BAHIA: Kayky (17′ do 1ºT); Arthur Elias (20′ do 2ºT)
CRUZEIRO: Bruno Rodrigues (29′ do 1ºT), Wesley (45′ do 1ºT)

BAHIA: Marcos Felipe; Kanu, David Duarte e Vitor Hugo (Daniel); Cicinho, Rezende, Thaciano (Lucas Mugni), Cauly e Ryan; Kayky (Arthur Sales) e Everaldo (Vinicius Mingotti)
Técnico: Renato Paiva

CRUZEIRO: Rafael Cabral; William, Lucas Oliveira, Luciano Castán e Marlon; Filipe Machado, Neto Moura (Henrique Dourado) e Mateus Vital; Bruno Rodrigues, Wesley (Stênio) e Gilberto (Wallisson)
Técnico: Pepa

 

 

 

 

 

 

Outras postagens...

De virada, Botafogo vence o Internacional pelo Brasileirão; veja o resultado

Paulo Rogério

Manaus é derrotado pelo Ferroviário-CE fora e fica em situação complicada na Série C

Paulo Rogério

Dependendo de si para garantir o acesso, técnico do São Bernardo-SP define jogo com Operário-PR: “A parte mental tem um peso muito forte”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...