Branco fala em “levar os melhores” às Olimpíadas e cogita goleiro acima de 23

26

Da redação do Sports Manaus, com informações da GAZETA ESPORTIVA – São Paulo, SP

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Neste ano, a Seleção Brasileira de futebol vai em busca da sua segunda medalha de ouro consecutiva nas Olimpíadas. E conforme destacou o ex-jogador Branco, que está de volta aos trabalhos após se recuperar da covid-19, o Brasil vai com força máxima para o Japão.

Nesta segunda-feira, o atual coordenador de base da CBF revelou que já realizou diversas reuniões com o técnico André Jardine e a sua comissão.

“Temos nos reunido todas as semanas e está praticamente tudo definido. Nosso planejamento está muito adiantado. Garanto para vocês que vamos com três seleções fortíssimas (Olimpíadas e Copa América)…se tratando das duas masculinas, com certeza a gente vai forte. Está muito adiantado o planejamento e a formatação – a olímpica com 18 e a principal, na Copa América, com 23 jogadores”, disse ao SporTV.

Para a disputa dos Jogos Olímpicos, além dos 18 atletas com idade inferior ou igual a 23 anos, as seleções também podem levar três jogadores com idade superior ao limite. Segundo Branco, a equipe brasileira irá usar esta cota e esses nomes estão sendo muito bem analisados pelo Jardine.

A tendência é que uma desta vagas seja ocupa por um goleiro. Em 2016, o nome escolhido pelo então técnico Rogério Micale para defender a meta foi o Weverton. O atual arqueiro do Palmeiras brilhou na ocasião e está novamente entre os cotados para vestir a amarelinha.

“Vamos ter três jogadores acima dos 23 anos, não tenha a menor dúvida. Já conversamos sobre isso e com certeza vamos levar três jogadores acima da idade. Temos algumas situações e goleiro é uma delas, estamos pensando seriamente em convocar um goleiro de muita qualidade, experiente. É um caminho”, comentou.

“Um jogador polivalente, como um meia na lateral, ou na zaga. Isso o André Jardine está trabalhando com a comissão, pelo número de jogadores vamos ter que usar esse tipo de atleta, para dar mais opções. Já temos uma base muito forte e consolidada nestes dois anos de trabalho, vamos fechar esse quebra cabeça com o André. Vamos levar os melhores”, destacou.

Um grande problema que as federações enfrentam, no entanto, é que os clubes não são obrigados a liberar os seus jogadores para as Olimpíadas, já que não é uma competição da Fifa. Mesmo assim, Branco destacou que a CBF já tem conversas adiantadas com as equipes para que não haja esse problema.

“Os clubes não obrigados a liberar para a olimpíada, mas nós já estamos bem adiantados em termos de relacionamento. E dentro disso, tem o desejo dos jogadores de disputar uma olimpíada. Nosso time tem muita qualidade. Começamos um trabalho olímpico dois anos atrás, em Toulon, quando ganhamos. Esse trabalho, em dois anos, cedeu 10 jogadores para a Seleção principal – dando uma oxigenada no trabalho do Tite e da comissão. E com certeza vão ter outros jogadores que ainda não foram e vão ser convocado”, analisou.

“Então, a Seleção Olímpica vai estar muito forte, já estamos tendo esse trabalho de relacionamento para liberar os jogadores e é o que eu conversei com o presidente Rogério Caboclo hoje – vamos com as seleções muito fortes, Copa América e Olimpíada, a gente quer ganhar tudo e o desejo é esse pela qualidade dos jogadores, estamos com uma expectativa muito grande”, finalizou.

 



I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.