SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL NACIONAL

Brasil goleia Paraguai no Mineirão e segue invicto na liderança das Eliminatórias

Da Redação do Sports Manaus, com informações da GAZETA ESPORTIVA – São Paulo, SP – 01-02-2022 23:25:12

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A Seleção Brasileira goleou o Paraguai por 4 a 0 na noite desta terça-feira, no Mineirão, pela 16ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022, no Catar. Raphinha, Philippe Coutinho, Antony e Rodrygo marcaram os gols da Amarelinha.

Com o resultado, o Brasil, que ainda não perdeu um jogo sequer nas Eliminatórias, foi a 39 pontos, mantendo os quatro de vantagem para a Argentina, vice-líder e único outro time que também está invicto na competição.

Restam agora apenas mais duas rodadas para o fim das Eliminatórias. Já classificado, o Brasil encara o Chile, no dia 24 de março, em casa, e encerra sua participação no torneio no dia 29 do mesmo mês, contra a Bolívia, fora.

O jogo

O Brasil abriu o placar logo no primeiro minuto com Raphinha. Após cobrança de lateral de Daniel Alves, Matheus Cunha fez o pivô, e o atacante ficou com a sobra, invadindo a área e tocando no cantinho, sem chances para o goleiro paraguaio. Porém, após revisão do VAR, o lance foi anulado pela bola ter tocado no braço do jogador da Seleção ao dominá-la.

Depois, aos 16 minutos, Raphinha teve outra grande oportunidade de balançar as redes. Vinícius Júnior recebeu em velocidade pela esquerda e cruzou rasteiro para o camisa 19 da Seleção Brasileira, que chegou batendo de primeira, dentro da área, mas mandou por cima do travessão em um lance inacreditável.

Mas, de tanto insistir, Raphinha, enfim, foi premiado com um gol no primeiro tempo. Aos 27, o atacante recebeu um lindo lançamento de Marquinhos, levou para o meio, limpando a marcação, e bateu no cantinho, sem chances para Antony Silva.

Antes do intervalo, Matheus Cunha ainda teve chance para ampliar ao receber pela esquerda e bater cruzado, buscando o ângulo, mas a bola passou a centímetros da trave, assustando a defesa paraguaia.

Segundo tempo

A noite era mesmo de Raphinha. Logo aos três minutos da etapa complementar o atacante por pouco não marcou seu segundo gol no jogo. Vinícius Júnior recebeu pela esquerda e cruzou para o companheiro, que bateu da entrada da área, carimbando a trave. Mais tarde, Lucas Paquetá recebeu grande lançamento de Coutinho, matou no peito e encobriu o goleiro, mas mandou por cima do travessão.

Fato é que o Brasil não parou de pressionar o Paraguai e, de tanto insistir, ampliou o marcador. Aos 16 minutos, Coutinho recebeu de Marquinhos na intermediária, ajeitou e soltou o pé, marcando um golaço no Mineirão para colocar o time verde e amarelo em situação mais confortável no jogo.

Antes do apito final, a Seleção Brasileira ainda teve tempo de transformar a vitória em goleada no Mineirão Aos 40, Antony recebeu de Everton Ribeiro pela direita e, da entrada da área, bateu buscando o ângulo, sem chances para o goleiro paraguaio. Pouco depois, Rodrygo arrancou pela esquerda, levou para o meio, abriu para o Antony e foi para a área completar o passe de Bruno Guimarães, fechando os trabalhos em Belo Horizonte.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 4 X 0 PARAGUAI

Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 1 de fevereiro, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Facundo Tello (ARG)
Assistentes: Ezequiel Brailosvky (ARG) e Maximiliano Del Yesso (ARG)
VAR: André Merlo (ARG)

Público: 32.344 pessoas
Renda: R$ 2.894.830,00

Cartões amarelos: Villasanti, Arzamendía, Junior Alonso (Paraguai)
Gols: Raphinha, aos 27 do 1ºT; Coutinho, aos 16 do 2ºT, Antony, aos 40 do 2ºT, e Rodrygo, aos 42 do 2ºT(Brasil)

PARAGUAI: Antony Silva; Robert Rojas (Escobar), Fabián Balbuena e Junior Alonso; Arzamendia (David Martínez), Braian Ojeda, Mathias Villasanti (Benítez) e Richard Sánchez (Enciso); Braian Samudio, Almirón e Carlos González (Sanabria).
Técnico: Guillermo Barros Schelotto.

BRASIL: Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Telles; Fabinho, Lucas Paquetá (Rodrygo) e Coutinho (Bruno Guimarães); Raphinha (Everton Ribeiro), Vinicius Júnior (Antony) e Matheus Cunha (Gabriel Jesus).
Técnico: Tite

 

Outras postagens...

Flamengo vence o Sport na Ilha e reassume a vice-liderança do Brasileirão

Paulo Rogério

Flamengo chega a acordo para a contratação de Everton Cebolinha

Paulo Rogério

De virada, Galo vence o Corinthians e assume a ponta do Brasileirão

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...