Com reservas, Flamengo vence o Botafogo no Nilton Santos e assume liderança da Taça Guanabara

83

Da redação do Sports Manaus, com informações do LANCE! – Matheus Dantas – Rio de Janeiro (RJ)

Rodrigo Muniz e Hugo Moura foram os autores dos gols no clássico no Nilton Santos

Foto: Marcelo Cortes / CRF

Ainda atuando sem os principais nomes do elenco profissional, o Flamengo venceu o Botafogo nesta quarta, no Nilton Santos, e assumiu a liderança da Taça Guanabara. A vitória por 2 a 0 veio com mais um gol de Rodrigo Muniz – artilheiro do Carioca -, que entrou no lugar do Pedro ainda no primeiro tempo, e outro de Hugo Moura, já nos minutos finais do clássico no Nilton Santos.

O Flamengo demonstrou estar mesmo em outro patamar em relação ao rival, que, em início de trabalho com o técnico Marcelo Chamusca, ainda precisa de ajustes. Apesar de alguns sustos na etapa final, o Rubro-Negro teve o controle da partida no Nilton Santos, mas também desperdiçou várias oportunidades.

No próximo sábado, às 21h05, o Flamengo visita o Boavista. O Botafogo, por sua vez, enfrenta o Nova Iguaçu, também como visitante, no domingo, às 18h. As duas partidas pelo Estadual serão em Bacaxá, no Estádio Elcyr Resende.

DOMÍNIO RUBRO-NEGRO AMPLO NA ETAPA INICIAL

A bola esteve nos pés alvinegros nos primeiros cinco minutos de jogo, mas a tranquilidade do Botafogo acabou por aí. De maneira natural, o Flamengo, com reservas, assumiu o controle das ações ofensivas e passou a atuar no campo do rival, pressionando imediatamente após perder a bola e, assim, evitando os contra-ataques. As chances de gol, contudo, demoraram um pouco a aparecer

A primeira foi ao 20 minutos, com Rodrigo Muniz chutando por cima da meta após subida de Matheuzinho. O atacante entrou aos 10 minutos, substituindo Pedro, com dores, e deu continuidade à ótima fase. Aos 23, a zaga do Botafogo não conseguiu afastar e Benevenuto perdeu no corpo para o atacante, que tocou na saída do goleiro Douglas Borges, fazendo seu quinto gol no Carioca.

A superioridade do Flamengo ficou ainda mais visível a partir do gol, apesar do primeiro tempo ter terminado com a vantagem mínima. Michael, que teve boa atuação, obrigou Douglas Borges a fazer duas boas defesas. Se o Botafogo não finalizou nenhuma vez, o Rubro-Negro chutou nove vezes antes do intervalo.

Rodrigo Muniz entrou no lugar de Pedro e abriu o placar (Marcelo Cortes / Flamengo)

A presença de Zé Welison na entrada da área, com bons desarmes, foi, ao lado da atuação de Douglas Borges, o que salvou o Botafogo. Assim, Chamusca não perdeu tempo e voltou para o segundo tempo com duas mudanças. Entraram Ronald e Felipe Ferreira. Aos 13, nova alteração, com Kayque entrando no jogo.

O Fla ainda teve chances de ampliar, com João Gomes acertando o travessão e parando em Douglas Borges, antes dos três minutos. Depois, dando maior intensidade à marcação, dificultando a saída de bola rival, o Botafogo entrou no jogo, ameaçando o adversário nas bolas paradas. Na melhor chance, Hugo defendeu o chute de Babi e Renê, no carrinho, evitou o gol em cima da linha.

Em um desses momentos de “abafa”, Léo Pereira encontrou bom passe para Muniz, que foi puxado por Kanu. Pelo contra-ataque interrompido, o zagueiro recebeu o segundo cartão amarelo e o Botafogo, aos 20 minutos, passou a ter um a menos. Assim, o time de Maurício Souza recuperou o controle do jogo, apesar da entrega do Botafogo. Já aos 40 minutos, em mais uma boa jogada de Matheuzinho pela direita, Hugo Moura recebeu na entrada da área e, em chute forte, conseguiu, enfim, vencer Douglas Borges, selando a vitória do Flamengo.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 2 FLAMENGO

Estádio: 
Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ).

Data e hora: 24 de março de 2021, às 21h35.
Árbitro: Mauricio Machado Coelho Júnior.
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone e Silbert Faria Sisquim.

Gols: Rodrigo Muniz (0-1, 23’/1ºT) e Hugo Moura (0-2, 40’/2ºT)

Cartões amarelo: Kanu (BOT); Matheuzinho, Léo Pereira, Hugo Moura, Rodrigo Muniz (FLA)
Cartão vermelho: Kanu (BOT)

BOTAFOGO (Técnico: Marcelo Chamusca)

Douglas Borges; Jonathan, Benevenuto, Kanu e Paulo Victor; Zé Welison, Rickson (Ronald, Intervalo) e Matheus Frizzo (Kayque, 13’/2ºT); Warley (Gilvan, 32’/2ºT), Marcinho (Felipe Ferreira, Intervalo) e Matheus Babi (Navarro, 31’/2ºT).

FLAMENGO (Técnico: Maurício Souza)

Hugo Souza; Matheuzinho (João Lucas, 41’/2ºT), Bruno Viana, Léo Pereira e Renê; Hugo Moura, João Gomes (Richard Rios, 41’/2ºT) e Pepê (Thiaguinho, 25’/2ºT; Vitinho (Max, 41’/2ºT), Michael e Pedro (Rodrigo Muniz, 10’/1ºT).​

 



I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.