SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL NACIONAL

Com show na arquibancada e no gramado, Flamengo goleia o Bangu pelo Campeonato Carioca

Da Redação do Sports Manaus, com informações do LANCE! – Matheus Dantas – 12/03/2022 – 21:28 – Rio de Janeiro (RJ

Após três meses fechado para reforma, o Maracanã recebeu 60 mil torcedores do Flamengo, que viram o time de Paulo Sousa golear o Bangu com a maior tranquilidade

Foto: @gilvandesouza9 / CRF

Com show nas arquibancadas e no gramado, o Flamengo fechou com goleada a sua participação na Taça Guanabara: 6 a 0 sobre o Bangu, neste sábado. Os gols de Arrascaeta, Gabi (2), Léo Pereira (2) e Matheus França – além da boa atuação do time de Paulo Sousa – coroaram a festa dos mais de 60 mil rubro-negros no reencontro com o Maracanã, de gramado novo, após três meses. 

Classificado em segundo lugar, atrás do Fluminense, o Flamengo aguarda o fim da rodada para saber se enfrenta o Botafogo ou o Vasco nas semifinais do Carioca, que serão, independentemente do rival, na próxima quarta, dia 16, às 20h, e no próximo domingo, dia 20, às 16h. Confira a tabela completa aqui!

UM GRAMADO À ALTURA DO ESPETÁCULO!

Os três meses distantes do Maracanã se deram pela reforma do gramado, que agora é híbrido. No primeiro teste, o campo “encheu os olhos”. A bola rolou como não rolava no estádio há tempos. Com isso, o jogo do Flamengo fluiu desde o apito inicial. A ver se o gramado resistirá à maratona de partidas.

FLAMENGO RESOLVE A PARADA RÁPIDO!

A distância na tabela (o Bangu é o vice-lanterna) já indicava a diferença técnica, e o Flamengo fez o que se espera dele desde o início: se impôs com facilidade e, antes dos 15 minutos, a parada já estava resolvida. O primeiro a balançar o “véu de noiva” foi Arrascaeta, após jogada bem trabalhada pela direita com Matheuzinho e Gabigol. A finalização do camisa 9 foi travada, mas a bola se ofereceu ao meia uruguaio que, sozinho, só empurrou para a rede: 1 a 0 aos 9.

Aos 14, Everton Ribeiro teve espaço e acelerou o passe para Gabi, que invadiu a área e finalizou de esquerda: 2 a 0. A movimentação e a troca de posição dos dois citados – preteridos por Tite na lista mais recente da Seleção – e Arrascaeta foi o grande fator de desequilíbrio da partida. Enquanto isso, o Bangu não era capaz de ameaçar Hugo. Foram três finalizações sem perigo antes do intervalo

Após o segundo gol, o Flamengo manteve o controle da partida, mas diminuiu o ímpeto. Mesmo assim, foi acumulando chances até que, aos 44, uma jogada ensaiada terminou com a cabeçada de Léo Pereira fazendo 3 a 0. A cobrança curta de escanteio, ensaiada, teve passe por elevação de Thiago Maia e mais uma participação decisiva de Arrascaeta, autor da assistência para o zagueiro.

VIROU TRÊS, TERMINA SEIS!

Com a vitória encaminhada, o Flamengo voltou do intervalo com substituições: Diego e Pedro foram acionados nos lugares de João Gomes e Everton Ribeiro. O Rubro-Negro seguiu com domínio total do jogo, mas sem ser tão agressivo quanto no primeiro tempo. Marinho e Isla também entraram antes dos 20, e Matheus França foi o último a entrar, estreando sob o comando do treinador.

E a “estreia” não poderia ser melhor. Logo em sua primeira participação, o cria do Ninho aproveitou a bola escorada por Gabigol e finalizou forte. O desvio no zagueiro do Bangu atrapalhou o goleiro Paulo Henrique, e Matheus França foi para a galera comemorar. Ainda teve tempo para o quinto gol rubro-negro, com o artilheiro Léo Pereira aproveitando cobrança de escanteio de Arrascaeta.

E o uruguaio estava naquelas noites. Já nos acréscimos, o camisa 14 achou um bolão para Isla, que foi à linha de fundo e cruzou para Gabi fechar o placar: 6 a 0. Uma goleada para fazer justiça à festa proporcionada pela Nação no Maraca.

FICHA TÉCNICA
BANGU 0 X 6 FLAMENGO

Data e horário: 12/03/2022, às 19h30 (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Bruno Mota Correia
Assistentes: Michael Correia e Raphael Carlos de Almeida Tavares dos Reis
Renda/Público: R$ 1.543.939,50 / 61.335 pagantes / 61.450 presentes.

Gols: Arrascaeta (0-1, 9’/1ºT), Gabi (0-2, 14’/1ºT), Léo Pereira (0-3, 44’/2ºT), Matheus França (0-4, 30’/2ºT) ), Léo Pereira (0-5, 35’/2ºT) e Gabi (0-6, 46’/2ºT))
Cartão amarelo: Luís Araújo, Renatinho, Raí, Paulo Henrique (BAN); João Gomes (FLA)
Cartão vermelho: Não houve.

BANGU (Técnico: Felipe Loureiro)

Paulo Henrique; Wisney, Israel, Raí e Lucas Oliveira; Renatinho (Adsson, 21’/2ºT), Denilson, Roberto Baggio (João Vitor, 34’/2ºT) e Nascimento (Lucas Duarte, 34’/2ºT); Felipinho (Santarém, 21’/2ºT) e Luis Araújo (Daniel Dias, 13’/2ºT).

FLAMENGO (Técnico: Paulo Sousa)

Hugo; Fabrício Bruno, David Luiz e Léo Pereira; Matheuzinho (Isla, 19’/2ºT), Thiago Maia (Matheus França, 26’/2ºT), João Gomes (Diego, Intervalo) e Everton Ribeiro (Pedro); De Arrascaeta, Lázaro (Marinho, 20’/2ºT) e Gabi

 

Outras postagens...

Librade atropela o Paramazonas por 4 a 1 e vence a primeira no Campeonato Amazonense Sub-20

Paulo Rogério

São Paulo acerta venda de Gustavo Maia ao Barcelona por R$ 27 milhões

Paulo Rogério

Há cinco jogos sem vencer, Manaus surpreende e bate o Mirassol na despedida da Série C

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...