Com susto no final, Nacional empata com Clipper e garante vaga na semi do estadual

288

Foto: Denir Simplício

Em uma partida eletrizante, principalmente no segundo tempo, o Nacional que jogava com a vantagem, saiu na frente, mas nos acréscimos sofreu o gol de empate em 1 a 1, saiu vitorioso diante do Clipper Clube, na partida de volta pelas quartas de final do Campeonato Amazonense. A partida realizada neste domingo, no Estádio da Colina, definiu o Leão da Vila Municipal como o segundo semifinalista no estadual. 

Maior detentor de títulos no futebol amazonense, o Nacional vai aguardar o resultado da partida de volta, entre Manaus e JC, nesta segunda-feira, 26/4, na Colina. jogando por dois resultados iguais, no primeiro confronto, o Gavião do Norte ficou mais tranquilo ainda. A equipe venceu o debutante JC por 2 a 0, ampliando grandemente sua vantagem.   

Para o jogador Lucas Gadelha, que marcou o gol do time azulino, depois de comemorar a classificação, agora é pensar no próximo adversário. Para ele, será outra partida muito difícil do estadual.

– Quero agradecer a Deus pelo gol da classificação, mas também pelo empenho do grupo que correu bastante. A gente trabalhou muito, e agora é pensar no próximo adversário, porque serão dois jogos difíceis e vamos trabalhar firme na semana – completou.

Jogo

Precisando da vitória para conseguir a vaga na semifinal, o Clipper Clube partiu para cima do Nacional. Com menos de um minuto, pela direita Pedro Foguete chuta forte, mas o goleiro Adrian defende e na sobra Charles não aproveitou a chance para abrir o marcador.

Aos 16 minutos, novo lance de perigo do Águia Dourada do P10. Pela direita, Pedro Foguete cruza na área, o zagueiro Marcelo tenta tirar a bola, mas sobra para Thiago Bigo. O jogador tocou para Charles Chenko, que na hora do chute colocou por cima da meta.

Jogando de forma ofensiva, o Clipper buscava seu primeiro gol. Aos 20 minutos, novamente Pedro Foguete pela direita lança na área. Raphinha aparece para receber, o jogador faz o giro, mas chuta fraco em cima do goleiro Adrian do Naça.

Após sofrer uma pequena pressão do adversário, o Naça subiu ao ataque. Aos 32 minutos, pela esquerda. Romão passou para Renatinho de frente para a meta, que acabou chutando fraco de canhota em cima do goleiro Darlan. 

Mesmo com a vantagem, o Nacional procurava ass jogadas ofensivas, já que seu adversário mostrou uma postura tática no ataque. Aos 43 minutos, Anderson Bandeira pela esquerda serviu Lucas Gadelha na meia lua da grande área. O jogador dominou com a perna direita, puxou a bola para a canhota, mas chutou em cima do goleiro Darlan do Águia.

Aos 46 minutos, o Naça quase marcou o primeiro gol. Caíque vacila e perde a bola para Renatinho, que passa para Vitinho na área Na sequência, a bola é rebatida pela zaga e na sobra Roberto bate e Darlan segura firme. 

Na sequência, aos 47 minutos, o Naça assustou de novo. Marcelo cruza pela direita na área e Lucas Gadelha sozinho cabeceia, a bola bateu no chão e subiu por cima da meta do goleiro do Águia Dourada.

O segundo tempo era tudo ou nada, para ambos os times, principalmente para o Clipper, que apenas interessava a vitória. Para isso, o técnico Mazinho promoveu três mudanças de cara para conquistar a vaga.

 Já o Naça voltou para definir a partida, Aos cinco minutos, pela esquerda, Vitinho deu assistência para Roberto na área. O jogador bateu por cima da meta de Darlan com muito perigo. 

O jogo ficou eletrizante, em razão da situação para a definição do time classificado. Aos 10 minutos, Vitinho passou para Roberto de frente para a meta, que bateu forte, mas o goleiro Darlan bem posicionado fez a defesa.

Aos 12 minutos, o Naça chegou ao primeiro gol. Pela esquerda, Lucas Gadelha passou pelo marcador e tocou na área para o jogador do Naça, que dividiu o lance, e na sobra Anderson Bandeira finaliza para abrir o marcador, 1 a 0. 

Aos 14 minutos, o Clipper quase marcou seu gol de empate. Pela direita, Cristiano Natal viu a entrada de Pedro Foguete na área O jogador bateu forte, mas o goleiro Adrian fez boa defesa e não deu rebote. 

Aos 23 minutos, Anderson Bandeira tenta passar por Lídio, mas é derrubado e o árbitro deixa o lance seguir. Na sequência, a bola sobrou para Renatinho, que arrematou de canhota forte, mas Darlan fechou o ângulo e defendeu.

Aos 41 minutos, o Clipper perdeu a chance de marcar. Pela direita, Dedimar cruza na área e Whelington praticamente sozinho na pequena área deixou a bola bater na canela e não aproveitou o lance para marcar. 

O jogo ficou eletrizante e emocionante nos minutos finais da partida. Aos 43 minutos, Guto que acabara de entrar, recebe na esquerda, tenta passar pelo zagueiro, mas a bola bate e volta para Leãozinho sozinho na entrada da área. O jogador de frente para a meta chutou em cima do goleiro Darlan e perdeu o gol feito.

Aos 49 minutos, o Clipper teve um pênalti marcado, após lançamento vindo da direita para Terlisson, que foi derrubado na grande área. Aos 51 minutos, Charles bateu rasteiro no canto direito e empatou, 1 a 1. 

Ficha técnica:

Dia: 25/04/2021 – Domingo

Jogo: Nacional 1×1 Clipper Clube 

Motivo: Campeonato Amazonense de 2021 – Quartas de final / Jogo de volta 

Local: Estádio Ismael Benigno, a Colina – Manaus/AM

Horário: 16h (17h de Brasília)

Renda: —

Público pagante: —

Árbitro: Antônio Carlos Pequeno Frutuoso 

Árbitros Assistentes: Dimmi Yuri das Chagas Cardoso e Hugo Agostinho Chaves da Paixão

Gols: Anderson Bandeira 12min 2ºt (Nacional) e Charles 51min 2ºt pênalti (Clipper Clube)

Advertências: Matheus Iton e Terlisson (Clipper) e Vitinho, Selsimar Maciel, Antony e Jones (Nacional)

Expulsão: —

Nacional: Adrian, Marcelo (Bruno Domingos), Henrique, Cris, Anderson Bandeira (Antony), Romão, Vitinho, Baé, Lucas Gadelha (Jones), Renatinho (Guto) e Roberto (Leozinho). Técnico: Alan George.

Clipper Clube: Darlan, Pedro Foguete, Dedimar, Lídio, Cristiano Natal (Edinho Canutama), Matheus Iton (Terlison), Raphinha (Wellinghton), Robson (Heltinho)), Thiago Bigo, Charles e Caíque (Kelve)). Técnico: Mazinho.

 



I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.