SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

De volta ao Clipper, Mazinho afirma sobre a montagem do time pelo presidente: “Não vejo um problema”

Mazinho retorna ao Clipper, mas já comandou o São Raimundo e o Nacional no futebol amazonense 

Em sua terceira temporada no comando do Atlético Clipper Clube, o técnico Mazinho está de volta ao Águia Dourada do P10 para o Campeonato Amazonense da Série A 2022. Sexto colocado na classificação geral do estadual deste ano, com 11 pontos, o Clipper chegou até as quartas de final, foi eliminado pelo Nacional, porém, faltou por pouco para chegar na semifinal da competição. O treinador deve se apresentar no início de janeiro para a pré-temporada.

No Rio de Janeiro, mesmo longe de casa, o treinador mantém contato com os dirigentes do Clipper sobre a formação do time para a próxima temporada. Ele afirmou que fechou sua vinda na semana passada, mas afirmou que confia na contratação dos jogadores pelo presidente do clube, porque já conhece os atletas e sabe da sua filosofia de trabalho.

– A maior parte desse grupo do Clipper foi montado pelo presidente Wallace Dantas e os diretores, que estão trabalhando no momento. Eles me comunicaram sobre o elenco que tem, onde tem quatro jogadores que eu tinha falado para ele. Não vejo um problema de estar trabalhando em uma equipe montada por ele, mas claro, quando chegar, e se houver alguma necessidade, vou fazer algumas indicações pontuais, mas boa parte dos jogadores foi o presidente que selecionou – comentou ao SPORTS MANAUS

Ciente de que o campeonato deve ser um dos mais difíceis dos últimos anos, em razão da participação de 12 equipes, sendo quatro rebaixadas, o comandante do Águia Dourada do P10, disse que o trabalho precisa ser muito forte para superar os adversários.

– A expectativa é muito boa sobre o elenco que o presidente montou, junto com a diretoria. Sabemos das dificuldades que vai ser essa competição, pelo que as equipes estão mostrando de organização, na montagem do elenco, enfim, não tenho dúvidas que vai ser o campeonato mais forte dos últimos anos. Acredito que 2022 tem tudo para ser o mais forte da última década – salientou Mazinho, mas espera realizar uma campanha melhor no próximo ano.

– Terminamos na sexta colocação, por causa de um gol. Quando cheguei o time estava atrás do Nacional, mas acreditamos que a gente pode chegar entre os oito e depois almejar coisas melhores. A princípio temos que trabalhar para estar entre oito, ficando fora do rebaixamento. Após isso, vamos entrar na disputa do mata-mata para buscar o nosso objetivo de chegar na fase final – concluiu o técnico.

Outras postagens...

“O Audax tem sempre a obrigação de vencer”, diz técnico sobre jogo com Iranduba pelo Brasileiro Feminino

Paulo Rogério

“É inesquecível”, disse presidente do Brusque-SC sobre a final com Manaus pela Série D

Paulo Rogério

“Nós temos 45 dias para a estreia”, comemora técnico do Parintins FC com uma semana de treinos para o Amazonense 2024

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...