SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL NACIONAL

Flamengo vence o Vasco de virada e assume vantagem na semifinal do Carioca

Da redação do Sports Manaus, com informações – LANCE! – Matheus Dantas – 13/03/2023 – 23:30 – Rio de Janeiro (RJ)

Equipes decidem uma vaga na decisão do Campeonato Estadual no próximo domingo, às 18h. O Rubro-Negro, com a vitória desta segunda, jogará por um empate para avançar à final

Foto: Gilvan de Souza, Paula Reis e Marcelo Cortes / CRF

Na partida de ida da semifinal do Campeonato CariocaFlamengo Vasco entregaram de tudo um pouco no Maracanã. Com direito a erros, golaços e alternância no placar, o Clássico dos Milhões terminou com vitória rubro-negra por 3 a 2, com gols de Arrascaeta, Pedro e Fabrício Bruno. O Cruz-Maltino saiu na frente com Gabriel Pec e empatou com Alex Teixeira, mas acabou derrotado no fim.

O resultado deixa o Flamengo em vantagem para o jogo de volta, com um empate garantindo a classificação para a decisão do Estadual. O Vasco já precisa de uma vitória. A partida será no próximo domingo, às 18h, novamente no Maracanã. Veja  o chaveamento da fase final do Carioca!

Antes, o time de Maurício Barbieri tem compromisso pela Copa do Brasil: recebe o ABC em São Januário, na quinta, em jogo único válido pela segunda fase da competição. A bola rola às 21h30.

PEC APROVEITA A FALHA DE RODRIGO CAIO!

O gol que abriu o placar no Maracanã foi aos 11 minutos. Em cobrança de lateral para a área, Rodrigo Caio se complicou na marcação de Pedro Raul e foi mal demais a tentar afastar a bola. O chute foi para o meio da área, encontrando Gabriel Pec livre. Com a confiança em alta pelo bom início de 2023, o atacante do Vasco pegou de primeira, sem chances para o goleiro Santos: 1 a 0!

Antes e depois do primeiro gol, Flamengo e Vasco fizeram um primeiro tempo mais marcado pelos erros do que os acertos. Quem levou a melhor foi o rubro-negro, que aproveitou melhor as chances.

ARRASCAETA E PEDRO ‘CARREGAM’ FLAMENGO!

Vítor Pereira novamente escalou o Flamengo com três volantes, mas a formação não garantiu ao time a solidez defensiva esperada. Com Gabigol, Pedro e Arrascaeta distantes do resto da equipe, o ataque também não funcionou. A boa notícia ficou pelas boas atuações do centroavante e do uruguaio, responsáveis pelos principais lances. Antes do Vasco marcar, Pedro já havia feito ótimo pivô e deixado Thiago Maia em condições de marcar, mas Léo Jardim defendeu o chute do volante.

Aos 26, Arrascaeta teve espaço na entrada da área para aproveitar o rebote da defesa do Vasco e, em um chutaço de primeira, estufar a rede adversária. O gol esquentou o clássico, com os times de Vítor Pereira e Maurício Barbieri indo para cima. E sobraram espaços e erros no campo defensivo.

ENTREGA DAQUI, ENTREGA DALI: QUE ISSO, CAPASSO!

A resposta do Vasco ao gol de empate foi imediata, com Léo marcando após cobrança de falta, mas o zagueiro estava impedido. Como o sistema defensivo do Flamengo não se entendia, Pedro Raul logo teve outra chance, em erro de Pablo e Vidal, mas hesitou, não finalizou e errou o passe.

Então, Capasso devolveu a gentileza. Aos 42 minutos, o zagueiro foi sair jogando na área e deu um passe para Pedro. O camisa 9 rapidamente aproveitou, virando o placar para o Rubro-Negro: 2 a 1!

VASCO ENCAIXA CONTRA-ATAQUE E EMPATA

Maurício Barbieri deixou o Vasco ainda mais ofensivo na volta do intervalo, acionando Marlon Gomes no lugar de Galarza, que já tinha cartão amarelo. Apesar disso, o Flamengo é quem ditou o ritmo do jogo no início e coube ao Vasco explorar o contra-ataque para empatar outra vez a partida.

Aos 14, Alex Teixeira recuperou a bola no campo de defesa e lançou para Pedro Raul, aberto na esquerda. Atacando a área rival com velocidade, o próprio atacante foi quem apareceu entre Rodrigo Caio e Thiago Maia para cabecear no cantinho do gol de Santos, empatando o duelo: 2 a 2!

FABRÍCIO BRUNO APROVEITA ‘APAGÃO’ E MARCA!

Após o empate, foi a vez de Vítor Pereira lançar sua equipe ao ataque: os xarás Everton Ribeiro e Cebolinha substituíram Vidal e Ayrton Lucas. O terceiro gol do Flamengo sairia em uma jogada que definiria bem o clássico. Arrascaeta cobrou falta da direita e, em nova falha defensiva, ninguém do Vasco tocou na bola até ela chegar a Fabrício Bruno, na segunda trave: o zagueiro só empurrou para o gol. Aos 25 minutos de um movimentado clássico, o Flamengo ficou outra vez na frente: 3 a 2!

De novo em vantagem, o time de Vítor Pereira cresceu. Everton Cebolinha entrou bem no jogo e concentrou a partida pelo lado esquerdo. Coube a Arrascaeta, mais uma vez, encontrar Pedro livre na entrada da área. A finalização do camisa 9 tinha endereço, mas Léo Jardim se esticou todo para evitar o gol. Nos minutos finais, houve tempo para Matheus Gonçalves ser expulso e os reservas se “estranharem”. Na confusão, Marinho foi expulso e também desfalca o Flamengo na volta.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 3X2 VASCO

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 13 de março, às 21h10
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Thayse Marques Fonseca
Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sá
Renda/Público: R$ 2.809.362,50 / 41.927 pagantes / 45.093 presentes

Gols: Gabriel Pec (0-1, 11’/1ºT), Arrascaeta (1-1, 26’/1ºT), Pedro (2-1, 42’/2ºT), Alex Teixeira (2-2, 14’/2ºT), Fabrício Bruno (3-2, 25’/2ºT)

Cartão amarelo: Pablo, Pedro, Matheuzinho e Matheus Gonçalves (FLA); Maurício Barbieri, Lucas Piton, Galarza, Figueiredo e Pedro Raul (VAS)
Cartão vermelho: Matheus Gonçalves e Marinho (FLA)

FLAMENGO (Técnico: Vítor Pereira)

Santos; Fabrício Bruno, Rodrigo Caio e Pablo; Matheuzinho (Matheus França, 36’/2ºT), Vidal (Everton Ribeiro, 21’/2ºT), Thiago Maia e Ayrton Lucas (Everton Cebolinha, 21’/2ºT); Arrascaeta, Gabi (Matheus Gonçalves, 43’/2ºT) e Pedro. 

VASCO (Técnico: Maurício Barbieri)

Léo Jardim; Puma Rodríguez, Capasso, Léo e Lucas Piton; Andrey Santos (Rodrigo, 37’/2ºT), Jair (Nenê, 37’/2ºT), Gabriel Pec (Erick Marcus, 37’/2ºT) e Galarza (Marlon Gomes, Intervalo); Alex Teixeira (Figueiredo, 21’/2ºT) e Pedro Raul.

 

Outras postagens...

De olho nas conquistas, mas com objetivo de revelar jogadoras, técnico do Atlético-MG define sobre o BR Feminino Sub-17: “Esperamos fazer bons jogos”

Paulo Rogério

Com duas equipes, Sul América empata na estreia da Copa MSR de futebol de base, no RJ

Paulo Rogério

Copa do Brasil: Internacional sofre, mas vira contra o CSA com brilho de Alan Patrick e larga em vantagem

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...