Lutadoras aderem a site de fotos sensuais como alternativa de renda na pandemia

102

Da Redação do Sports Manaus, com informações – Por iG Esporte

Aplicativo para venda de materiais para público adulto foi a opção encontrada por algumas atletas

Foto: Instagram

Com as competições paralisadas por conta da pandemia da Covid-19 , alguns atletas tiveram que buscar alternativas para manter a renda. Nesse contexto, lutadoras apostaram na plataforma  Onlyfans , destinada à venda e divulgação de fotos e vídeos sensuais. 

Amanda Ribas , vista como uma das promessas do mundo do MMA, contou ao portal UOL suas experiências no site. A lutadora começou a se aventurar nesse universo ao postar conteúdos exclusivos para seus seguidores da plataforma. Porém, de uma forma diferenciada. Amanda optou por usar a plataforma não para conteúdos sexuais, mas sim, para manter um contato mais próximo com seus fãs e seguidores

Caso semelhante de Angela Hill , do UFC . Ela divulgou que usa esse canal, sem apelar para vulgaridade, como uma forma de ficar perto de seus fãs e estabelecer conversas diretas.

Ela afirmou ainda que fez a escolha do aplicativo ao ser impedida de dar aulas e ir para a competições por conta do avanço da Covid-19.

Outros nomes famosos do ramo também estão inseridos nesse mercado, por exemplo, Kyra Batara e Pati Fontes.

Kyra  afirma que sentia medo de ser rotulada como “trabalhadora sexual” por conta da fama do site. Porém, diferente Amanda e Angela, a faixa-preta investiu nos conteúdos mais sensuais.

Porém, Kyra ressaltou que essa foi sua válvula de escape para a crise causada pelo vírus. Ela ressaltou o fato de ser associada por algumas pessoas a atrizes de pornografia. “Eu sempre fui a ‘garota doce da porta ao lado’. Todo mundo me via como essa lutadora fofa, já que eu comecei nas artes marciais tão jovem e sempre estive cercada pela minha família. Então, agora que as pessoas estavam me vendo com uma página no OnlyFans, eu sinto que, automaticamente, muitas pessoas pensaram o pior e fizeram algumas suposições de que eu deveria estar filmando pornô o tempo todo com qualquer um”, relatou ao portal.

Embora seja uma alternativa, as lutadoras relataram o cuidado que se deve ter ao assumir a plataforma como uma fonte alternativa, já que os conteúdos publicados ficam na rede para sempre.

 



I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.