SportsManaus
FUTEBOL INTERNACIONAL

Messi abre o jogo sobre possível volta de Neymar ao Barça, Bola de Ouro e CR7

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações do iG São Paulo

Craque argentino deu uma rara entrevista à imprensa espanhola e abordou diversos assuntos

O atacante argentino Lionel Messi é de poucas palavras e não costuma dar muitas entrevistas. Mas, nesta semana, o craque do Barcelona deu algumas declarações ao jornal espanhol “Marca” e falou sobre muitos assuntos, como Neymar, Cristiano Ronaldo e Bola de Ouro.

Questionado sobre o possível retorno do atacante brasileiro ao Barça – atualmente ele defende o PSG -, Messi disse que gostaria de reeditar a parceria, mas ponderou.

– Acho complicado. Gostaria que voltasse pelo que significa, tanto como jogador quanto para o vestiário. Somos amigos, vivemos coisas bonitas aqui dentro, outras nem tanto, mas passamos muito tempo juntos. Acho muito difícil que deixe Paris. O PSG não vai deixar Neymar sair – comentou.

Sobre a Bola de Ouro, vencida pelo croata Luka Modric, o camisa 10 do Barcelona admitiu que já sabia que não conseguiria levar o prêmio pela sexta vez.

– Eu sabia que não ia ganhar este ano. Quando escutei os candidatos ao prêmio, já sabia que não ia estar lá e depois nem esperei para ver se terminaria em terceiro ou quinto – disse Messi, que acabou ficando mesmo na quinta posição.

O argentino falou também sobre Cristiano Ronaldo, que surpreendeu ao deixar o Real Madrid no meio do ano para jogar na Juventus.

– Ele foi um grande jogador para o Real Madrid e para o Campeonato Espanhol. Foi um período muito bonito aquele que vivemos juntos na competição. Cada um de nós tentamos vencer com sua equipe e foi uma rivalidade saudável e muito legal para os torcedores”, disse o jogador do Barça.

– No início da temporada disse que o Real Madrid é um grande clube, um dos melhores do mundo e com jogadores de sobra. Mas Cristiano faria falta em qualquer equipe. Marca muitos gols em cada temporada e além disso te dá muitas outras coisas no campo – completou.

Por fim, Lionel também afirmou que gostaria de voltar a trabalhar com o técnico Pep Guardiola, que hoje comanda o Manchester City, com quem compartilhou grandes conquistas no Barcelona.

– Apesar de ser difícil, gostaria de voltar a trabalhar com Guardiola. É um dos melhores treinadores do mundo. Por isso gostaria, mas aviso que isso é complicado”, finalizou Messi em entrevista ao “Marca”.

Outras postagens...

Pelé parabeniza Messi pelo recorde: ‘Sei o que é amar usar a mesma camisa todos os dias’

Paulo Rogério

Brasil abre Copa América sem encantar, mas com vitória sobre a Bolívia

Paulo Rogério

Modric sair? Real Madrid coloca preço módico: ‘R$ 3,27 bilhões’

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol