SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Satisfeito com resultado do Conselho Técnico, dirigente do Iranduba afirma que o Amazonense será um desafio em 2023

No estadual deste ano, o Hulk terminou na classificação geral, em sétimo lugar, com 17 pontos.

Satisfeito! Foi com esse sentimento que o diretor geral do Iranduba, Stênio Régis, definiu o resultado da primeira reunião do Conselho Técnico, com representantes de Nacional, Fast Clube, Rio Negro, Manaus, Amazonas, Manauara, Princesa do Solimões, Operário e Parintins, este como ausente, que vão jogar o Campeonato Amazonense da Série A de 2023. A reunião com os dirigentes da FAF, aconteceu na tarde desta terça-feira, 11/10, no auditório Antônio Prudente da Costa, o Chinelinho, na sede da entidade, no centro da cidade. No estadual deste ano, o Hulk da Amazônia, na classificação geral, ficou em sétimo lugar, com 17 pontos.

Marcado para iniciar dia 28 de janeiro e finalizando dia 16 de abril, o dirigente do Hulk, considerou um período muito bom para realizar o estadual. Para ele, tem que se pensar também nas equipes, que vão jogar as competições nacionais.

– Sim, as datas ficaram realmente condizentes com a nossa realidade, onde iniciamos no final de janeiro, e teremos fevereiro, março e até a metade de abril para fazermos o Campeonato Amazonense. Logo em seguida, os clubes do Amazonas vão participar das Séries D e C, e também já estarão no contexto – disse ao SPORTS MANAUS, mas ainda destacou.

– Em 2023 vai ser outro desafio para o Iranduba. Em 2022 não ficou atrás, pois quando iniciamos com 12 clubes, onde caiu quatro, todo mundo já dizia, que o Iranduba seria um dos rebaixados. Graças a Deus, trabalhamos e conseguimos manter-se na Série A – salientou.

Para o dirigente do Hulk, o ano que vem promete ser um dos campeonatos mais difíceis, até mais do que foi na temporada deste ano. Segundo ele, o time vai se preparar para suplantar qualquer dificuldade.

LEIA MAIS:

– Será um novo desafio e sabemos que o campeonato vai ser mais difícil do que 2022, mesmo sendo com 10 clubes e caindo dois. Acreditamos que o campeonato de 2023 será bastante concorrido, até porque com quatro times disputando os campeonatos nacionais realmente vai fortalecer os elencos -contou, mas ainda reforçou.

– Já estamos estruturando a parte da diretoria, ou seja, estamos com Almir Prestes, como diretor de futebol, e temos o Bosco Resende, como diretor de marketing, além de Marcelino Gonçalves como diretor financeiro e eu, como diretor geral. Já temos alguns contatos, até porque o trabalho de deste ano nos permitiu abrir uma quantidade razoável de contatos. Isso é muito bom e interessante para a gente – definiu Régis.

   

 

 

 

Outras postagens...

Na volta pela Copa do Brasil Sub-17, Fast Clube vence o Andirá-AC e aguarda o próximo adversário

Paulo Rogério

“Nomes da região Norte, Nordeste e Centro-Oeste”, afirma presidente do Penarol sobre o próximo técnico da Série D

Paulo Rogério

Sobre o mata-mata pela Série D com São Raimundo, técnico do Tocantinópolis-TO diz: “Fazer um bom resultado na ida”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...