SportsManaus
ESPORTE AMADOR

Semifinal da Taça Laercio Miranda de Handebol Feminino será nesta segunda-feira (14) no Renné Monteiro

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações da Assessoria de Comunicação da Sejel

Foto: MAURO NETO/SEJEL

As semifinais da Taça Laercio Miranda de Handebol, realizado pela Liga de Handebol do Amazonas (Liham) será nesta segunda-feira (14/05), a partir das 19h30, no Ginásio Poliesportivo Renné Monteiro, localizado na avenida Constantino Nery, zona centro-sul. A competição conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

O torneio teve início no final do mês de março e hoje faz suas semifinais, nas quais o vice-campeão do ano passado, a equipe do Rio Negro, e as meninas do Dance Hall, que retornam as competições neste ano, protagonizam o primeiro duelo. O Rio Negro foi campeão da Conferência Norte e do Estadual do ano passado, e mantém o seu elenco com sede de conquistar a Taça Laercio Miranda, que foi o único título não conquistado pelo clube em 2017.

Para o técnico, Jeferson Oliveira, o elenco está melhor e vão focar para ganhar esta Taça. “Nossa equipe está melhor que o ano passado, um tanto mais superior. No ano passado, perdemos uma vez para uma equipe que já havíamos derrotado. Para segurar essa conquista, estamos trabalhando no foco, mais tranquilidade para a equipe, onde foi nosso ponto franco na final. O conjunto está aquecido, com jogos sempre, num bom ritmo, então, acredito que está tudo certo e vamos nos preparar para a possível final” comentou Jeferson

Garra – Parar a máquina do Rio Negro não será fácil, mas a técnica do Dance Hall, Jacqueline Batista, aposta na garra de suas atletas, uma vez que é uma equipe recém-formada e ainda precisa de muitos ajustes.

– Nós conhecemos a equipe do Rio Negro e vamos tentar jogar aproveitando os erros dela. Nossa equipe é nova, temos a mistura da juventude e experiência, pois temos jogadoras novas e outras com mais idade com a vontade de fazer dar certo, e está surtindo efeitos. É minha primeira vez à frente da equipe, pois eu também era atleta. Então, tem muitas coisas novas, contudo elas vêm ganhando ritmo de jogo, melhorando a cada partida e a garra é uma das maiores armas delas – disse Jacqueline.

Preparação – A Taça Laercio Miranda, segundo o presidente da Liham, Auricélio Pessoa, é uma preparação para as outras competições adultas deste ano. “A competição já é tradicional. É a primeira da categoria adulta do ano e são testados atletas e a equipe em si. É um laboratório para os técnicos montar e desmontar a equipe com um intuito de preparo para as principais competições adultas que são o campeonato Estadual e a Conferência Norte. O torneio começou com um nível técnico baixo, porém vem aumentando. As quatro que chegaram à final se destacaram e agora vamos conhecer as duas finalistas”, pontuou Auricélio.

Outras postagens...

Depois de uma década, Brasil vence USA no tie break com mesmo placar, na Arena Poliesportivo do AM

Paulo Rogério

Coluna – Lazer com estratégia

Paulo Rogério

Após campanha histórica, Luísa Stefani deixa US Open nas quartas

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol