SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Com gol de Rossini, Manaus vence Coritiba e joga com Brasil de Pelotas-RS na próxima fase da Copa do Brasil

Com gol decisivo de Rossini e pênalti defendido por Jonathan, o Manaus venceu o Coritiba por 1 a 0, e se classificou para próxima fase da Copa do Brasil. O Gavião do Norte agora vai encarar o Brasil-RS, que conseguiu a vaga com empate diante do Gama-DF por 3 a 3, fora de casa. O jogo pela primeira fase foi realizado na noite desta quarta-feira, 12/2, na Arena da Amazônia, em Manaus.

Depois de aproveitar uma jogada dentro da área e com categoria chutar e a bola, bater no travessão e entrar, o me-atacante Rossini, ficou feliz com a classificação do Manaus na sequência da competição, mas principalmente o apoio da torcida na Arena da Amazônia.

– A equipe está de parabéns e do jeito como a torcida está gritando ‘time de guerreiros’. A gente respeitou o Coritiba, é um grande time, mas aqui dentro da Arena, com o apoio de nossa torcida que é nosso 12º jogador, o Manaus impôs um ritmo forte e procurou o gol a todo momento. Graças a Deus contribuí para vitória e a passagem na primeira fase – comemorou.

Jogo

Manaus pressionava com bola na grande área do Coxa (Foto: Paulo Rogério)

De volta à elite do futebol brasileiro, o Coritiba mostrou que não buscava o empate, mas não conseguiu entrar com mais perigo na meta do Manaus. Tocando a bola para conseguir um espaço no setor defensivo, o Coxa entrar mais pelo lado direito de ataque.

Aos quatro minutos, o Coritiba deixou seu cartão de visita. Patrick Vieira bate uma falta frontal mas o goleiro Jonathan defendeu no seu canto esquerdo e não deixou a bola entrar.

Aos sete minutos, foi a vez do Manaus dar o troco. O lateral esquerdo faz uma jogada individual passando por dois adversários, toca para Janeudo que bateu por cima da meta. O Coritiba teve uma perda um titula. Aos 13 minutos. Ruy sentiu uma pancada e teve que sair. 

Aos 26 minutos, novamente o Coritiba tenta com Rafinha. O jogador passa por dois jogadores e na hora do chute é travado pelo zagueiro que impede de um lance perigoso.

O Manaus depois de um tempo, chegou na meta adversário. Aos 39 minutos, Rossini faz uma jogada pela esquerda e toca para Mateus Oliveira, que toca para Janeudo de frente para o gol bater no canto esquerdo do goleiro Muralha. 

Ao fundo, uma parte da torcida do Manaus que prestigiou o tempo todo a equipe (Foto: Paulo Rogério)

Aos 45 minutos, Gabriel pela esquerda cruza para Janeudo fazer o movimento plástico de uma bicicleta que tocou que tentou a bicicleta e sobrou para Janeudo tocar de cabeça para Rossini marcado pela zaga chutar e a bola bate no travesso e entra, 1 a 0.

O segundo tempo prometia grandes emoções. Aos sete minutos, o Coxa faz um cruzamento da esquerda para Derlan, que toca com a mão, e o árbitro marca pênalti. Aos nove minutos, Sassá vai para cobrança e Jonathan defende no canto esquerdo e evita o gol de empate.

Aos 15 minutos, o Coritiba quase empatou com cruzamento de Thiago Lopes na grande área, a zaga tira e no rebote chute em cima do zagueiro e Caíque tira em cima da linha de gol. Aos 45 minutos, depois de um lance violento no contra-ataque do Coritiba, o árbitro expulsa o volante Panda, deixando o time amazonense com um homem em campo.

Ficha técnica:

Jogo:  Manaus 1×0 Coritiba

Motivo: Copa do Brasil / 1ª fase / jogo único

Local:
Arena da Amazônia – Manaus-AM

Horário: 21h30 (22h30 de Brasília)

Renda:
R$ 280..700,00

Público pagante: 12.123 / presente: 17.123

Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)

Árbitros Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Jucimar dos Santis Dias (BA)

Gols:
Rossini 45min 1t (Manaus)


Advertências: Patrick Vieira e Sassá  (Coritiba) Derlan, Janeudo, Luís Fernando e Jonathan (Manaus)

Manaus: Jonathan, Igor Carvalho (Edvan), Thiago Spice, Luís Fernando, Caique, Derlan, Panda, Diogo Dolem (Gabriel), Rossini, Janeudo (Gilson) e Mateus Oliveira. Técnico: Wellington Fajardo.

Coritiba: Alex Muralha, Patrick Vieira, Sabino, Rhodolfo, William Matheus, Matheus Sales (Mateus Galdezani), Rene Junior (Igor Jesus), Robson, Ruy (Thiago Lopes), Sassá e Rafinha. Técnico: Eduardo Barroca.

Outras postagens...

Desfalcado, Rio Negro empata com Tarumã na estreia pelo Amazonense da Série B

Paulo Rogério

Um dos adversários do Nacional-AM, técnico do Red Bull analisa grupo na Copa SP

Paulo Rogério

Fast sai na frente, mas perde de virada para a Ferroviária-SP na estreia da Copa São Paulo

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...