SportsManaus
Agência Sports ManausESPECIAISFUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

De Tefé-AM para a Europa, conheça a história de Gil como dirigente do Estrela Amadora de Portugal

Foto: Divulgação

Natural da cidade de Tefé, no interior do estado do Amazonas, com passagem pelo Grêmio Colinense e Fast Clube, Gilson Souza dos Remédios, o Gil, 39 anos, quando saiu do Amazonas, pela equipe da Unilasalle, para jogar no Acadêmico de Mogadouro e FC Erdre, nunca imaginou que sua trajetória em 20 anos no futebol europeu, mas precisamente fosse de vitórias e conquistas. Com passagem na base do Leixões, mas atualmente como coordenador técnico de formação do Estrela Amadora SAD, desde 2022, Gil, conta um pouco de sua trajetória vitoriosa.

SPORTS MANAUS – Você jogou em equipes do futebol de campo, e depois no futsal, mas tinha o sonho de seguir a carreira profissionalmente e como surgiu essa oportunidade de jogar na Europa?

GIL – Desde que comecei a jogar profissionalmente, sempre almejei algo a mais no futebol. A oportunidade surgiu através do futsal, quando jogava na Unilasalle. No início, por conta da adaptação em outro país, pois nunca é fácil, enfim, mas com o tempo, com a ajuda dos treinadores e jogadores tudo se torna mais fácil.

SPORTS MANAUS – Em Portugal, você fez um curso para treinador da UEFA no futebol de campo, mas teve algumas oportunidades de trabalhar em alguns clubes e se já passou por algum clube do Brasil?

Gil em um dos momentos de sua conquista no futebol português (Foto: Divulgação)

GIL – Sim, em Portugal eu fiz o curso da UEFA de grau 1. Esse já é o segundo clube que eu trabalho, no caso o Leixões e agora no Estrela Amadora SAD. Como nunca trabalhei no futebol brasileiro, não sei das dificuldades que é trabalhar no Brasil.

SPORTS MANAUS – Você trabalhou como auxiliar técnico, conhecido no futebol português, como adjunto na base do time Leixões, mas considera como uma boa oportunidade?

GIL – Sim, no Leixões fui auxiliar do Sub-18 e me tornei campeão, bem como, atuei como auxiliar técnico no Sub-23, sendo vice-campeão do futebol português, pois essa foi uma ótima oportunidade na minha carreira profissional no futebol europeu.

Outro momento importante de Gil na Europa (Foto: Divulgação)

SPORTS MANAUS – Você está no time Estrela Amadora, como dirigente da base, mas foi devido ao seu trabalho positivo em sua equipe anterior, mas como é esse trabalho em um clube da 1ª divisão de Portugal na formação de atletas?

GIL – Sim, foi através do grande trabalho feito no Leixões, que me levou ao Estrela Amadora, clube da 1ª divisão portuguesa. A base é o maior ativo que tem o clube, na qual base é o futuro de qualquer equipe, e no Estrela Amadora, a nossa formação é sempre vista com bons olhos e muito exigente.

SPORTS MANAUS – Os resultados positivos obtidos na base do Estrela Amadora, mostra que vem sendo realizado de forma correta, em sua gerência no departamento de base do clube, sendo um grande desafio para superar as dificuldades do futebol europeu?

GIL – O trabalho e o resultado é fruto do esforço e da exigência de todos, não de uma pessoa só. Eu sozinho, não conseguiria ter todos esses resultados se não estivesse, desde o presidente ao roupeiro na mesma sintonia. Eu sou movido a grandes desafios, e no Estrela Amadora, ainda temos muito a percorrer, porque as dificuldades ainda existem, mas é através delas, que a cada dia temos que nos superar.

SPORTS MANAUS – Com seu trabalho no Estrela Amadora, você pretende chegar a um dos chamados grandes clubes do futebol português, mas também pensa em algum dia trabalhar no futebol brasileiro?

GIL – Sim, eu já estou em um clube grande e focado 100% no Estrela Amadora, mas no futebol nunca sabemos aonde vamos estar amanhã. A única certeza, é trabalhar sempre em busca dos objetivos. Sou amazonense com muito orgulho, mas no momento meu foco é ficar no futebol europeu.

Gil comanda as divisões de base do Estrela Amadora e tem conquistados bons resultados em todas as categorias (Foto: Divulgação)

 

 

Outras postagens...

Nacional vence mais uma, bate o Trem-AP e assume a liderança do grupo A na Série D

Paulo Rogério

Manaus cede empate para o Remo no fim de jogo e decide vaga da final da Copa Verde, em Belém

Paulo Rogério

Nacional goleia Rio Negro por 5 a 0 e enfrenta o Princesa na semifinal do returno pelo Amazonense

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...