SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL NACIONALSÉRIE A

Corinthians derrota o Vasco, mantém invencibilidade e ganha fôlego no Campeonato Brasileiro

Da redação do Sports Manaus, com informações da GAZETA ESPORTIVA – Felipe Leite – São Paulo, SP – 29/07/23 | 20:26 – 30/07/23 | 00:05

Foto: Daniel Ramalho / Vasco 

Na vazia e gélida Neo Química Arena, o Corinthians recebeu o Vasco nesta noite de sábado (29), pela 17ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, e venceu pelo placar de 3 a 1. Maycon, Yuri Alberto e Róger Guedes – novo artilheiro isolado da casa corintiana – marcaram os gols do time mandante, enquanto Gabriel Pec descontou para os visitantes.

Com o triunfo, o Timão fez a manutenção de seu bom momento – ao menos, com respeito aos resultados – na temporada. O time de Vanderlei Luxemburgo, agora, não perde há sete partidas. Além disso, os três pontos dão fôlego ao clube na disputa nacional de pontos corridos.

Com o resultado, o Corinthians foi aos 19 pontos, em campanha de cinco vitórias, quatro empates e sete derrotas, afastando-se ainda mais da zona de rebaixamento. O Vasco, por sua vez, segue em crise: está na lanterna da competição, com somente nove pontos conquistados.

A partida não contou com presença de público por conta da punição que o Timão sofreu do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) devido aos cantos homofóbicos presentes no clássico contra o São Paulo, em maio.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Corinthians vai até o Beira-Rio para enfrentar o Internacional, às 18h30 (de Brasília) do sábado seguinte. Por outro lado, o Vasco recebe o Grêmio em São Januário, às 16h do dia seguinte. O Timão, entretanto, volta suas atenções para a Copa Sul-Americana no meio de semana. Na terça-feira, às 21h30, os comandados de Vanderlei Luxemburgo recebem o Newell’s Old Boys pela partida de ida das oitavas de final da competição internacional.

O jogo – Seja no cabeceio torto de Yuri Alberto, na falha de Fábio Santos na defesa ou no rápido contra-ataque puxado por Adson e concluído para fora por Róger Guedes, o Corinthians começou protagonista das ações na vazia Neo Química Arena neste sábado (29).

Ainda no início da partida, Renato Augusto serviu Róger Guedes duas vezes: no primeiro belo passe, o atacante do Timão não conseguiu fazer o domínio de peito; no segundo, o camisa 10 carregou a bola pelo meio e, sem marcação, arriscou chute de longe, da entrada da área. Léo Jardim fez a defesa e evitou o tento.

Superior no confronto, o Corinthians viu a primeira resposta contundente do Vasco acontecer aos 16 minutos. Lucas Piton recebeu boa bola pela esquerda e cruzou na medida para Jair. O meia esperou a bola quicar e bateu firme, cruzado, para grande espalmada de Cássio.

Quando parecia que o Cruzmaltino poderia crescer na partida, Maycon resolveu a questão. Aos 18, Adson cruzou rasteiro para a meia-lua, Renato Augusto só ajeitou para trás e o camisa 7, de fora da área, acertou forte finalização: 1 a 0.

No restante do primeiro tempo, o time da casa recuou. Com postura mais conservadora, os comandados de Vanderlei Luxemburgo viram o Vasco assustar em boa chegada de Puma Rodríguez e perigar principalmente aos 35, quando Sebástian Ferreira perdeu gol cara a cara com Cássio.

2º tempo

Na volta do intervalo, o Cruzmaltino retornou ao campo da Neo Química Arena disposto a reverter o marcador. Pressionando mais, o time carioca jogou o Corinthians ‘para as cordas’ e assustou Cássio em diversas chegadas. Nos primeiros 10 minutos, o Vasco levou mais perigo do que em toda etapa inicial.

No momento mais crítico do Timão na partida, Yuri Alberto veio ao resgate. Após erro do Vasco na intermediária, o Corinthians puxou rápido contra-ataque. De Ruan Oliveira para Róger Guedes, de Róger Guedes para o camisa 9: chute pelo alto após giro e bonito domínio, toque no travessão e bola no fundo das redes.

O fio de esperança ao Vasco aconteceu aos 24 minutos. Orellano fez bela jogada individual, desbancou a marcação corintiana e serviu Gabriel Pec. O camisa 11 invadiu a área, driblou Cássio e só teve o trabalho de completar para o gol.

No entanto, logo a frustração voltou a tomar conta do Cruzmaltino. Dois minutos depois, Yuri Alberto levantou bola para a área e ela bateu no braço de Paulinho: pênalti. Na cobrança, bola para um lado e goleiro do outro: tento de Róger Guedes, novo líder isolado da artilharia da Neo Química Arena. 

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 3 X 1 VASCO

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Data: 29 de julho de 2023, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Mauricio Coelho Silva Penna (RS) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Cartões amarelos: Caetano (Corinthians)

Gols: Maycon, aos 18 minutos do 1ºT, Yuri Alberto, aos 15 minutos do 2ºT, e Róger Guedes, aos 27 minutos do 2ºT (Corinthians); Gabriel Pec, aos 24 minutos do 2ºT (Vasco)

CORINTHIANS: Cássio; Bruno Méndez, Gil, Caetano (Fagner) e Fábio Santos (Matheus Bidu); Maycon, Ruan Oliveira (Matheus Araújo) e Renato Augusto (Fausto Vera); Adson (Guilherme Biro), Róger Guedes e Yuri Alberto
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

VASCO: Léo Jardim; Miranda (Paulo Henrique), Capasso e Léo; Puma Rodríguez (Orellano), Medel, Jair (Paulinho), Praxedes (Carabajal) e Lucas Piton; Figueiredo (Gabriel Pec) e Sebástian Ferreira
Técnico: Ramón Diaz

 

 

 

Outras postagens...

Com a melhor campanha na Série D até agora, Amazonas vence Porto Velho-RO em sua quarta vitória consecutiva

Paulo Rogério

Após cirurgia no coração, presidente do Líbano se recupera, mas pede ajuda via PIX para continuar seu tratamento

Paulo Rogério

Sem revelar nome, dirigente do Rio Negro negocia parceria com um município do AM para a pré-temporada

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...