SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Em reunião do conselho técnico, Campeonato Amazonense inicia dia 22 de janeiro e vai até 26 de abril

O Campeonato Amazonense da Série A inicia dia 22 de janeiro e vai até dia 26 de abril de 2020. A definição ocorreu na reunião do conselho técnico com representantes de Nacional, Fast Clube, Manaus, Princesa do Solimões, Penarol e Iranduba, na tarde desta terça-feira, 29/10, na sede da FAF, no centro da cidade. No encontro, também participaram os dirigentes de Amazonas FC, Tarumã, São Raimundo e Cliper Clube, que disputam a divisão de acesso e ainda tem chances de classificação. A exceção foi o Holanda, que matematicamente está fora por uma das vagas na elite do futebol amazonense ano que vem.

A fórmula de disputa será o mesma do campeonato deste ano. A competição será realizada em dois turnos. Na primeira etapa todos jogam contra todos em turno único. Os quatro melhores classificados jogam a semifinal e os vencedores a final. No segundo turno, será nos mesmos moldes do turno anterior, com a inversão do mando de campo.

O campeão da temporada de 2020, será o representante no Campeonato Brasileiro da Série D, Copa do Brasil e Copa Verde de 2021. Caso o Manaus conquiste o título, a equipe que irá disputar as competições nacionais, será definida de acordo com a classificação geral do Campeonato Amazonense.

De acordo com presidente da FAF, Dissica Valério Tomaz, a reunião foi muito proveitosa com os dirigentes. Segundo ele, nesse momento a fórmula de disputa do campeonato não pode sofrer alterações.

– Não pode mudar o regulamento, porque são dois anos para isso. Todos entenderam o que pode ser mudado e o que não pode. Vamos torcer para que tenhamos um campeonato bastante motivado e com a presença da torcida. Não houve discussão, o que houve foi esclarecimento de alguns itens por alguns dirigentes que não participaram da reunião ano passado – comentou ao SportsManaus, mas afirmou que espera uma competição muito competitiva, por conta das três equipes que vão disputar as competições nacionais.

– Sem sombra de dúvida, quando um time ganha um acesso, obrigam as outras equipes também vir em outro patamar e em outro nível para o campeonato. Nós acreditamos que será uma disputa muito grande, em que todos vão montar seus elencos muito melhor do que nos anos anteriores, porque Manaus, Fast e Nacional devem vir muito forte, por conta da participação nas competições em âmbito nacional.

Com acesso na Série C de 2020 e vice-campeão brasileiro da Série D deste ano, o vice-presidente do Manaus, Giovanni Alves, afirmou que a expectativa é grande para a competição. Segundo o dirigente, é bom o campeonato contar com três equipes em campeonatos nacionais, porque a tendência é do nível técnico ser bem elevado no estadual.

– Creio que vai ser uma competição ano que vem bastante elevado, em relação a qualidade técnica. Vai ser uma coisa atípica, pois fazia tempo que não acontecia, não apenas com Nacional, mas o Fast na Série D, além do Manaus na Série C. Creio que vai ser muito bom, com jogos muito disputados, porque tenho a certeza disso. Tanto o Manaus, como Nacional e Fast vão chegar bem qualificados nas competições da CBF – explicou.

Outras postagens...

Com gol de Charles, Clipper vence Penarol fora e entra no G4

Paulo Rogério

Com uma atuação apática, Manaus é goleado pelo Ypiranga-RS e decide com Mirassol seu futuro na Série C

Paulo Rogério

Dominado, Penarol empata com Ypiranga-RS e se despede da Copa do Brasil

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...