SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Na estreia da Série C em casa, técnico do Brusque-SC, já conhece o futebol amazonense e afirma: “Nós temos que tirar proveito”

Rebaixado ano passado, o Bruscão disputou as temporadas da Série B em 2021 e 2022.

Foto: Lara Vantzen/BFC

Após dois anos consecutivos na Série B, o Brusque-SC recomeça sua caminhada de volta jogando em seus domínios, com o apoio de sua torcida e confiante de conquistar um bom resultado na estreia do Campeonato Brasileiro da Série C. Pela frente, o Bruscão enfrenta o debutante Amazonas FC, nesta quarta-feira, 3/5, às 19h (de Brasília), no Estádio Augusto Bauer, no interior de Santa Catarina.  

Com passagem em duas temporadas pelo Manaus FC, o técnico Luizinho Lopes, afirmou que o fato de conhecer o futebol amazonense facilita a leitura de como deve vir a Onça-pintada na partida de estreia.

Treinador por duas vezes comandou o Manaus FC (Foto: Lara Vantzen/BFC)

– Claro, é uma região que nós passamos por duas vezes e fomos felizes lá. Tive o privilégio de ser o treinador do Manaus na primeira Série C do futebol amazonense nos últimos anos. Fizemos uma boa competição com 26 pontos, uma pontuação que vários clubes subiram na Série C e ano seguinte fomos campeão estadual – disse ao SPORTS MANAUS, mas ainda citou.

– A gente conhece bastante a região por ter passado e vivenciado lá. O time do Amazonas tem um treinador que é bastante conhecido, com jogadores que são rodados. A gente tem um conhecimento de tudo que passa lá – citou Luizinho.

Jogando em casa na abertura do campeonato, o comandante do Brusque afirmou que o time não pode perder a chance de começar bem e somar pontos, de preferência com uma boa vitória.

– Absolutamente, para atrair bons fluídos, confiança, é fundamental, é importante, pois nós temos que tirar proveito dessa estreia dentro dos nossos domínios – completou o treinador do Bruscão.

 

 

 

 

Outras postagens...

Apesar de jogar em casa com Nacional, técnico do Paysandu não considera favorito na Copa Verde

Paulo Rogério

Grêmio rebaixa o Goiás, garante ida à Libertadores e mantém chance de título brasileiro

Paulo Rogério

Após 20 anos, João Carlos Cavalo volta a comandar o Nacional, mas pela primeira vez na Série D e diz: “Vou procurar fazer o melhor”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...